Dicas para sair do óbvio em Santiago do Chile

3

Hoje vou dar dicas rápidas e diversificadas para quem quer fugir do pacotão turístico numa ida a Santiago. Lugares que fui, gostei e agora conto.

6324644837_2e2675d25d_b
Foto: N. Feans

Bairro Paris-Londres. Lindo e cheio de história! (http://www.tripadvisor.com.br/Attraction_Review-g294305-d2068993-Reviews-Barrio_Paris_Londres-Santiago_Santiago_Metropolitan_Region.html)

DSC01729

Restobar KY. De fora, uma casa comum. Mas por trás do muro está escondido um dos melhores restaurantes de Santiago. Decoração ímpar, comida e bebida impecáveis. (http://www.restobarky.cl/)

Lastarria. Para alguns não é segredo mais. Porém a maioria ainda ignora essa joia chilena. O bairro mais charmoso de Santiago, para passar o dia em restaurantes, galerias, museus, sebos, lojas. (http://www.barriolastarria.com/)

– Comer a tradicional torta tres leches. Experimente e você vai entender. (Indico a do restaurante Como Água para Chocolate, que serve umas três pessoas e é s-e-n-s-a-c-i-o-n-a-l! Essa da foto é de uma cafeteria qualquer, e nem por isso menos gostosa)

DSC01293

– Tomar sorvete. Qualquer um. Em qualquer lugar. Simplesmente porque eles vêm assim:

DSC02018

–  Museo de La Memoria y Los Derechos Humanos. Acredito que não seja tão lembrado pela localização, mas dá para ir de metrô – fica ao lado da estação Quinta Normal. Para ver de perto uma realidade que o Brasil ainda esconde. (http://www.museodelamemoria.cl/)

Pomaire. É uma cidadezinha perto de Santiago que ainda guarda o clima de interior. Aos domingos enche de famílias que vão para passar o dia. Artesanato de verdade e restaurantes simples e com a típica comida chilena – comi um pastel de choclo maravilhoso lá!

DSC02161

Feria Los Dominicos. Delícia de passeio para um sábado. Restaurantes simples, estilo bistrô, lojinhas de artesanato, floriculturas. (http://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g294305-d314527-r137017428-Los_Dominicos_Handicraft_Village-Santiago_Santiago_Metropolitan_Region.html)

DSC01985

Parque Forestal. Ele está bem no meio do caminho, mas muita gente não dá a importância que ele merece. Para caminhar, andar de bicicleta, deitar no gramado impecavelmente limpo. (http://www.santiagodechile.com/parque_forestal_de_santiago_de_chile_3.html)

DSC00817

Maestra Vida. Casa de salsa frequentada por chilenos. Para conhecer e dançar uma salsa de verdade! (http://www.maestravida.cl/)

La Piojera. É feio, mas é um happy hour tradicional. Vá para tomar o drink “Terremoto”. (http://www.lapiojera.cl/)

bar-la-piojera_169680
E você, tem alguma segredinho chilenoCompartilha aqui! 🙂

Quer ver dicas de hospedagem em Santiago do Chile? Pesquise aqui por preço, localização, avaliação ou número de estrelas.

Atenção, leitor: ao fazer sua reserva a partir deste link indicado, o Fui, Gostei, Contei receberá uma pequena comissão sem você pagar nenhuma taxa a mais por isso. O Booking.com é um dos parceiros do
Blog e líder mundial em reservas de acomodações. Obrigada pela preferência! 🙂

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion3 Comentários

  1. Vc se lembra como chama aquele restaurante peruano que ficava perto da sua escola?
    A comida é deliciosa e o preço excelente…
    Bjs e estou amando seus posts..voltando no tempo!!!

  2. Claro, ele era sensacional! Até vi o nome numa das nossas fotos: Restaurant Tierra Norteña! Mas procurei e não consegui encontrar o endereço certinho, aí não coloquei aqui para não confundir ninguém… Aquele, sim, foi um achado, né?! Vou continuar tentando o endereço e atualizo aqui depois!

  3. Pingback: Qual a melhor época de neve para esquiar em Valle Nevado? | Fui, gostei, contei | por Carla Boechat

Leave A Reply