Search
Close this search box.

Wise no Chile: funciona bem? Vale a pena usar?

Mulher segurando dinheiro e cartão da Wise no Chile

Wise no Chile: funciona bem? Vale a pena usar?

O cartão Wise no Chile funciona como uma excelente alternativa para levar dinheiro em uma viagem ao país sem se preocupar em fazer câmbio em espécie ou utilizar cartões de crédito que cobram taxas excessivas. 

O cartão funciona de maneira prática e segura no país e é um ótimo recurso para a organização financeira em uma viagem. 

Então, se você quer ficar por dentro de todas as informações sobre o assunto, acompanhe este artigo e confira como funciona o cartão Wise, as vantagens de usar a Wise no Chile, detalhes sobre as taxas de saque e se realmente vale a pena usar o cartão Wise no país.

O que é e como funciona o cartão Wise? Vale a pena?

A Wise é uma solução financeira totalmente digital que oferece tanto uma conta multimoedas, quanto um cartão de débito físico que pode ser utilizado em mais de 170 países. 

Com o cartão e a conta multimoedas da Wise, é possível realizar transações financeiras internacionais a baixo custo, sendo uma excelente opção para viajantes e nômades digitais que precisam gerenciar seu dinheiro no exterior.

Enquanto viajante e nômade digital, ter uma forma de organizar minhas finanças quando estou fora do Brasil é indispensável. 

A Wise tem facilitado esse processo para mim, uma vez que consigo realizar pagamentos com o cartão de débito ou por aproximação com o celular em praticamente todo lugar que vou. 

Assim como consigo adicionar dinheiro na minha conta multimoedas sempre que preciso com uma simples transferência bancária a partir da minha conta no Brasil. Além de não precisar pagar as taxas abusivas dos cartões de crédito – o temido IOF. 

Em outras palavras, a conta Wise é realmente um item indispensável para que eu possa organizar minhas finanças com tranquilidade enquanto viajo.

Por isso, eu recomendo fortemente para viajantes que estão buscando uma alternativa para lidar com as finanças no exterior.

Escrevi um artigo completo sobre o cartão Wise, detalhando todas as informações sobre os serviços financeiros da empresa.

Quais são as vantagens de usar o Wise? Funciona no Chile?

Como mencionado, o cartão da Wise funciona em mais de 170 países, incluindo o Chile. Portanto, sim, é possível usar a Wise no Chile tranquilamente. 

O cartão é disponibilizado em duas bandeiras – Visa e Mastercard – mas isso depende do local de emissão do cartão.

Então, como essas duas bandeiras são amplamente usadas em boa parte do mundo, o cartão geralmente é bem aceito em vários tipos de estabelecimentos do Chile, desde lojas e supermercados, até restaurantes e bares, facilitando bastante a experiência do viajante.

Além das vantagens mencionadas anteriormente, o cartão da Wise oferece muitos outros benefícios que vale a pena ressaltar para que você consiga utilizar o cartão no Chile com tranquilidade. 

Imagem: Monito on Flickr (https://www.flickr.com/people/money-transfers/) Credit: https://www.monito.com/pt/
Imagem: Monito on Flickr (https://www.flickr.com/people/money-transfers/) Credit: https://www.monito.com/pt/

Alguma vantagens da conta Wise são:

  • Operações financeiras a baixo custo, utilizando a cotação do câmbio comercial. Diferente de transações tradicionais, em que se usa o valor do câmbio de turismo;
  • Possibilidade de adicionar mais de 50 tipos de moedas na sua conta digital. No caso do Chile, você pode abrir uma carteira em pesos chilenos e realizar pagamentos dessa forma;
  • Gerenciamento da conta de maneira totalmente digital e descomplicada. A conta multimoeda da Wise é digital e os processos são simplificados pelo aplicativo, tornando a experiência de fazer transações financeiras prática e acessível;
  • Redução das taxas de IOF – o Wise cobra 1,1% de IOF, uma taxa muito menor do que os cartões de crédito tradicionais cobram em transações no exterior, sendo uma das maiores vantagens desse cartão;
  • Cadastro e solicitação do cartão gratuitos no Brasil. Você pode se cadastrar gratuitamente e pedir o cartão diretamente do Brasil;
  • Realização de saques em caixas eletrônicos (locais e ATMs) ao redor do mundo (cada país tem taxas específicas para a retirada dos fundos), etc.

Como usar o cartão Wise no Chile: minha experiência

Caixas eletrônicos em San Pedro de Atacama

Recentemente passei cerca de um mês no Deserto do Atacama, no Chile, e fiz alguns testes com o cartão Wise, justamente para trazer essa experiência para vocês que talvez ainda possuem dúvidas sobre o uso do cartão no país.

Em resumo, minha experiência foi excelente e o Wise funcionou bem no país. Com isso, tenho algumas considerações a fazer sobre como usar o Wise no Chile. 

Acompanhe:

Uso geral do Wise no Chile

Em geral, consegui usar bastante o Wise em San Pedro do Atacama, em alguns estabelecimentos como farmácias, bares e restaurantes, hotéis, empresa de transfer e algumas lojas.

Entretanto, não consegui utilizar o cartão para, por exemplo, comprar em lojas de souvenirs ou pagar a entrada em parques dos passeios no deserto, já que esses locais solicitam o pagamento em dinheiro.

Mesmo assim, considero que o cartão foi um ótimo aliado na minha experiência, uma vez que pude utilizá-lo praticamente em todos os locais de forma muito prática.

É possível sacar dinheiro em caixas eletrônicos

Além de conseguir usar o cartão de débito, também pude sacar dinheiro nos caixas eletrônicos da cidade utilizando o cartão da Wise. 

Um detalhe importante aqui é que os caixas eletrônicos no Chile cobram uma taxa de saque em torno de 7.000 a 8.000 pesos chilenos (CLP) para cada retirada de 200.000 CLP.

Entretanto, essa taxa não se restringe ao cartão Wise, ela é cobrada para qualquer cartão estrangeiro. Então, se você precisar sacar dinheiro no Chile, saiba que existe esse fator a ser considerado.

Mesmo assim, ainda considero mais vantajoso sacar dinheiro utilizando a cotação comercial da Wise, do que fazer o câmbio utilizando a cotação de turismo, em que se perde bastante na conversão.

Cartão Wise, casas de câmbio ou Western Union: qual vale mais a pena usar no Chile?

Ao chegar no Chile, você encontra diversas opções para conseguir trocar seu dinheiro pela moeda local. Cada uma tem suas vantagens e desvantagens.

Algumas opções são:

  • Trocar nas casas de câmbio tradicionais;
  • Retirar pela Western Union;
  • Utilizar cartões digitais, como o da Wise;
  • Usar cartões de crédito tradicionais.

Mas qual dessas vale mais a pena para o Chile? A resposta depende de alguns fatores, como a sua localização no Chile e qual cotação é mais vantajosa.

Por exemplo, no meu caso mais recente, passei um tempo em San Pedro de Atacama, o pequeno pueblo que serve de base para fazer os passeios pelo deserto do Atacama. 

Lá, você encontra casas de câmbio, local para retirada da Western Union e caixas eletrônicos. 

São poucas opções, já que é um local bastante turístico, mas ainda assim, essas alternativas conseguem atender às necessidades dos viajantes.

Já se você for para Santiago do Chile, poderá encontrar muito mais opções de casas de câmbio tradicionais e consequentemente, cotações melhores, além de mais caixas eletrônicos e locais para retirada do Western Union.  

Assim, vale a pena considerar esses fatores para decidir qual método vale mais a pena.

Confira mais detalhes!

Western Union em San Pedro de Atacama

Em San Pedro, só existe um local onde você pode retirar dinheiro pelo Western Union. 

Já que só há um local disponível, não recomendo que você deixe para trocar todo o seu dinheiro por lá, uma vez que pode acabar faltando dinheiro e você ficar sem conseguir retirar.

Casas de câmbio em San Pedro de Atacama

O câmbio das casas de câmbio em San Pedro de Atacama não são muito bons. Você encontra opções melhores do que nos aeroportos, mas mesmo assim, acaba perdendo na conversão. 

Além disso, não é interessante ter todo o seu dinheiro em espécie. Por isso, recomendo que você troque em outra cidade, como Santiago, ou separe uma parte para ter em espécie e outra parte no banco ou em cartões.

Cartões digitais (Wise, Nomad, etc.) em San Pedro de Atacama

Já em relação aos cartões digitais, como o da Wise, em San Pedro você encontra 4 caixas eletrônicos onde poderá sacar seu dinheiro. 

Além disso, muitos lugares, como mencionei anteriormente, aceitam cartões de bandeira Visa e Mastercard, exceto as entradas dos passeios pelo deserto, negócios como lojinhas de artesanatos e souvenirs e restaurantes bem simples. 

Contudo, os caixas eletrônicos no Chile cobram uma taxa para cada saque de até 200.000 CLP, o que adiciona um custo nas transações.

Qual opção vale mais a pena?

Não existe resposta certa. O cenário ideal é aquele que mais faz sentido para seu bolso. 

Mas se eu tivesse que recomendar uma opção, sugeriria a mistura dos fatores, como sacar ou trocar seu dinheiro e utilizar o cartão da Wise em estabelecimentos em que são aceitos.

Em resumo, não é interessante ficar sem dinheiro em espécie, mas também, pode valer mais a pena utilizar a cotação comercial da Wise para obter um câmbio melhor.

Enviar dinheiro pela Wise de uma vez só ou aos poucos?

Se você está planejando utilizar a Wise no Chile e se organizou com antecedência para essa viagem, acredito que é válido acompanhar as cotações e ir adicionando aos poucos o dinheiro na sua conta em pesos chilenos. 

Assim, você evita perder muito na conversão e estabelece uma média equilibrada do valor. 

Inclusive, a própria Wise tem uma ferramenta que te envia alertas por e-mail com atualizações sobre as cotações da moeda que você tem interesse em adicionar na sua conta. 

Saiba mais sobre o Exchange Rate Alerts!

Contudo, se você não conseguiu se programar com antecedência para enviar dinheiro aos poucos, acredito que ainda assim, a cotação comercial da Wise é muito vantajosa

Como solicitar o cartão Wise para usar no Chile?

Você pode solicitar o cartão Wise através do aplicativo ou do site da empresa. Basta se cadastrar e seguir os direcionamentos das ferramentas.

Uma informação importante para você que vai solicitar o cartão no Brasil, é que é necessário desbloqueá-lo no Brasil antes de viajar para o Chile. Você pode fazer isso realizando uma simples compra no Brasil.

Com o meu link de cadastro na Wise, você pode criar uma conta gratuitamente e garantir uma transferência de até 500£ (o valor equivalente em reais) livre de taxas.

Ao utilizar meu link, eu ganho uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Pelo contrário, você ganha uma transferência gratuita (sem taxas).

Essa é uma forma de apoiar meu trabalho e me ajudar a continuar produzindo conteúdos ricos para vocês!

E se você gostou desse conteúdo e aprendeu tudo o que precisava sobre como usar a Wise no Chile, continue acompanhando os artigos que tenho lançado por aqui!

Índice

Leia os artigos + recentes

Garanta 10% off com a FGTrips!

Conhece meu Guia do Deserto do Atacama?

Me segue no Instagram:

10 respostas

  1. Muito bom. Vou aproveitar muito as falas sobre finanças. Vou para o Atacama em breve. Obrigado pelas dicas e por compartilhar o princípio da ausência do fim.

  2. Para ter o peso chileno em espécie, Vale mais a pena fazer a troca da moeda nas casas de câmbio em Santiago ou realizar o saque pelo wise ? O que é mais vantajoso ?

    1. Oi, Kim!
      Se você estiver procurando economizar, geralmente trocar direto na casa de câmbio em Santiago sai mais em conta que sacar pelo Wise devido às taxas dos bancos chilenos e do limite para saque do Wise.
      Se você está buscando comodidade, o Wise é excelente opção (tem sido minha escolha nos últimos meses)
      Mas tudo depende do câmbio oficial e do câmbio que estará sendo praticado nas casas de câmbio no momento da sua viagem.
      Te desejo uma ótima viagem!

  3. Fiquei com uma duvida. Eu transfiro em reais para a conta wise e no app deles eu faco a conversão para a moeda que eu desejar? Nesse caso, nao seria melhor converter para dolares ou euros? Obrigado por compartilhar sua experiência.

  4. Boa tarde.
    Melhor colocar na conta da Wise em pesos chilenos e usar essa moeda no débito direto ou colocar na conta em dólar da Wise e deixar o app converte?

  5. Se forem pra Santiago, não tragam nada além se reais. Faço isso a mais de 15 anos. Troque na Calle Agustinas.
    Para cidades pequenas tragam Wise ou outro cartão de débito internacional.
    Infelizmente oWise não funciona no maior supermercado do Chile, o Líder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *