Colonia del Sacramento: o clichê mais amado do Uruguai

2

É indescritível quando chegamos a uma cidade e nos sentimos parte dela. Às vezes chego a paralisar, dá um frio na barriga a sensação de que já vivi aquilo ali, uma nostalgia, uma inquietação. Pego o mapa apenas por costume, peço orientação na rua só pra puxar papo com moradores. Porque a verdade é que, quando é assim, anda-se sem muita obstinação, como se já se soubesse o caminho.

aDSC_0131

aDSC_0130

aDSC_0127

aDSC_0201

Para pesquisar hotéis em Colonia del Sacramento, clique aqui.

Quando cheguei a Colonia del Sacramento, porta de entrada do Uruguai saindo de barco de Buenos Aires (apenas uma horinha separa as duas cidades), São Pedro me deu um sustinho. Meu barco mal atracou e caía uma chuva daquelas, em que você sente cada pingo d´agua bater no teto. Certamente meu dia na cidade estaria perdido, e logo naquela que eu mais estava esperando conhecer. Foi engraçado, eu e minha mãe não conseguíamos sair do porto de Colonia para ir embora para Montevideo. Ficamos lá esperando sabe-se lá o que, com malas, sentadas, incrédulas que íamos passar batidas por Colonia del Sacramento.

aDSC_0243

Até que a chuva desapareceu. Eu sugeri que fôssemos andando do porto até a rodoviária (coisa de uns 5 minutos de caminhada) para testar se era alarme falso. E lá resolvemos arriscar algumas horinhas pela cidade. Deixamos nossa mala no depósito da rodoviária (30 pesos por até duas horas ou 100 pesos por um dia inteiro, mas, cuidado, eles fecham às 20h!!), demos uma olhadinha nos horários de ônibus para Montevideo e zarpamos pra rua.

aDSC_0118

aDSC_0123

E que ruas! É impossível não se apaixonar pela Paraty uruguaia, que já pertenceu a Portugal e depois à Espanha. Quem não curte andar muito, pode pegar ônibus turístico que deixa nos principais pontos (25 dólares por pessoa) ou mesmo alugar um carrinho de golfe para circular por lá (60 dólares a diária). Nós ignoramos os dois e fomos caminhando mesmo para Casco Viejo (Barrio Histórico), tombado pela UNESCO, que fica a uns 15 minutinhos apenas da rodoviária, passando por diversos pontos turísticos.

aDSC_0160

aDSC_0064

aDSC_0070

aDSC_0071

Em meio a umas nuvens, um sol beeeem tímido, um tempinho instável, conseguimos nos dedicar a umas horinhas de contemplação. Para não ter erro, peguei a Calle Manuel Lobo e segui em frente. Mas, para acertar em cheio, fiz alguns ziguezagues e arrisquei uma virada à esquerda na Calle Washington Barbot para curtir o visual da Calle Odriozola. No fim, você cairá em Casco Viejo mesmo, então não tenha medo.

aDSC_0083

aDSC_0094

aDSC_0080

COLONIA

aDSC_0176

aDSC_0182

aDSC_0186

aDSC_0189

aDSC_0172

aDSC_0175

Colonia tem vários hostels charmosos, pousadas fofas, hoteis descolados, bistrôs que te chamam, moradores que brindam simpatia, árvores frondosas, flores para todos os lados (fui na primavera, ô sorte!), carrinhos antigos, bicicletas que se arriscam nas pedras portuguesas, pescadores pacatos, ar de praia, um rio que se finge de mar, placas decorativas, cliques infindos. E nós, um bando de turistas com cara de bobos.

aDSC_0164

aDSC_0194

aDSC_0196

aDSC_0232

aDSC_0235

aDSC_0239

aDSC_0241

aDSC_0214

Como se pode ver, não passei mais que cinco horas em Colonia – fui expulsa pela chuva que voltou. Então, mesmo que o seu tempo seja curto, vá. Almocei no restaurante Punta Piedra, na General Venancio Flores, 248. Nada demais, tomei uma sangria gostosa, comi uma paella insossa que serviria muito bem umas 4 pessoas. Passeei pela feirinha de artesanato local (descendo pela Calle Intendente Suarez), onde salivei pelos choripans (sanduiche de pão com chouriço e temperado com chimichurri). Andei sem rumo.

aDSC_0245

aDSC_0246

aDSC_0255

aDSC_0274

aDSC_0275

aDSC_0283

 

Na volta, comprei na hora mesmo minha passagem para Montevideo direto na rodoviária – várias empresas oferecem o trajeto, que levou cerca de 2 horas e meia num ônibus bastante confortável e com WiFi. É, a vida não andou nada difícil por aquelas bandas e a chuvinha ainda embalou nosso sono de volta.

aDSC_0197

aDSC_0299

aDSC_0301

 

Links extras para ajudar na sua programação de Colonia del Sacramento:

Uruguai: bate-e-volta na bela Colonia del Sacramento, no Apaixonados por Viagens

Colonia del Sacramento, Uruguai: a cidade que você tem vontade de abraçar, no Matraqueando

Colonia del Sacramento à noite, no Viaggiano

De Colonia a Buenos Aires de Ferry Boat, no Nós no Mundo

Onde comer e outras dicas de Colonia del Sacramento, no Amanda Mormito

Colonia del Sacramento, no Rascunhos de Fotografia

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion2 Comentários

Leave A Reply