Onde ficar em Riga, capital da Letônia – Mosaic Hotel

0

No coração do bairro art nuveau de Riga! Foi aqui que escolhi me hospedar em minha viagem à Letônia. E não errei em minha escolha. Fiquei no Mosaic Hotel, numa região bastante tranquila e nada turística, mas ao mesmo tempo a uma curta distância a pé (menos de 15  minutos) de todos os principais pontos turísticos da cidade.

riga-letonia-58

riga-letonia-54

Essas fotos acima são dos prédios incríveis no entorno do Mosaic. Não deixe de visitar a Rua Alberta, a menos de 100 metros do hotel!

E o Mosaic é todo moderninho, novíssimo, limpo, organizado, silencioso e tem recepção 24 horas. É um hotel meio com pegada de hostel. Eu fiquei num quarto privativo excelente, mas com banheiro compartilhado no nosso corredor impecavelmente limpo.

riga-letonia-66

riga-letonia-44

O quarto era confortável, com um pequeno armário e espelho. E tinha até um chocolate em cima da cama, e chinelos descartáveis para cada uma.

riga-letonia

riga-letonia-2

riga-letonia-3

O café da manhã não era incluído na diária, mas é só solicitar na recepção e eles o organizam para você. Eu indico, custa 4 euros e, apesar de simples, é bem gostoso. Ele é servido na cozinha comunitária, que tem também um espaço para socialização, com sofá, livro, revistinhas e tal.

riga-letonia-46

riga-letonia-47

riga-letonia-49

O Mosaic Hotel tem um custo benefício excelente! Pesquise e compare!

Para pesquisar mais hospedagens em Riga, clique aqui.

E leia mais sobre essa minhas aventuras no Inverno Europeu:

Eurotrip: meu roteiro Áustria x Alemanha x Polônia x Países Bálticos x Finlândia x Rússia

Varsóvia, capital da Polônia – o que fazer, onde ficar, o que comer, quanto custa

O que fazer em Berchtesgaden, cidade linda entre a Alemanha e a Áustria

Dicas para um dia em Salzburgo – o que fazer, onde ficar, rola bate-volta

Roteiro de dois dias em Vilnius, capital linda da Lituânia

 

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Leave A Reply