Onde ficar em Helsínquia, capital da Finlândia – Eurohostel

0

Já falei por aqui como a Finlândia é cara. Por isso se planejar por lá é essencial. Eu fiquei em Helsínquia apenas num pernoite para pegar meu voo no dia seguinte cedo em direção a Rovaniemi, por isso procurei um lugar baratex, mas ainda assim com uma qualidade legal.

Pesquisando bastaaaante (não há muitas opções de hostel por lá), encontrei o Eurohostel. Ele não fica exatamente no centrãoooo da cidade, mas a economia valeu muito a pena. Da estação de trem, por exemplo, eu pegava um ônibus e em menos de 15 minutos já estava na porta do Euhostel (os trams das linhas 4 ou 4T ligam o hostel ao centro de Helsínquia, mas o Eurohostel também fica pertinho do terminal de ferries da Viking Line – dá para ir andando).

helsinquia-finlandia-12

O Eurohostel tem um estilão meio padronizado tipo hotel. Muitos andares, corredores compridos, quartos igualmente decorados, tudo num estilo mais formal. Para se ter ideia, são 135 quartos e 255 camas distribuídos em cinco andares! O que lembrava um hostel é que nosso banheiro ficava no corredor e havia uma cozinha comunitária. Não fosse por isso, eu acharia que eu estava me hospedando em um hotel tipo 3 estrelas.

helsinquia-finlandia-9

helsinquia-finlandia-11

Ficamos num quarto privativo para duas pessoas. Há duas categorias a escolher, a Budget Class Backpackers e a Eurohostel rooms, sendo essa última mais renovada e equipada com TV a cabo. Foi onde eu fiquei. Era super direitinha, duas camas de solteiro, um pequeno armário, mesa com cadeira. Apesar de ser um hostel, não há dormitórios grandes, mas eles deram um jeito de ajudar quem está viajando sozinho a economizar. São as Dormitory Beds, quartos para duas pessoas, mas onde você pode pagar apenas por uma cama e dividir o quarto com outra pessoa. Cada um tem o seu locker.

Meu quarto era assim:

helsinquia-finlandia

helsinquia-finlandia-2

helsinquia-finlandia-3

Masssssss o diferencial mesmo no Eurohostel para mim foi a sauna seca! Também já contei aqui no blog sobre a Sauna Finlandesa, uma tradição no país. E lá no Eurohostel você pode ter seu primeiro contato com essa experiência. Pela manhã, a sauna é gratuita para os hóspedes (das 6h30 às 9h30). Já à noite é cobrada uma taxa de 7,50 euros por pessoa para o seu uso (das 16h30 às 21h30). Uma maneira delícia de terminar o meu dia depois de uma viagem longa naquele inverno finlandês!

helsinquia-finlandia-6

No primeiro andar há também um restaurante, onde jantamos em nossa única noite lá. Como era de se esperar na capital Finlândia, mesmo sendo um lugar simples, a comida não era exatamente baratinha estilo de hostel. Comi uma massa simples que custou cerca de 12 euros. E o atendimento era bem ruim, o garçom estava de péssimo humor, errou nosso pedido. Mas, enfim, era a nossa melhor opção por lá – estávamos cansadas e dificilmente encontraríamos algo mais em conta.

helsinquia-finlandia-5

helsinquia-finlandia-8

O café da manhã, não incluído na diária, é gostosinho (e custa 9,50 euros!). Como eu ia sair muito cedo para o aeroporto, eles ofereceram a opção de preparar o meu em uma cestinha para que eu não precisasse viajar em jejum. Gostei do cuidado, e estava bem gostoso.

eurohostel-helsinquia-finlandia

Eu precisei deixar uma mochila grande lá por três dias, enquanto viajei para Rovaniemi, e eles guardaram numa boa para mim sem cobrar nenhuma taxa extra. Foi uma mão na roda, já que eu estava indo de low cost e tinha limite de peso na bagagem de mão.

Para fazer sua reserva no Eurohostel, clique aqui.

Para pesquisar mais hospedagens em Helsínquia, clique aqui.

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Leave A Reply