Ilha do Mel, Paraná: como chegar ao paraíso

0

Feliz 2014 a todos! Hoje vou iniciar uma série de posts sobre a Ilha do Mel, paraíso perdido no Paraná, onde passei o último réveillon.

Para início de conversa, devo dizer que, se você não mora no Paraná, deve se preparar para todas as baldeações até chegar lá. Afinal, é uma ilha que não está colada no aeroporto de Curitiba e, para chegar até ela, e em especial até sua pousada, demanda tempo. Basicamente minha saga foi: avião >> ônibus executivo do aeroporto até a rodoferroviária >> ônibus até cidade de travessia para a Ilha >> barco até Ilha do Mel >> caminhada até a pousada. Por isso mesmo é um paraíso – se o acesso fosse fácil, certamente lembraria o Arpoador num sábado de verão, certo?

Foto: Luiz Boscardin
Foto: Luiz Boscardin
Mesmo durante o réveillon, a Ilha do Mel, no Paraná, é um destino tranquilo e reservado
Mesmo durante o réveillon, a Ilha do Mel, no Paraná, é um destino tranquilo e reservado

Portanto, organizar-se para chegar lá é prioritário. Meu primeiro passo foi comprar as passagens de avião do Rio de Janeiro para Curitiba. Comprei a ida no primeiro horário do dia (às 7h) e a volta no último (às 20h), para me garantir no caso de qualquer atraso. E tive tempo de sobra para todas as baldeações! Descendo no Aeroporto Afonso Pena, que na verdade fica na cidade de São José dos Pinhais (PR), tomei o Ônibus Executivo que leva até a Rodoferroviária de Curitiba e outros pontos do centro da cidade. Pode confiar na pontualidade e bom serviço do transporte. No geral há saídas a cada 15 minutos, começando por volta de 6h até 0h30 (mais para o final da noite diminui a frequência).

Bagagens pequenas e leves facilitam o trajeto até a Ilha do Mel
Bagagens pequenas e leves facilitam o trajeto até a Ilha do Mel

Para conferir todos os horários, inclusive o tempo previsto entre cada ponto, entre no site http://www.aeroportoexecutivo.com.br/. Os ônibus possuem bagageiro. Do aeroporto à rodoferroviária levei cerca de meia hora. *Atenção com o trajeto da volta! Você tomará o Ônibus Executivo no mesmo ponto em que desceu, porém ele ainda passará pelos outros pontos do centro antes de seguir para o aeroporto. Reserve cerca de 50 minutos para esse percurso desde a rodoferroviária até o Aeroporto Afonso Pena – esse é o tempo previsto em dias de trânsito leve.Por que não pegar um táxi? Como o aeroporto fica fora da capital, os motoristas cobram 30% pela taxa de retorno, então a corrida sai bem carinha.

O Ônibus Executivo custa 12 reais por pessoa, é pontual, confortável e seguro. Optei por ele, tanto na ida como na volta, e não me arrependi em nenhum momento.Chegando à rodoferroviária de Curitiba, cuidado com o choque! Do super organizado e limpo aeroporto, você dará de cara com muitas obras e pouco conforto. Meu conselho para quem precisar esperar mais tempo pelo ônibus: deixe sua mala no Guarda-Volumes (fica no primeiro andar, mas a ficha deve ser comprada na Casa Lotérica do andar de cima. Custa R$6 a diária de um armário que cabe bastante coisa e me pareceu bem seguro) e vá dar uma volta pelo Mercado Municipal de Curitiba, que fica do outro lado da rua. É grande, organizado, possui boas opções de restaurantes, lanchonetes e lojinhas.Sobre o ônibus que leva até a travessia para a Ilha do Mel, há duas opções: ir para Pontal do Sul, que fica mais longe, mas cuja travessia de barco até a Ilha leva cerca de meia hora, ou ir para Paranaguá, mais perto e cuja travessia de barco leva cerca de 1h30. Quem leva para ambas as cidades é a Viação Graciosa.Eu passei pelas duas situações e não tomaria novamente o trajeto por Pontal do Sul. Primeiro porque fui em alta temporada e peguei um trânsito enorme para chegar lá (até Paranaguá é super tranquilo). Segundo que todos os ônibus que fazem o trajeto até Paranaguá possuem ar condicionado, enquanto por Pontal do Sul não existe essa garantia. Pontos a considerar: se você tolera bem balanço de barco no mar, a travessia mais longa entre Paranaguá e Ilha do Mel não será um problema. Se for baixa temporada, a diferença de tempo entre ônibus x barco para as duas cidades se anula, já que não haverá engarrafamento. Neste caso, leve em consideração preferências pessoais.Descendo do ônibus, vá em direção ao píer de travessia para a Ilha do Mel. Na alta temporada há mais opções de saída e quem faz a travessia é a Abaline. Achei Paranaguá mais bem preparado para receber os passageiros, com rodoviária, restaurantes, lanchonetes, praças. Pontal do Sul não possui toda esta infra. A passagem do barco é comprada na hora. Atenção na hora da compra: o desembarque na Ilha do Mel é feito em dois pontos, Nova Brasília ou Encantadas. Estas são as duas portas de entrada tradicionais da Ilha, distantes cerca de 6 km. No meu caso, fiz a travessia até Nova Brasília, que é onde ficava a minha pousada. Desembarcando, prepare-se para andar um pouco por chão de terra até sua pousada. O ideal é levar pouca bagagem, de preferência em mochilas. Para malas mais pesadas, há transportes em carrinhos de madeira – cerca de 25 reais por carrinho. Ou você esqueceu que na Ilha do Mel não existe carro, ônibus, moto ou mesmo charrete??? Bem-vindo ao paraíso perdido! 🙂

Carros continuam proibidos na Ilha e o único acesso é por barco
Carros continuam proibidos na Ilha e o único acesso é por barco

Serviço:
Ônibus Executivo: http://www.aeroportoexecutivo.com.br/
Viação Graciosa: http://www.viacaograciosa.com.br/
Abalinehttp://www.abaline.com.br/
Mercado Municipal de Curitiba: http://www.mercadomunicipaldecuritiba.com.br/
Para mais opções de como chegar: http://www.pousadaenseada.com.br/como-chegar-na-pousadaenseada/Quer ver opções de hospedagem na Ilha do Mel? Pesquise hotéis aqui por preço, localização, avaliação ou número de estrelas. Atenção, leitor: ao fazer sua reserva de hotel a partir deste link indicado, o Fui, Gostei, Contei receberá uma pequena comissão sem você pagar nenhuma taxa a mais por isso. O Booking.com é um dos parceiros do
Blog e líder mundial em reservas de acomodações. Obrigada pela preferência! 🙂

O Mercado Municipal fica em frente à rodoferroviária de Curitiba
O Mercado Municipal fica em frente à rodoferroviária de Curitiba

Bagagens pequenas e leves facilitam o trajeto até a Ilha do Mel

Mesmo durante o réveillon, a Ilha do Mel, no Paraná, é um destino tranquilo e reservado
Mesmo durante o réveillon, a Ilha do Mel, no Paraná, é um destino tranquilo e reservado

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Leave A Reply