Onde ficar em Belgrado, na Sérvia – Yolostel hostel design

3

Após minha trip pela Romênia, cheguei a Belgrado, na Sérvia. A viagem entre os dois destinos foi muito longa, com várias conexões, e tudo o que eu queria era um lugar acolhedor e tranquilo. E foi exatamente o que eu encontrei no Yolostel, um hostel design elogiadíssimo no HostelWorld (sempre pesquiso os hostels em que vou ficar nesse site, depois dou uma conferida nas notas dele no Booking.com e no TripAdvisor para ter certeza de que foi uma boa escolha). Detalhe: o nome do hostel vem de YOLO, que significa You Only Live Once (Você só vive uma vez). Pronto. Conquistou o coração da viajante aqui…

Pois bem. Durante a baixa temporada, a recepção do Yolostel não funciona 24 horas. Foi a própria dona, a Nevena, que me recebeu lá para mostrar meu quarto, entregar as chaves e me dar as dicas da cidade. Então minha primeira dica é: se você está indo em baixa temporada (mais ou menos outono e inverno europeus), confirme direitinho com ela o horário que você vai chegar para que ela possa estar lá te esperando. Se houver qualquer mudança de planos, atraso de vôo ou trem, ou algo do tipo, avise por email e combine um novo horário de chegada. Ela estará lá amarradona para te receber. Mas, se for em alta temporada (por volta da primavera e verão europeus), a recepção funciona 24h, então não se preocupe.

belgrado sérvia_-6

E quando eu falei aí em cima que a Nevena estaria te esperando amarradona para o check in no Yolostel, eu não exagerei. Ela é a dona do negócio e toca aquilo ali com uma paixão fácil de perceber. Eu cheguei, coloquei minha mochila no quarto e ela me chamou para um café na cozinha (que é o lugar mais fofo da vidaaaaa). Ela pegou um mapa, perguntou o que eu gostava de fazer, marcou tudinho que ficava ali por perto, indicou cervejarias, mercadinhos, restaurantes, me chamou até para irmos juntas no dia seguinte à Fashion Week de Belgrado (mas infelizmente acabou não rolando). Ficamos ali uma meia hora, perguntei sobre curiosidades da cidade, pedi dicas do que comer. Ela respondeu tudo com o maior prazer. E não fez isso porque sou blogueira não. Ela faz isso com todo mundo que chega ali!

Tipo assim.. eu queria essa cozinha na minha casa!
Tipo assim.. eu queria essa cozinha na minha casa!

Ela é dona do Yolostel com mais uma amiga há apenas dois anos, e o hostel já recebeu alguns prêmios de o melhor da cidade. Com certeza você vai desconfiar disso ao chegar lá. O prédio é bem antigo, o elevador chega a dar medo (todas as vezes eu achava que ele ia travar ou cair, hahahha). Mas aquele lugar sem charme nenhum esconde um hostel design super discreto e fofo. A decoração é um caso de amor à parte. E ele é pequenininho, então passa uma sensação de estar em casa. Eu curti demais!

Fiquei num quarto compartilhado para 8 pessoas (eles também têm quartos privativos suuuuper fofos!). Tinha um janelão para a rua com uma vista incrível no fim da tarde, quando o céu se enche de cores e o sol começa a se pôr. A única coisa que senti muita falta ali foi de ter tomadas individuais ao lado de cada cama – isso é uma mão na roda quando estamos em hostels. E a toalha que eles oferecem é bem pequenininha, tipo toalha de rosto (mas já percebi que isso é bem comum nos hostels desses lados de cá). Se isso te incomoda, traga a sua giga toalha e seja feliz 😀

belgrado sérvia_-40
A luz do quarto não era boa para fotografar, mas dá para ter uma noção do espaço nele
belgrado sérvia_-41
Detalhes na parede
belgrado sérvia_-42
Detalhes engraçadinhos da decoração

Como o Yolostel é pequenininho, ele tem dois banheiros – um apenas para tomar banho (onde fica a máquina de lavar, caso queira usar é cobrado um valor À parte) e outro apenas para outras necessidades. Ambos estavam bem limpinhos. E a vantagem é que neles há espaço para apenas uma pessoa, então você pode levar suas roupas e se arrumar após o banho com mais conforto que em banheiros com vários chuveiros (apenas com a consciência de não ficar horas no banho, pois pode ter alguém esperando para usá-lo :D)

banheiro para tomar banho
banheiro para tomar banho

Por fim, a localização do Yolostel. Excelente!!! Ao lado do Forte de Belgrado, de todos os restaurantes e bares mais badalados, pertinho da orla do Rio Danúbio. No coração da parte antiga da cidade. Fiz tudo a pé, e isso para mim é algo muito importante quando estamos viajando, ainda mais se tivermos tempo curto: estar bem localizado. Você perde menos tempo se locomovendo e gasta menos com transporte público e taxi. Nota 10 pro Yolostel!

Vista do meu quato no Yolostel
Vista do meu quato no Yolostel

Fiquei lá duas noites, mas a verdade é que eu gostaria de ter ficado uma a mais para conhecer mais Belgrado. A cidade é linda e há muito o que ver por lá. Mas é sempre assim.. A gente nunca acha que é suficiente quando se identifica com um lugar.

Para fazer sua reserva no Yolostel, clique aqui.

Para pesquisar mais acomodações em Belgrado, clique aqui.

Para pesquisar mais acomodações na Sérvia, clique aqui.

Atenção, viajante: me hospedei no Yolostel como um convite para conhecer seus serviços e indica-los no blog. Não aceito convites que não tenham o perfil do blog e sou absolutamente transparente em todos os meus relatos. Obrigada pela confiança!

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion3 Comentários

  1. Pingback: Meu roteiro de 2 dias em Belgrado, na Sérvia – o que fazer, onde ficar, quanto custa, é seguro? | Fui, gostei, contei | por Carla Boechat

  2. Ola! Parabens pelo site e pelo post! Vou para belgrado durante 6 semanas fazer um estagio! Gostava de aprender mais servio, sabe-me dizer onde o posso fazer?

Leave A Reply