Planejando um fim-de-semana aqui pertinho do Rio, em Paraty, recebi preciosas dicas de uma amiga que mora na cidade histórica sede da FLIP, do Festival da Pinga e de praias maravilhosas. Com a autorização dela, compartilho com vocês. Tem restaurante badalado, cantinhos escondidos, dica de artesanato.

6525930103_aa82c7db4e_b
Foto: beckstei

Ficou curioso? Vai pela Aline Moniz:

*Não dá pra perder:
1-Passeio de barco- Espere o dia com o sol mais lindo, e se prepare para passar o dia todo no mar. É furada sair de saveiro, porque vai muita gente, e em geral farofeiros. Pegue um dos barquinhos no cais principal da cidade, que fica no Centro Histórico, perto da igreja Santa Rita e a Praça da Bandeira. 
Tem uma mercearia por perto, onde você pode comprar varias coisinhas para levar. Um bom roteiro é: Ilha do mantimento- para nadar e ver peixinhos; Ilha Sapeca-costuma ter um bar nessa época; Praia Vermelha- fica mais cheia e tem um restaurante bem na ponta que é uma delícia. 
2-Quiosque BalacoBaco: Fica na praia da Jabaquara. Dá pra ir andando, mas é melhor ir de carro. Próximo ao centro histórico, é bem sinalizado. É o primeiro quiosque da praia. Tem uns futons, musiquinha ambiente delícia e uma caipivodka maravilhosa de maracujá com limão.
3- Restaurante Vila Verde: Fica na Paraty-Cunha. Saindo da cidade, pegando o trevo em direção a Cunha, são 7km. A comida é maravilhosa. Tem um visual lindo mais de serra, uma cachoeira delícia e a comida é incrível. (eu amo o ossobuco com arroz de açafrão!)
4-Bares pela cidade: A cidade tem poucas opções de bares bons. Mas se a ideia é sentar, relaxar e tomar um drink ou uma cerveja com um pouco mais de agito, a dica é o Coupê, bem na esquina da praça da Matriz, em uma das mesinhas da rua. Chopp gelado e ÓTIMOS petiscos. Se estiver superlotado, vale tentar a Miracolo, logo ao lado, que tem pizza no forno a lenha e cerveja bem gelada, além do melhor sorvete da cidade, mega artesanal. O de Gianduia é uma coisa! Na mesma rua tem algumas opções para sentar, relaxar e ver o movimento: Cachaçaria Villa Real e Sarau’s bar são os melhores.
5-Dona Ondina: Restaurante super tradicional, fica na beira do rio Pereque-açu, ainda no centro histórico. Peça a caldeirada. Não tem erro!
6-Na linha mais pé no chão e pra curtir tem um bar mega alternativo, o Sereia Hostel e Bar. Fica no final da praia da Jabaquara. Tem um bando de gringo, música animada e uns drinks gostosos.
7-Cheiro de Camarão: O quiosque na beira da praia da Barra do Corumbê, na Rio-Santos, s/nº – Km 565. Tem uma plaquinha tímida. Vale a pena ir. Comer com o pé na areia o peixe do dia fritinho, uma casquinha de siri e tomar uma caipirinha. Não tem nada melhor. Na saída, vale passar no Café da Barra, tomar um café quentinho com banana frita com sorvete, olhando pra uma das vistas mais lindas da cidade. 
8-Um tour pela minha rua: A Rua Dr Samuel Costa é a mais bacaninha pra passar um tempo. Tem lojas fofas de artesanato, a minha loja (Cosmopolitan!), O Banana da Terra- o melhor restaurante da cidade, e ainda o Café Pingado, com ótimas sobremesas e lanchinhos e ainda a Cachaçaria Emporio da Chachaça, onde se encontra de tudo para levar pra casa… Se for trazer cachaça minha dica é a envelhecida Engenho D’ouro ou qualquer uma da Pedra Branca e Paratiana. Na esquina tbm tem um sorvete ótimo, chama Pistache. E ainda um bar com música à noite chamado Santa Trindade. Fica super animado. Ah! Tem o Bartholomeu, bistrozinho delícia tbm! Vale a ida na Casa da Cultura, tbm no final da Rua, sempre com exposições bacanas.
9-Margarida Café. Na entrada do centro histórico, o restaurante tem ótimas carnes e música ao vivo e ainda um mojito mara!
10-Mais restaurantes: O italiano Punto Di Vino, na praça da Matriz, é super tradicional e delicioso, A creperia La crepe, na minha rua, O Refúgio, perto do cais, com ótimos frutos do mar. No quesito bb tem a esfiharia Camelo. Fica próxima ao centro e à avenida Roberto silveira. Comida gostosinha e uma extensa lista de rótulos de cervejas diferentes. Gosta de thailandês? A dica é o Thai Brasil, na Rua do Commercio, no centro histórico. Não deixa nada a dever a Sawasdee e Nam Thai. 
11-Passeios turísticos: Explorar o Centro histórico. Não deixar de ir conhecer as igrejas da Capelinha, Santa Rita, Rosário e Matriz. Ah! Repare que a cada encruzilhada três esquinas possuem pedras nas paredes, formando o triângulo maçônico, rito muito tradicional na cidade. E ao caminhar pelas ruas de pedras irregulares, repare que nenhuma é reta. Elas são curvas para que, na época da colônia, os exploradores pudessem de esquivar de piratas ao ecoar os minérios. Aconteciam verdadeiras guerras pelas ruas…
Vale a ida ao Forte Defensor também. Primeiro porque a vista é LINDA, e depois porque o lugar é cheio de história. Lá a cidade se defendia dos navios piratas e os canhões originais ainda estão por lá. Fica entre a Praia do Pontal e a da Jabaquara.
*FURADAS: O restaurante Galeria do Engenho e as lojas da Rua do Commercio. Outra furada é ir a Trindade no feriado. Programa de índio, fila pra tudo, irca! Trindade só fora da temporada. 
*Diquinhas exxxxpertaxxxx:
Quer comprar as havaianas mais baratex da sua vida? Esqueça a loja das Havaianas na Rua da Lapa, no Centro. Vá à Feirinha Municipal. Fica colada no centro. Mil e um modelos a precinhos mto mais dignos do que os do Rio. Atrás da Igreja Matriz à noite é montada uma feirinha de artesanato. Dá para fazer bons achadinhos. E as lojas de decor mais originais são a Corumbê e a Terracota. Cada uma tem dois pontos espalhados pelo centro.
 
That’s it!
Serviçohttp://www.paraty.com.br/

Quer ver dicas de hospedagem em Paraty? Pesquise aqui por preço, localização, avaliação ou número de estrelas.
Atenção, leitor: ao fazer sua reserva a partir deste link indicado, o Fui, Gostei, Contei receberá uma pequena comissão sem você pagar nenhuma taxa a mais por isso. O Booking.com é um dos parceiros do
Blog e líder mundial em reservas de acomodações. Obrigada pela preferência! 🙂

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui