Ilhabela, litoral de São Paulo, tem duas conhecidas praias bem isoladas, onde se chega apenas de barco, carro 4×4 ou em trilhas bem longas. A Praia do Bonete, que fica ao sul da ilha, é uma delas. No início do ano passado eu já havia lido muito sobre paraíso escondidinho e estava planejando uma viagem especificamente para lá. É um lugar bem rústico, sem luz elétrica, com áreas de camping e uma ou outra pousada beeeem simples.

Só que dessa vez em que estive em Ilhabela não fui até Bonete – eu só tinha uma tarde e não daria tempo para fazer a trilha completa e nem valeria ir de barco (o melhor é passar o dia lá). São 12km de trilha apenas para ir, passando por dentro do Parque Estadual de Ilhabela. O início do percurso é feito pela Ponta de Sepituba e há espaço para parar o carro ali (fui no inverno, que é baixa temporada, e só havia um carro além do meu – então não sei como fica no verão). Há três cachoeiras no caminho. Eu fui até a primeira delas, a Cachoeira da Laje, depois de andar uns 2 km.

Parte da Cachoeira da Laje, onde provavelmente ficam os tobogãs naturais de pedra - não fiz o teste
Parte da Cachoeira da Laje, onde provavelmente ficam os tobogãs naturais de pedra – não fiz o teste

Seguro viagem geral 468x60

Para quem não está na disposição de caminhar os 12km, está com grana curta pra pagar o barco ou tem pouco tempo (como foi o meu caso), vale a pena ir até essa cachoeira. É um percurso relativamente tranquilo, de uns 40 a 50 minutos, com algumas subidas e descidas, mas nada muito acidentado. Aconselho a ir de tênis, pois dá mais segurança.

cacheira da laje ilhabela sp-4
Assim é a trilha até a Cachoeira da Laje – algumas subidas e pedras pelo caminho

Leve também uma toalha se for no inverno – a água da cachoeira é um gelo, mas irresistível! Há diversos tobogãs naturais nas pedras, mas com correnteza, então tome cuidado, em especial se estiver sozinho. Houve uma parte em que entrei numa lagoinha, aparentemente inofensiva, mas de onde não consegui sair sozinha e precisei pedir ajuda.

cacheira da laje ilhabela sp
Essa ponte é nova e ajuda a continuar a trilha pro Bonete – antes parece que tinha que atravessar parte da cachoeira pelas pedras
cacheira da laje ilhabela sp-3
Foi nessa lagoinha logo aí embaixo com uma maior correnteza que precisei de ajuda pra retornar à pedra
cachoeira da laje ilhabela sp 2
Ó eu aí pedindo ajuda pra subir a pedra e tentando fazer pose pra foto ao mesmo tempo.. kkkkk – Sim, foi aí que não dava para subir sozinho porque era muito escorregadio! Não subestime a cachoeira

Outra cachoeira que fica nesse percurso até Bonete é a Cachoeira do Aerado, 4km seguindo depois da Cachoeira da Laje. Infelizmente não consegui informação de qual seria a outra cachoeira que fica nesse trajeto também, só li que são três no total. E ainda outra cachoeira que conheci na ilha foi a Cachoeira do Gato, onde fica a praia de Castelhanos, com acesso apenas por carro 4×4 em 22km de estrada de cascalho que cortam Ilhabela de oeste a leste. Mas esse passeio ainda vou contar em outro post! Fiquem de olho.

Agora… se você se animar e quiser encarar os 12km de trilha, saiba que do outro lado te espera uma praia que já foi considerada pelo respeitado jornal britânico The Guardian uma das dez mais bonitas do Brasil! A caminhada completa até lá dura de 4 a 6 horas (apenas para ir, hein!). Apesar de bem marcada, a trilha exige boa forma física para encarar subidas e terreno acidentado.

Outra maneira de chegar é pelo mar, em tradicionais canoas caiçaras ou barcos de passeio. A empresa Maremar Turismo, a mesma que me levou de jeep até a praia de Castelhanos, faz esse percurso –  com embarque no Pier da Praia do Perequê às 10h e retorno às 17h. O preço é sob consulta. Achei o serviço deles impecável! Bonete é habitada pela maior comunidade tradicional caiçara de Ilhabela – 250 pessoas vivem ali sem luz elétrica. O mar tem ondas bem agitadas, que chegam a até 3 metros, e atrai muitos surfistas. Pois é.. Bonete ficou para a próxima!

Atenção, dica indispensável em Ilhabela: use repelente! Sempre e em qualquer situação. Lá tem os famosos borrachudos, que picam mesmo, a picada incha muito, coça pra caramba, incomoda. E vão te fazer lembrar de Ilhabela por ao menos mais uma semana. 😀

Em Ilhabela me hospedei no Hotel Boutique Kalango – ainda vou escrever sobre ele aqui.

Se quiser pesquisar opções e preços de hotéis em Ilhabela, clique aqui.

7 Comentários

  1. Olá, estou pensando em fazer essa viagem sozinha. Gostaria de saber se é possível fazer essa trilha sozinha ou se preciso de algum monitor. Gostaria de saber qual lugar ficou e se você contratou alguma agência para realizar essa trilha, caso tenha contratado, compartilha comigo, por favor! Estou com muita vontade de ir <3

    Me responda por email tbm, por favorzinho

  2. Olá Carla, adorei seu post!, na verdade é a primeira vez que acesso e to super curiosa para fussar em tudo por aqui, Rs’, sobre a trilha eu to querendo muito ir nas minhas férias de fim de ano, e gostaria de saber sobre o Estacionamento Zé da Sepituba, como irei de moto, é seguro para esse tipo de veículo? não tem essas coisas de roubo e taus, é claro que a moto terá alarme, trava e tudo mais, mais queria me sentir mais segura sabendo como é por lá. Muito obrigada!

    • Eii, Regiane! Ahhh, que bom que gostou das dicas <3
      Olha, já faz mais de 2 anos que estive lá e nao teria essa informaçao atualizada pra te passar. Te recomendaria chegar lá e perguntar para as pessoas que moram ali. Espero que você adore Ilhabela!

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui