3 programas diferentes para conhecer melhor São Paulo

14

Restaurantes, restaurantes, restaurantes. Essa é a programação de 80% dos meus amigos quando visitam São Paulo. Tudo bem que lá estão alguns dos melhores chefs, um serviço diferenciado, gastronomias diferentes, muiiiitas opções. São 12.500 opções entre pizzarias, cantinas, restaurantes japoneses, portugueses, vegetarianos, mineiros, para todos os gostos. É tipo parte turística da cidade mesmo. Mas vamos combinar que São Paulo vai muito além disso, né!

Foi depois de muitas idas à capital que comecei a diversificar minha programação e conhecer um outro lado de São Paulo, tão rico culturalmente. Lembro de quando eu só programava restaurante e shopping. Cara, que tempo mal administrado! Eu já poderia conhecer muitooo mais de São Paulo! Ou tem também aquelas vezes em que se vai à cidade por causa de um compromisso específico (congresso, reunião, visto pra algum país e etc) e não sobra muito tempo para curtir a cidade cinza, que de cinza não tem nada. Tem até um projeto super legal da São Paulo Turismo chamado “Fique mais um Dia”, incentivando que as pessoas aproveitem a ida a trabalho à capital para esticar mais um diazinho e descobrirem uma São Paulo que vai além das reuniões e jantares. Trata-se de um guia da cidade, com sugestões de roteiros temáticos ou por região, mostrando detalhadamente o que fazer de manhã, à tarde e à noite. Clique aqui para ver algumas das opções sugeridas pelo guia (também tem aplicativo para celular).

E nessa onda de Fique mais um Dia, fui convidada, na verdade, a ficar três dias em São Paulo pelo pessoal do ExploraSampa e conhecer o que mais essa cidade tem a oferecer (gente, três dias é pouco, uma semana seria pouco, acho, de verdade, que vou me mudar pra São Paulo!). O ExploraSampa veio da união de três blogueiros de viagem com a proposta de mostrar novos olhares sobre a cidade e o estado, e explorando ambos por caminhos que muitas vezes os próprios moradores não conhecem. Os três desbravadores que querem mostrar que a terra da garoa é bem mais que uma selva de pedra são os queridos Rafael Leick, do blog The Way Travel, o Rafael Kosoniscs, do blog Seu Mochilão, e o Jonathan Padua, do blog Eu Vou de Mochila.

Fizemos uns passeios super diferentes e que eu nuncaaaa imaginaria encontrar em Sampa, pois fugiam totalmente das dicas padrões que sempre ouvimos. E conheci mais dessa cidade heterogênea. Tô com a missão de convencer vocês de que Ficar mais um Dia vale a pena, mas fazer de São Paulo seu destino de fim-de-semana/feriado/férias é um programão espetacular – você só fica parado se quiser.

Pra começar a série de posts sobre Sampa, aí vão 3 passeios que fiz e amei:

Tour no Centro Histórico de São Paulo

Foi aqui que vi que, de cinza, São Paulo não tinha nada. Um dia incrível de céu muito azul nos recebeu para um tour guiado pela parte histórica da cidade. Quem viabilizou o passeio foi o pessoal do Sabiar (se não conhece, indico entrar no site deles, eles oferecem vários programas de lazer criativo no mundo inteiro) e nossa guia foi a Cacau, do Turismo na História. Se você acha que vai ser um passeio chato falando apenas de histórias decoradas, está bem enganado. A Cacau é super alto astral e tinha várias curiosidades para compartilhar (ela contou até umas fofocas de Dom Pedro I, rs). Não vou estragar o passeio contando aqui as histórias, mas garanto que vale a pena! Fomos à Praça da Sé, à Catedral (maravilhosaaaaaa), ao Pátio do Colégio e vários outros lugares, como um prédio que guarda uma lenda de um tesouro escondido embaixo de sua construção.

sao paulo_-5

sao paulo_-7

sao paulo_-8

Dica: O Turismo na História em parceria com o Sabiar oferece diversas opções de passeio, como o São Paulo para Curiosos, o Arquitetura de São Paulo, o Mistérios de São Paulo. Muito legal! Cada passeio dura cerca de 3 horas e custa mais ou menos R$40 por pessoa. Esse que nós fizemos foi uma mistura de vários dos tours guiados oferecidos, não foi um específico. O Sabiar oferece ainda outros passeios em São Paulo envolvendo gastronomia, cerveja, vinhos, fotografia, esportes. Dá para ver as opções clicando nesse link aqui.

Musical Sampa no teatro Terra da Garoa

Me senti na Broadway! Cara, como é que tem um super musical desse contando a história de São Paulo (e um pouquinho do Brasil) e eu nunca tinha ouvido falar! Achei incrível e superou a expectativa de todos que estavam à nossa mesa. A produção é impecável, as coreografias são de deixar de queixo caído, você nem vê a hora passar. É super alegre, com diversas músicas brasileiras, contagiante. Cantei junto, dancei do jeito que deu sentada na cadeira, aplaudi. Quando acabou, parecia que eu tinha dado uma corrida de 10km tamanha era minha adrenalina. Hoje em dia indico a todo mundo que vá a São Paulo.

sao paulo 9
Foto: Rafael Leick

O musical é descrito como uma declaração de amor a São Paulo. E é mesmo, não somente a São Paulo, como ao Brasil! O pano de fundo é a Semana de Arte Moderna de 1922 e o personagem principal é Oswald de Andrade. O encontro entre o passado e o presente se dá com a presença de outro personagem, só que desta vez real e atual, o Thobias da Vai Vai. As músicas trazem clássicos de Adoniram Barbosa, Paulo Vanzolini, Eduardo Gudin, Dorival Caymmi, Monarco, Ataulfo Alves, Paulinho da Viola, Vinícius de Moraes, Noca da Portela e outros.

sao paulo 10
Foto: Rafael Leick

sao paulo 11

Dica:  É um musical fixo e está em cartaz todas as quartas e sábados. O lugar é lindo, você assiste tudo da sua mesa, onde também é servido o jantar. Aliás, o cardápio, assinado pelo competente chef André Boccato, traz uma  releitura do jantar oferecido pela tradicional família Prado aos modernistas na Semana de Arte de 1922. A abertura é às 20h, com entradinhas, drinks (à sua escolha e pagos à parte) e prato principal. Às 22h começa o espetáculo, que dura mais ou menos 1h30. Logo depois é servida a sobremesa. O valor do musical + jantar varia de R$300 a R$450. Há estacionamento com manobrista ao custo de mais R$30.

Centro de Controle do Metrô

Taí um passeio que, além de irreverente, nunca na minha vida eu imaginaria fazer. Tour guiado no centro histórico? Ok. Musical? Ok. Mas saber que o Metrô de SP mostra os bastidores de sua rede e que faz diversas visitas guiadas – e que elas são muito procuradas? Taí. Isso eu nunca iria adivinhar sozinha! São 9 passeios diferentes. O nosso foi uma mistura de vários. Mas o que acho mais interessante para o público em geral é o Conheça seu Metrô. Os demais são mais técnicos e com certeza interessam a pessoas de áreas específicas (perguntei e tive a confirmação de que muitos dos visitantes são engenheiros ou estudantes de Engenharia curiosos, hehehe). Todos são gratuitos!

sao paulo_

O passeio Conheça seu Metrô conta algumas curiosidades que acontecem nos bastidores da rede. Pra não estragar as surpresas do passeio, vou contar só uma: sabia que o Metrô de São Paulo já foi considerado o lugar mais seguro para se ter um ataque cardíaco? Kkkk.. Parece meio macabro, mas, segundo levantamento do Instituto do Coração, a chance de alguém que sofre parada cardíaca sobreviver sem sequelas no metrô é de 36% — nas ruas é de 2%. Há desfibriladores dispostos estrategicamente em todas as 58 estações. Além disso, há seis anos os funcionários recebem treinamento para identificar um princípio de infarto e socorrer com agilidade os passageiros. Já aconteceu de pessoas passarem mal, na rua, e serem levadas para atendimento numa estação de metrô, justamente pelo reconhecimento de segurança (se está duvidando, lê só essa matéria aqui que saiu na Veja). Pronto, não conto mais nenhuma história! Só indo lá para saber, rs.

sao paulo 13

Dica: o Conheça seu Metrô dura 3 horas e precisa de um número de participantes mínimo 10 e máximo de 20 pessoas. Dá para agendar sua visita direto nesse link aqui. É de graça! 🙂

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion14 Comentários

  1. Carlinha, adorei o post, reunindo 3 passeios sensacionais mesmo! <3
    E adoramos sua passagem por Sampa. Se vier morar mesmo pra cá, via ser muita festa, muito amor. hehehe
    Beijos

    • Hahahaha Me deu vontade tb escrevendo.. SP tá com um lugarzinho especial no meu <3
      A história de me mudar praí é bem séria.. rsrs
      Beijos e obrigada por proporcionarem esses momentos!

  2. Carla,
    Bacana seu post, divulga a cidade, dá dicas…eu já andei pelo centro histórico de SP tempos atrás.
    Tem muita coisa pra ver em SP, tá certo, parques, museus, consumo, e dos restaurantes nem se fala, pra mim são o maior atrativo, como não poderia deixar de ser…
    Agora, Sampa é dose, me desculpe, acho a cidade em si detestável, e não é pq. sou carioca, afinal já deixei o Rio há mais de 20 anos. Pra mim, SP só de vez em quando e 2/3 dias…
    abs

Leave A Reply