Roteiro Egito: 5, 7, 15 ou 20 dias de viagem

Mulher na frente das Pirâmides de Gizé em Roteiro no Egito

Roteiro Egito: 5, 7, 15 ou 20 dias de viagem

Está pensando em conhecer o Egito e quer dicas para montar um roteiro de viagem completo pelo país das pirâmides milenares? Neste artigo, compartilho sugestões de roteiro no Egito para uma viagem de 5, 7, 15 ou 20 dias.

O Egito é um país surpreendente para viajantes e oferece uma experiência particular a cada turista que vai ao país.

Durante minha passagem de quase um mês por lá, pude coletar várias dicas, aprender mais sobre a cultura egípcia e captar insights que agora compartilho com vocês. 

Neste artigo, saiba tudo que você precisa para ter uma viagem inesquecível pelo Egito com um roteiro que se adeque ao seu estilo de viagem. Acompanhe!

Informações gerais sobre o Egito

O Egito remonta civilizações milenares e é o plano de fundo de histórias importantes para o mundo. 

Cheio de lugares lindos, paisagens imponentes, pirâmides, tumbas de faraós, sítios arqueológicos, desertos, praias, montanhas, entre tantas outras particularidades, esse país certamente ativa a curiosidade de um viajante que busca aventuras.

A história da civilização egípcia é tão antiga que o país é considerado um dos berços da civilização. 

O legado deixado por esses povos atrai até hoje a atenção de estudiosos, exploradores, arqueólogos, curiosos e aventureiros de todo o mundo que buscam entender como viviam esses povos e o que deixaram para as gerações futuras.

Alguns elementos que marcam a cultura egípcia são as habilidades com a escrita em uma época em que esse conhecimento era muito novo ou quase inexistente.  

Além das habilidades arquitetônicas desse povo que há milhares de anos conseguiram criar monumentos imponentes que hoje são considerados patrimônios da humanidade. 

O Egito está localizado na África Setentrional, tem uma população de cerca de 100.000 milhões de habitantes e um governo no modelo de república presidencialista. 

O idioma oficial é o árabe e o país tem como religião prevalente o islamismo. Já a moeda oficial do Egito é a libra egípcia (EGP).

É seguro viajar pelo Egito sendo mulher?

Mulher com vista do alto do Monte Sinai, no Egito

O Egito não é o país mais fácil de se viajar, especialmente sendo mulher e viajando sozinha, mas também não é o mais difícil, pois tem um povo muito hospitaleiro. O país tem uma vibe bem caótica e portanto é preciso ter jogo de cintura o tempo todo ao lidar com as situações cotidianas.

Quando fui, não estava sozinha, meu companheiro estava comigo, então acho que fez diferença na minha experiência geral. 

Contudo, não tive nenhum problema relacionado à segurança. Inclusive, fiz vários passeios e caminhadas sozinha e foi tranquilo.

Viajar pelo Egito requer um constante alinhamento de expectativas em muitos aspectos: desde as hospedagens, até a cultura da “negociação” para tudo. 

Assim, é preciso ter os cuidados básicos de segurança sendo mulher e manter uma postura atenta ao que está ao seu redor. Minhas principais dicas são evitar viajar em transporte público durante a noite e privilegiar visitar destinos mais turísticos se estiver sozinha.

Qual é a melhor época para viajar para o Egito?

O Egito é um país quente e desértico, então, programar sua viagem para uma das meias estações – primavera e outono – é uma boa alternativa para fugir do calor extremo. 

O inverno também é uma boa estação para viajar para lá. Inclusive, era inverno quando visitei o país em dezembro de 2022. 

Não passei muito frio e portanto acho que foi uma ótima escolha para viver a experiência de conhecer o país sem passar tanto calor. 

Assim, recomendo que você se programe para ir ao Egito de outubro até abril/maio, nas estações de outono, inverno e primavera.

Como é se locomover no Egito?

Diferentemente de Israel, onde o transporte público funcionava muito bem, o Egito, assim como em outros aspectos, tem um sistema de transporte público meio caótico.

Os meios de transportes como ônibus e trens não são muito limpos e nem confortáveis, o que torna mais complicada a locomoção pelo país.

Além disso, o país é muito grande, então, acaba sendo uma experiência desgastante viajar por lá, pois as distâncias são longas e o conforto dos transportes não é dos melhores.

Para quem viaja sem muita economia, existem as opções de viajar pelo país em cruzeiros pelo rio Nilo ou pegar aviões, por exemplo, que podem ter uma estrutura melhor.

Quantos dias ficar no Egito?

O Egito tem muitas cidades e atrações incríveis para se conhecer e, por ser um país grande, é necessário portanto ter alguns dias para explorar bem a região. 

Assim, o mínimo de 7 dias é o recomendado para viajar por lá. Porém, é possível organizar uma viagem de 5 dias, por exemplo, onde você vai conhecer menos lugares e de forma mais rápida.

Eu viajei pelo país por quase um mês e pude conhecer muitos lugares, de norte a sul, sem correria. 

Então, recomendaria uma média de 10 a 15 dias de viagem para ver as principais cidades sem precisar correr tanto e aproveitar melhor.

Veja a seguir, então, a lista das cidades que considero interessantes de adicionar ao seu roteiro no Egito!

Que cidades conhecer no Egito?

Como mencionei, dá para conhecer muitas cidades incríveis ao montar um roteiro no Egito. Veja algumas que eu recomendo:

Cairo e Gizé

Cairo é a principal porta de entrada no país, além de ser a capital do Egito. A cidade tem uma vibe caótica e desorganizada, mas também fica perto de um dos locais mais buscados por turistas que visitam o país: as Pirâmides de Gizé. 

Gizé fica bem próximo de Cairo, e é onde está localizado o complexo das pirâmides. Assim, vale a estadia tanto em Cairo quanto Gizé por alguns dias para conferir o que esses lugares têm de melhor a oferecer.

Leia o guia completo com dicas sobre como programar sua visita às Pirâmides do Egito

Aswan e Luxor

Aswan e Luxor são duas cidades localizadas no sul do Egito, que beiram o Rio Nilo. Por essa razão, muitos turistas decidem fazer o trajeto até elas em um cruzeiro, que dura em torno de 3 a 4 dias.

Entretanto, existem outras formas de chegar nessas cidades, como trens, ônibus e avião. Assim, cabe a você analisar qual é o meio que faz mais sentido para você.

As duas são muito turísticas e pela minha percepção são aqueles tipos de lugares que atraem o turismo de massa, o que não é muito o meu estilo de viagem. 

Mesmo assim, existem muitas atrações interessantes nas duas cidades como o Philae Temple, o Vale dos Reis, o Templo de Karnak, etc.

Além disso, no artigo que fiz sobre Aswan e Luxor, compartilhei meu relato e de outras pessoas que me enviaram sobre como chegar a essa região do Egito, já que é bem longe, desgastante e existem muitas maneiras de fazer. 

Recomendo essa leitura para conferir mais detalhes sobre essas cidades: Aswan e Luxor: como chegar + dicas.

Marsa Matrouh e Oásis de Siwa

Localizado no deserto do Saara, o Oásis de Siwa me proporcionou um dos melhores momentos da minha viagem pelo Egito.

Siwa é uma cidade bem antiga e já foi um importante centro comercial dessa região. Hoje é conhecida pela produção de azeite e tâmaras, suas paisagens desérticas, suas tumbas e ruínas, e claro, suas lagoas de sal e suas incríveis águas termais.

Não é o destino mais óbvio do Egito, mas eu definitivamente recomendo a ida se você tiver um pouco mais de tempo para viajar. 

Como a cidade é bem longe do Cairo (cerca de 500 km em uma longa viagem por terra), eu fiz uma parada estratégica em uma cidade de praia menos turística do Egito – Marsa Matrouh, e também recomendo a visita.

Alexandria

Outro destino muito buscado no Egito, Alexandria é uma das cidades que normalmente está incluída nas rotas turísticas pelo país. 

Eu acabei não indo à cidade, mas sei que é um local com vários pontos interessantes para se conhecer, como a famosa Biblioteca de Alexandria. 

A cidade foi fundada ninguém menos que Alexandre, o Grande, além de ter sido o local onde a rainha Cleópatra mantinha seu trono.

Recomenda-se em torno de 1 a 2 dias para se conhecer os principais pontos de interesse de Alexandria.

Dahab

Mulher em praia de Dahab, Egito

Dahab é um dos destinos que mais tem ganhado popularidade no Egito, principalmente na comunidade de nômades digitais. 

A cidade tem tudo que uma pessoa que busca um refúgio em meio ao caos do Egito precisa: uma vibe de cidade pequena e praiana, bons cafés e restaurantes, melhor conexão com a internet, paisagens incríveis e um bom custo benefício.

Esse era um dos destinos que mais queria conhecer e valeu muito a pena. Aproveitei o tempo lá, por exemplo, para adicionar o Monte Sinai – outro local imperdível no país – ao meu roteiro no Egito.

Leia o artigo completo sobre essa cidade imersa na Península de Sinai: Dahab – um paraíso no coração do Mar Vermelho.

Extra: Sharm-El-Sheik

Se você curte a vibe de resorts, Sharm-El-Sheik, que fica próximo a Dahab, então é o local ideal para você ir aproveitar uns dias de resort imerso no Mar Vermelho.

Eu não fui, mas pode ser uma boa opção caso esse seja seu estilo de viagem. Acredito que muitos resorts da região utilizam o regime “all inclusive”. 

Roteiro Egito para 5 dias

Um roteiro de 5 dias pelo Egito me parece uma viagem um tanto “corrida”, mas se essa quantidade de dias é tudo que você tem, aqui vai uma sugestão de roteiro pelo país: 

Cairo e Gizé (3 dias)

Contendo uma das atrações mais buscadas do Egito, é inevitável passar alguns dias em Cairo e Gizé e conhecer o incrível complexo de Gizé onde estão as Pirâmides do Egito.

Assim, vale a pena dedicar uns dias para essas duas cidades, conhecer o complexo e aproveitar para fazer outras atividades na caótica, na interessante Cairo, como:

  • Passear de barco no Rio Nilo;
  • Jantar em um Rooftop de frente para as Pirâmides do Egito;
  • Conhecer o mercado Khan El Khalili;
  • Visitar os museus: Grande Museu Egípcio e Museu Egípcio, etc.

Luxor ou Alexandria (2 dias)

Depois dos seus dias em Cairo e Gizé, restam ainda dois dias para conhecer outra cidade. 

Entre as mais populares, eu recomendaria Luxor ou Alexandria. Alexandria está mais próxima de Cairo, a cerca de 250 km de distância. Já Luxor fica mais distante, no sul do país, a uma média de 650 km da capital. Portanto, considere ir de avião para ganhar tempo de deslocamento.

Em Luxor, você pode:

  • Visitar o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas;
  • Conhecer os principais templos da cidade: Templo de Karnak e o Templo de Hatshepsut. 

Em Alexandria, alguns pontos de interesse são:

  • A Biblioteca de Alexandria;
  • Cidadela de Qaitbay;
  • Corniche de Alexandria, etc.

Roteiro Egito para 7 dias 

Se você tem mais alguns dias no Egito, então pode adicionar ao seu roteiro a cidade de Aswan, que é uma cidade próxima de Luxor e está sempre presente nos roteiros mais populares de viagem pelo Egito.

Cairo e Gizé (3 dias)

Em Cairo e Gizé, você pode manter o mesmo roteiro da viagem de 5 dias, que seria: 

  • Passear de barco no Rio Nilo;
  • Jantar em um Rooftop de frente para as Pirâmides do Egito;
  • Conhecer o mercado Khan El Khalili;
  • Visitar os museus: Grande Museu Egípcio e Museu Egípcio, etc.

Luxor e Aswan (4 dias)

Em Luxor, você pode também pode manter o mesmo roteiro da viagem de 5 dias:

  • Visitar o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas;
  • Conhecer os principais templos da cidade: Templo de Karnak e o Templo de Hatshepsut. 

Já em Aswan, alguns pontos de interesse são:

  • Philae Temple;
  • Barragem de Aswan;
  • Nubian Village; e,
  • Unfinished Obelisk.

Lembrando que para Aswan e Luxor, é possível fazer um cruzeiro de 3 a 4 dias que desce o Rio Nilo – uma viagem diferente, mas que pode ser interessante para quem curte esse estilo de viagem.

Roteiro Egito para 15 dias

Em um roteiro de 15 dias, você consegue adicionar outras cidades além das mencionadas anteriormente, como a praia de Marsa Matrouh e o Oásis de Siwa.

Uma sugestão de roteiro no Egito para 15 dias seria então:

Cairo e Gizé (3 dias)

Alguns pontos de interesse são:

  • Passear de barco no Rio Nilo;
  • Jantar em um Rooftop de frente para as Pirâmides do Egito;
  • Conhecer o mercado Khan El Khalili;
  • Visitar os museus: Grande Museu Egípcio e Museu Egípcio, etc.

Aswan e Luxor (4 dias)

Em Aswan e Luxor, você pode conhecer:

  • Visitar o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas (Luxor);
  • Conhecer os principais templos da cidade: Templo de Karnak e o Templo de Hatshepsut (Luxor);
  • Philae Temple (Aswan);
  • Barragem de Aswan;
  • Nubian Village (Aswan); e,
  • Unfinished Obelisk (Aswan).

Alexandria (2 dias)

Em Alexandria, você pode visitar:

  • A Biblioteca de Alexandria;
  • Cidadela de Qaitbay;
  • Corniche de Alexandria, etc.

Marsa Matrouh + Oásis de Siwa (5 dias)

Marsa Matrouh é uma praia no Mar Mediterrâneo, fizemos uma parada lá antes de chegar em Siwa, o que foi ótimo para “quebrar” a viagem que era muito longa até o Oásis. No entanto, você também pode ir direto para Siwa saindo do Cairo se preferir.

No Oásis de Siwa, você pode conhecer várias atrações por conta própria ou por exemplo fazer algumas com um guia. Veja algumas opções:

  • Mountain of the Deads;
  • Templo de Amon;
  • Fortaleza Shali;
  • Cleopatra Bath;
  • Salt Lakes;
  • Banho nas águas termais (eu fui no Hayaat Siwa Hot Spring), etc.

Roteiro Egito para 20 dias

Se você, assim como, planeja passar bastante tempo no Egito, um roteiro de 20 dias pode incluir todas as cidades mencionadas anteriormente e ainda adicionar uma outra, como Dahab.

Veja, então, a sugestão de roteiro que organizei: 

Cairo e Gizé (3 dias)

Em Cairo e Gizé, você pode fazer essas atividades:

  • Passear de barco no Rio Nilo;
  • Jantar em um Rooftop de frente para as Pirâmides do Egito;
  • Conhecer o mercado Khan El Khalili;
  • Visitar os museus: Grande Museu Egípcio e Museu Egípcio, etc.

Alexandria (2 dias)

Em Alexandria, você pode visitar:

  • A Biblioteca de Alexandria;
  • Cidadela de Qaitbay;
  • Corniche de Alexandria, etc.

Aswan e Luxor (5 dias)

Em Aswan e Luxor, com o adicional de 1 dia em relação às outras sugestões de roteiro, você pode por exemplo conhecer as atrações com mais calma em uma das cidades. 

Eu particularmente recomendaria ficar um dia a mais em Luxor:

  • Visitar o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas (Luxor);
  • Conhecer os principais templos da cidade: Templo de Karnak e o Templo de Hatshepsut (Luxor);
  • Philae Temple (Aswan);
  • Barragem de Aswan;
  • Nubian Village (Aswan); e,
  • Unfinished Obelisk (Aswan).

Marsa Matrouh e Oásis de Siwa (5 dias)

Recomendo que você vá aos mesmos pontos do roteiro de 15 dias:

  • Mountain of the Deads;
  • Templo de Amon;
  • Fortaleza Shali;
  • Cleopatra Bath;
  • Salt Lakes;
  • Banho nas águas termais (eu fui no Hayaat Siwa Hot Spring), etc.

Dahab e Monte Sinai (5 dias)

A diferença do roteiro de 20 dias é a adição de Dahab à lista. Eu amei esse destino e realmente recomendo, principalmente porque é lá que a maioria das pessoas fazem base para subir o famoso Monte Sinai.

Assim, algumas coisas para conhecer nos últimos dias da sua viagem, estando em Dahab, são:

  • Fazer mergulho no Blue Hole;
  • Conhecer as praias da região;
  • Ir aos cafés e restaurantes charmosos da cidade;
  • Subir o Monte Sinai;
  • Experimentar kitesurfing e windsurfing.

Conclusão

Um roteiro de viagem é algo bem pessoal. Assim, essas opções que compartilhei são apenas um guia para te ajudar a criar um roteiro no Egito que atenda aos seus objetivos de viagem, gostos e expectativas.

Como você viu, em 20 dias você consegue conhecer todas as cidades que eu conheci em quase um mês (29 dias mais precisamente). 

A diferença é que eu geralmente viajo mais devagar, pois também trabalho remotamente e preciso desse tempo maior nos lugares. 

Mas, é super possível fazer tudo em 20 dias se você não tem a necessidade de trabalhar.

Espero ter ajudado a tornar seu planejamento ainda mais fácil e que essas dicas sejam úteis para você durante a viagem. 

Se você gostou desse artigo e for seguir alguma dessas sugestões, então deixe um comentário abaixo me contando dos seus planos de roteiro pelo Egito.

Ah, e lembre-se de continuar seguindo as novidades aqui do blog sobre roteiros, destinos, dicas de viagem e muito mais!

Índice

Artigos + Recentes

Conheça o Chile!

Fazemos Parte

Siga no Instagram

7 respostas

  1. Carla, pq descer para luxor e depois voltar para siwa? Visualmente no mapa havia pensado que de cairo/giza para siwa e depois descer para luxo fosse mais jogo.
    O que acha?
    (OBS.: pretendo subir o monte sinai também)
    Esta me ajudando demais seus relatos do Egito aqui!
    Pretendo ir em outubro sozinha

    1. Ei, Camila! Você pode fazer qualquer das rotas na verdade, porque acaba que Cairo é o ponto de partida tanto pra Siwa como pra Luxor.
      Você vai curtir muito essa viagem! Fico feliz que as dicas estejam ajudando!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *