Search
Close this search box.

Koh Tao: dicas sobre a menor ilha do Golfo da Tailândia

Mulher sentada em uma pedra em uma praia em Koh Tao, Tailândia

Koh Tao: dicas sobre a menor ilha do Golfo da Tailândia

Koh Tao é uma pequena ilha tailandesa, que de pequena não tem nada. Com uma vibe incrível, praias maravilhosas, entardeceres inesquecíveis e paisagens de tirar o fôlego, a ilha tem atraído cada vez mais viajantes .

Ainda pouco explorada pelo turismo de massa quando em comparação com outros destinos de ilha na Tailândia, como Koh Phi Phi e Phuket, esse é um destino que definitivamente vale a pena adicionar ao seu roteiro pelo país.

Passei uns dias em Koh Tao, e neste artigo reuni todas as dicas que você precisa para aproveitar essa ilha tailandesa super charmosa. Confira! 

Informações gerais sobre Koh Tao, Tailândia

Mulher na frente a uma paisagem paradisíaca em uma ilha tailandesa

Koh Tao, que em tradução para o português significa “Ilha da Tartaruga”, fica localizada na região leste do Golfo da Tailândia.

Dizem que a ilha recebeu esse nome por ter um formato semelhante ao de uma tartaruga quando vista a partir de Koh Phangan, sua vizinha. 

A ilha faz parte de um arquipélago de três ilhas principais, que inclui Koh Samui, Koh Phangan e Koh Tao.

Koh Tao é a menor das três e tem uma extensão de cerca de 21 km², o que significa que você consegue percorrê-la muito rapidamente, principalmente se alugar uma moto.

Essa ilha na Tailândia, apesar de pequena, oferece muitas atividades aos viajantes, como o mergulho, além de contar com uma beleza natural incrível, clima quente e praias maravilhosas.

Como chegar em Koh Tao?

Mulher carregando um mochilão em um píer em Koh Tao.

As principais formas de chegar em Koh Tao são a partir de Chumphon ou Surat Thani. Você pode sair de Bangkok, por exemplo, e ir por terra em direção a uma dessas cidades. 

De lá, é necessário pegar um barco ou uma balsa (ferry boat) para chegar nas ilhas do Golfo da Tailândia. 

No meu caso, eu parti de Bangkok por terra e peguei um trem noturno até Chumphon, que custou 858 BTH (cerca de 22 EUR) em segunda classe, com cama e ar condicionado. 

Sugestão: recomendo muito comprar a passagem de trem com ar condicionado. Na Tailândia faz muito calor e sem ar condicionado, a viagem pode ser muito desgastante.

O trajeto durou cerca de 12h e eu comprei a passagem pelo site 12go.asia. Chegando em Chumphon, peguei um ferry até Koh Tao, que custou 750 BTH (cerca de 19 EUR). A viagem até a ilha durou aproximadamente 2h30.

Onde ficar em Koh Tao?

Apesar de ser uma ilha pequena, existem muitas opções de hospedagens em Koh Tao. Eu fiquei em duas hospedagens: no 8 Homestel Hostel e na Sairee Center GuestHouse.

Confira mais detalhes sobre elas e outras opções de hospedagens!

8 Homestel Hostel

Não recomendo o 8 Homestel Hostel, porque apesar de ser o mais econômico que encontrei, o custo-benefício não compensou. 

Esse hostel fica bem localizado perto do porto e as diárias eram a partir de 282 BHT (7 EUR) por noite em quarto privado para duas pessoas – sim, bem barato. 

Contudo, a acomodação em si, e principalmente o banheiro, eram bem ruins. Nossa descarga ficava vazando água, por exemplo. Então, decidimos mudar de hospedagem. 

Por isso, não recomendo que vocês fiquem lá, mas mesmo assim, quis compartilhar a experiência para sugerir que vocês evitem, até porque, a nota da acomodação no Booking é de 6.1/320 avaliações.

Sairee Center Guest House

Mudei de hospedagem e fui para o Sairee Center Guest House, lá fiquei por 5 noites. Pessoalmente conseguimos negociar para pagar 400 BTH (10 EUR) cada noite, também em quarto privado. 

No Booking, as diárias são a partir de 10,50 EUR por noite em quarto compartilhado.

Essa hospedagem fica no centro, na região da praia de Sairee – a praia mais popular e uma das mais bonitas da ilha.

Inclusive, gostei mais dessa região, já que dava para fazer muita coisa a pé. Tinham barzinhos, restaurantes e lojas facilmente acessíveis nas redondezas e em 2 minutos andando chegava na praia. 

O quarto era espaçoso e bem fresco – coisa rara no verão tailandês. Tinha apenas ventilador, e foi suficiente para nós. 

Nessa acomodação, dava para pagar um valor extra para usar o ar condicionado, mas o preço quase dobrava (isso é bem comum na ilha).

A nota no Booking é de 7.6/156 avaliações. 

Mais opções de hospedagem em Koh Tao

Além da hospedagem que eu fiquei e recomendo, aqui vão outras sugestões para ficar na ilha, todas com avaliações acima de 8.0 no Booking:

Como é o clima em Koh Tao? Quando visitar a ilha?

O clima da ilha é tropical, e as estações sempre contam com o calor constante típico da Tailândia. No período de monções, você também encontra bastante umidade. 

Entretanto, o período após a temporada de chuvas oferece um clima mais ameno e agradável, sendo normalmente a melhor época para ir a Koh Tao, mesmo sendo a alta estação. 

Esse período vai de novembro a fevereiro – a estação mais recomendada para visitar a Tailândia no geral.

Mas não descarte totalmente a temporada das monções, pois pode ser que você pegue dias lindos com pouca chuva e um preço mais em conta em tudo que for fazer. 

A desvantagem é que por conta das chuvas nessa época, nem sempre é possível fazer algumas atividades, como passeio de barco ou mergulho.

Então, a dica é: pegue essas informações e avalie qual é a melhor época para ir de acordo com o suas prioridades e estilo de viagem. 

Se quer economizar, vá na baixa estação (monções), se não quer pegar chuva de jeito nenhum, vá na alta estação (novembro a fevereiro). Eu fui em Junho, época de chuvas, e peguei dias de sol ou nublados. Mas nenhum dia de chuva.

Como se locomover pela ilha?

Homem e mulher em uma moto em uma ilha na Tailândia

Apesar de ser a menor das três ilhas, Koh Tao tem bastante inclinação. Por exemplo, para chegar em várias praias tem bastante morro. 

Além disso, não há transporte público, e pelo fato de ser uma ilha, você não vai encontrar calçadas para caminhar. 

Então, apesar de possível, o deslocamento a pé pela ilha pode ser desgastante para algumas pessoas, tornando a locomoção sem transporte próprio um pouco complicada.

A solução mais comum entre os turistas é alugar uma moto – na Tailândia é bem fácil e relativamente econômico fazer isso. 

No meu caso, por exemplo, paguei 200 BTH (cerca de 5 EUR) por diária para alugar uma moto pelo período que fiquei na ilha. 

No local que eu fui, dava até para negociar por menos se alugasse por mais dias. Outro detalhe desse processo é que eles sempre pedem para deixar o passaporte como garantia.

O que fazer em Koh Tao?

Muitos viajantes vão a Koh Tao para praticar mergulho, mas a ilha oferece muitas outras opções de atividades para curtir esse destino paradisíaco.

Confira o que fazer Koh Tao, Tailândia!

Fazer mergulho ou snorkeling

A prática de mergulho atrai viajantes do mundo todo a Koh Tao. A ilha é um dos melhores pontos de mergulho do mundo e conta com uma vida marinha maravilhosa. 

Assim, se você gosta de mergulhar ou tem planos de tirar alguma certificação de mergulho, Koh Tao pode ser o local ideal para essa prática. 

A ilha está repleta de escolas de mergulho, que oferecem práticas desde o batismo (primeiro mergulho) até certificados de Open Water ou outros mais avançados.

Eu acabei não fazendo, pois tenho asma e rinite e confesso que ainda não me sinto tão confortável para fazer. 

Mas dois amigos fizeram o curso de Open Water com a Pura Vida Diving e amaram. Disseram que o guia era argentino, super gente boa e falava até português. Essa empresa nos foi muito bem recomendada.

Caso você, assim como eu, não queira fazer mergulho, ainda há a chance de ver a incrível vida marinha da região com a prática de snorkeling, que também é muito comum na ilha.

Curtir as praias incríveis

As praias são uma das principais atrações de Koh Tao, afinal, é uma ilha, certo?! Existem diversas praias lindas, com cenários paradisíacos de tirar o fôlego. 

Algumas são mais conhecidas, outras ainda nem foram tão desbravadas. Mas antes, vamos a algumas dicas sobre as praias que acho válido mencionar.

Em Koh Tao, você encontra praias tanto pagas quanto gratuitas. Então, é importante ficar atento(a) a isso na hora de escolher quais praias explorar. 

Uma das praias que fui (Freedom Beach), é paga, mas, sem querer, eu acabei entrando sem pagar. Mas para ter uma base, acredito que o valor para acessá-la era de 100 BHT (cerca de 2,60 EUR) por pessoa.

Uma sugestão para facilitar a escolha é que você busque praias com sol poente. Os entardeceres no mar das praias tailandesas são um cartão postal do país e vale muito a pena viver essa experiência estando lá.

Em Koh Tao, eu visitei as seguintes praias:

  • Freedom Beach (paga);
  • Sairee (gratuita);
  • Sai Nuan (gratuita);
  • Ao Leuk (gratuita);

Outras opções que acabei não conseguindo ir, mas que são bem recomendadas:

  • Mango Bay (não é recomendado ir em veículo próprio, precisa fazer uma trilha para chegar);
  • Mae Haad;
  • Haad Tien – Shark Bay;
  • Chalok Baan Kao.

Fazer passeios de barco

Em Koh Tao, também é possível fazer passeios de barcos para conhecer regiões pouco acessíveis da ilha, ilhas menores ao redor e desfrutar do incrível Golfo da Tailândia.

É importante mencionar que na época das monções, você pode não encontrar passeios de barco, já que muitos reduzem as atividades devido à chuva do período.

Desbravar a ilha parando nos mirantes

Outra atividade bem comum em Koh Tao é simplesmente desbravar a ilha e ir parando nos diversos mirantes que existem por lá para curtir a paisagem e tirar belas fotos. 

Se você alugar uma moto, o rolê fica ainda mais legal de se fazer. Recomendo bastante!

Uma dica é utilizar o Maps.me para se guiar. O aplicativo mostra algumas trilhas curtas e mirantes bacanas que valem a pena parar para tirar fotos e admirar a ilha de cima.

Curtir a vida noturna da ilha

Mesmo sendo uma ilha, a vida noturna em Koh Tao é bem animada. Na região de Sairee, por exemplo, você encontra diversos bares, restaurantes e locais para curtir a noite.

Se buscar mais a fundo, pode ser que você encontre festas na praia ou na selva. Nesse caso, vai depender da época que vai à ilha. 

De qualquer forma, se quiser mudar a atmosfera de praias e sol o dia inteiro, vale sair para aproveitar a noite animada em Koh Tao. Afinal, barzinhos com uma vibe legal é o que não falta na ilha.

Restaurantes legais nessa ilha na Tailândia

Gostei de vários restaurantes em Koh Tao e acredito que vale a pena passar a dica para vocês. Aqui vão algumas sugestões de onde comer na ilha:

  • Bella Thai Food: uma opção um pouco mais cara do que o normal do lugar, mas ainda assim, com um preço bom. Pedi o fried rice green curry com tofu, um prato bastante apimentado, e estava muito bom. Custou 120 BHT (cerca de 3 EUR).
  • Mama Tam: excelente restaurante de comida local e barata, fica bem cheio, mas só abre no fim da tarde. Gostei demais do Pad See Ew que comi lá.
  • Yang Restaurant: lá foi onde eu comi as porções mais bem servidas da viagem, e muito saborosas! Amei o mango sticky rice. Os pratos custavam em torno de 100 BTH (cerca de 2.50 EUR). Eles também vendem uma espécie de cocada caseira deliciosa, que custava apenas 10 BTH.
  • Barracas de rua: recomendo muito as barracas de rua para comer comidas locais, frescas e muito baratas. Especialmente à noite, você encontra bastante opções. Comi muitos crepes por lá, tanto doces, quanto salgados e gostei bastante. Os pratos custam a partir de 50 BTH. Além disso, na rua do meu hostel em Sairee tinha uma moça vendendo Pad Thai (apenas para take away) por preços a partir de 50 BTH. Muito barato, delicioso e super recomendado.

Vale a pena conhecer Koh Tao?

Koh Tao é uma ilha encantadora com muitas coisas legais para fazer e que tem seu charme por ser pequena e relativamente menos cheia de turistas do que outras ilhas na Tailândia.

Adorei minha estadia por lá e super recomendo adicionar esse destino na sua viagem pela Tailândia. 

Com essas dicas, será mais fácil organizar seus dias em Koh Tao para curtir o máximo que conseguir. Espero que tenha gostado desse conteúdo!

Leia também:

Índice

Leia os artigos + recentes

Garanta 10% off com a FGTrips!

Conhece meu Guia do Deserto do Atacama?

Me segue no Instagram:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *