Graças à sua intensa atividade vulcânica, o Chile tem mais de 270 fontes de águas termais em seu território. Muitas dessas termas naturais estão localizadas em meio à exuberantes florestas ou aninhadas aos pés de montanhas nevadas. Algumas tiveram o curso das suas águas captadas por complexos turísticos e hoteleiros, que oferecem modernos spas e centros de relaxamento. Outras tantas sequer foram exploradas e se encontram em meio à natureza intocada.

Seja como for, entrar em águas cuja temperatura é superior aos 30º C e desfrutar de todas as suas propriedades relaxantes e terapêuticas é uma das experiências mais prazeirosas que o Chile tem a proporcionar.

A seguir listamos 10 das termas naturais mais interessantes do Chile. Privilegiamos piscinas que estão inseridas em seu ambiente natural e que potencializam as belezas do seu entorno.

Termas Los Pozones

Situado a 36km de Pucón, Los Pozones é uma das termas naturais mais populares dessa região. Isso graças à facilidade de acesso! É possível chegar de ônibus, sem a obrigatoriedade de contratar um passeio com as agências locais. Lá você encontra 5 poças rústicas, construídas com as pedras do Rio Liucura, que corre ao lado. As temperaturas variam entre 35º e 42º C. As termas funcionam todo o ano e estão habilitadas para visitas de dia e de noite. A minha experiência noturna em Los Pozones foi simplesmente fantástica!

Termas Geométricas

Essas são, sem dúvidas, uma das termas naturais mais famosas do país. Passarelas vermelhas adentram por meio quilômetro uma quebrada com uma vegetação de um verde intenso, criando um belíssimo cenário de cores contrastantes, enevoado pelo vapor d’água. As Termas Geométricas são um projeto do arquiteto Germán del Sol, que utilizou apenas madeiras, pedras e outros materiais naturais em sua composição.

São mais de 60 nascentes termais nos arredores, algumas brotando do solo com mais de 80º C. Mas calma, as 20 piscinas têm temperatura controlada entre 35º e 45º. O acesso é bastante difícil, mas, por ser uma atração popular, inúmeras agências de Pucón organizam excursões. Me lembro de ter estado lá no Inverno de 2011 e é uma das experiências mais memoráveis que tenho!

Termas El Rincón

Igualmente isoladas, as Termas El Rincón são vizinhas das Geométricas, no meio do Parque Nacional Villarrica, a cerca de 20km do povoadinho de Coñaripe, que, por sua vez, está a 65km de Pucón. No entanto, essas termas naturais não são tão reputadas e quase nenhuma agência oferece passeio para cá.

Se você conseguir vencer o acesso complicado, terá à sua disposição três poços naturais e 5 tinas de madeira. Todas abastecidas pelas águas aquecidas do riacho que ali corre. O ruído da cachoeira em meio ao denso bosque torna a experiência ainda mais relaxante.

Termas de Puritama

Um verdadeiro oásis no meio do Deserto de Atacama, situado a mais de 3.500m de altitude e a 30km de San Pedro! As Termas de Puritama também são obra do arquiteto Germán del Sol e tem as mesmas icônicas passarelas vermelhas. A diferença é a paisagem árida e as plantas características desse vale, conhecidas como cola de zorro.

Ao todo, são 8 piscinas naturais com temperaturas mornas, que variam entre os 28º e 35ºC. Aliás, o nome das termas vem do kunza, a língua atacamenha, e significa literalmente águas (puri) quentes (tama). É um passeio perfeito para descansar depois de uma intensa programação no Atacama.

Nós temos esse e outros passeios no Deserto Atacama! Para mais informações, nos escreva no contato@fuigosteitrips.com.br. Nosso atendimento é em português!

Termas de Polloquere

Essa é uma das termas naturais que você com certeza terá só para você. Situado no Salar de Surire, no Parque Nacional Lauca, a 120km da cidade de Putre, esse lugar é tão desértico que é necessário avisar a CONAF (Corporación Nacional Forestal) se você for dar umas bandas por lá.

A única forma de chegar é de carro e não espere contar com nenhum tipo de infraestrutura. Em compensação, o visual… São duas lagunas de um intenso turquesa com pontos onde a temperatura pode chegar a 60ºC. Rodeadas por montanhas e por uma rica flora e fauna!

Termas de Colina

Com águas termais provenientes do interior do vulcão San José, na região andina de Cajón del Maipo, um dos melhores passeios de Santiago, as Termas de Colina estão dispostas num terraço em desnível, formado por depósitos calcários erosionados pela passagem das águas.

Nas nascentes chega-se a medir mais de 70º C, mas a temperatura vai diminuindo conforme a água desce de uma piscina para a outra. Na última delas, o calor mal ultrapassa os 25º C. A lama vulcânica presente nas poças é um ótimo tratamento para a pele, apesar do intenso odor a enxofre.

Nós temos esse e outros passeios em Santiago! Para mais informações, nos escreva no contato@fuigosteitrips.com.br. Nosso atendimento é em português!

Termas de Puyuhuapi

Situadas na Bahía Dorita às margens de um fiorde, as Termas de Puyuhuapi estão imersas nos cenários patagônicos da Carretera Austral, um dos lugares mais interessantes do Chile. Rodeadas por bosques nativos, as águas das piscinas naturais vêm do mar, de cachoeiras e de fontes termais cuja origem é o vulcão Melimeyu.

Para chegar lá, o aeroporto mais próximo é o de Coyhaique, principal centro urbano da região, a 215km de distância. É necessário percorrer a distância de carro mais 15 minutos de lancha até o Puyuhuapi Lodge, que administra as termas. Não é obrigatório se hospedar no complexo para desfrutar do espaço, basta contratar passes day use. Vários tratamentos estéticos e de relaxamento são oferecidos pelo spa.

Termas de Pichicolo

Também na região de Aysén, em uma das remotas localidades da Carretera Austral, as Termas de Pichicolo estão na comuna de Hualaihue, a apenas 9km do povoado de Hornopiren. Caminhos de madeira nativa sobre a vegetação sempre verde conduzem a piscinas rústicas, integradas ao ambiente. Depois de relaxar nas águas quentes, dá pra ter um choque térmico mergulhando no rio gélido que corre ao lado.

A infraestrutura é um tanto limitada: há banheiros e duchas disponíveis, porém distantes das piscinas. E não há nenhuma oferta de lanches ou bebidas no local.

Termas de Chillán

Chillán é o destino perfeito para quem quer toda a comodidade de relaxar nas águas termais de um gigantesco complexo de inverno, com estações de esqui, hotéis de montanha, piscinas termais e spas para estética e relaxamento, além de dezenas de cafeterias, bares e restaurantes.

Cercado pelas montanhas da região andina de Bio Bio, os dois resorts desse destino, o Nevados de Chillán e o Gran Hotel Termas de Chillán, oferecem piscinas termais cobertas e ao ar livre, de diferentes tamanhos e temperaturas (entre 27°C até os 65°C). Algumas piscinas tem, inclusive, bares com drinques e comidinhas, para garantir relaxamento total enquanto se aprecia a beleza da cordilheira. Estive em um desses hotéis em 2011 e a sensação de estar dentro da piscina de água quentinha com neve caindo sobre a sua cabeça é indescritível!

Termas de Laguna Verde

Considerado o vulcão mais alto do mundo, com 6.893m de altura, o Ojos del Salado é o guardião da Laguna Verde, uma belíssima lagoa com impressionantes tonalidades de turquesa. Em sua margem sul, separada das águas salobras e frias dessa laguna por um conjunto de pedras, está uma nascente de águas termais, aquecida pelo magma deste que é um dos vulcões mais ativos do país.

Não por acaso, montanhistas são os principais frequentadores dessas termas. São perfeitas para relaxar após expedições pelo parque nacional, localizado a 245km da cidade de Copiapó.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui