Montar um roteiro por Santiago do Chile é uma das partes mais divertidas do planejamento de viagem, mas também pode ser um grande desafio. Isso porque, além dos seus próprios atrativos, a cidade ainda oferece inúmeras atividades nos seus arredores. Descubra o que fazer em Santiago, quais atrativos devem ser a sua prioridade e como encaixar os melhores passeios nos dias que você tem disponíveis.

Quantos dias ficar em Santiago?

Santiago tem atrações suficientes para uma estadia de 3 a 7 dias. Muitos turistas combinam uma rápida visita à capital do Chile com uma viagem para alguns dos principais destinos do país, como o Atacama, a Região dos Lagos ou a Patagônia. Ainda que Santiago não seja o foco das suas férias, dedique pelo menos alguns dias para essa cosmopolita cidade emoldurada pela Cordilheira dos Andes. Você não vai se arrepender!

Não se preocupe se a sua permanência for mais curta do que você gostaria. O Chile tem tantas belezas a serem exploradas que apenas uma ida ao país não basta. Cada retorno é uma nova oportunidade para visitar Santiago e descobrir aquele cantinho que ficou de fora da primeira viagem.

Como montar um roteiro por Santiago?

O que fazer em Santiago depende muito de quando você estará visitando a cidade. Não tem muito essa de melhor época para visitar Santiago — aqui não tem tempo ruim, toda época é época! Porém, cada estação e cada mês do ano proporcionam experiências diferentes.

Por isso, o primeiro passo para montar um roteiro por Santiago é ver quais programações combinam melhor com o mês no qual você estará viajando. Se você tem as passagens para janeiro, por exemplo, melhor investir um dia do seu roteiro num bate-volta para o litoral do que insistir em visitar uma das famosas estações de esqui (que estará sem neve, é claro!). Aqui no blog já explicamos o mês certo para cada experiência de viagem.

Em seguida, pesquise sobre os melhores passeios de Santiago e selecione aqueles que mais te interessam. Se o seu tempo for limitado, você terá priorizar entre um ou outro.

O que fazer em Santiago em 1 dia

Vamos combinar que um dia não é muito tempo para conhecer uma capital. Mas a gente sabe que acontece de só ter um dia entre um voo e outro ou estar na cidade à trabalho e ter tempo limitado para turistar.

O segredo é não tentar fazer tudo: se o tempo é limitado, o número de locais visitados também deve ser. Foque suas atenções no centro de Santiago, onde as atrações estão próximas uma das outras e é possível fazer todos os trajetos a pé. Ainda assim, o roteiro de 1 dia em Santiago pode ser meio corrido, então fique de olho no relógio.

Outra alternativa é fazer um city tour de Santiago, com guias que conhecem cada cantinho da cidade e vão te levar diretamente para os principais pontos de interesse. Assim, você economiza tempo e descobre as melhores histórias da capital chilena.

Essa é a vista de cima do Cerro San Cristobal

Roteiro de 1 dia em Santiago

Comece o dia na sede da presidência La Moneda, confira a arquitetura do bairro Paris-Londres e siga para a Plaza de Armas e a Catedral, passando pelas ruas históricas do centro, como o Paseo Ahumada e a colorida Calle Bandera, exclusivas para pedestre. Pertinho da praça se encontra o imperdível Museo de Arte Precolombino, dedicado às culturas ancestrais do nosso continente.

Depois, almoce no Mercado Central e caminhe pelo Parque Forestal em direção ao Museo de Bellas Artes. Deste ponto, você estará a um pulo do Cerro Santa Lucía, morro arborizado no meio da cidade, coroado por uma antiga fortaleza espanhola. Dependendo do tempo disponível, talvez seja necessário escolher entre dar uma olhadinha nas obras de arte chilenas ou subir as rampas e escadarias do morro para ver a região central de cima.

No mercado central há vários pequenos restaurantes, e o prato mais tradicional para comer ali é a centolla

Mais 20min de caminhada e você se encontrará aos pés do Cerro San Cristobal, justo a tempo do pôr do sol. Esse morro abriga o Parque Metropolitano, a maior área verde de Santiago, e oferece vistas panorâmicas da cidade com a Cordilheira dos Andes ao fundo. Termine o dia em um bar ou restaurante do bairro boêmio de Bellavista, logo ao lado.

O que fazer em Santiago em 3 dias

Dispondo de três dias, você poderá conhecer melhor Santiago e até fazer um passeio bate-volta para conhecer de pertinho a Cordilheira dos Andes. A nossa sugestão de roteiro para 3 dias em Santiago é a seguinte:

  • Dia 1 – Centro histórico e Cerro Santa Lucía
  • Dia 2 – Bellavista, Cerro San Cristobal e Providencia
  • Dia 3 – Passeio para Cajón del Maipo ou Valle Nevado

Como você tem mais dias disponíveis, nada mais justo do que reservar um tempo extra a cada atrativo. O roteiro para 1 dia em Santiago, portanto, pode ser dividido em dois dias e ainda sobra tempo para conhecer novas regiões da cidade.  

Roteiro de 3 dias em Santiago

No primeiro dia, faça o mesmo itinerário sugerido, mas deixe o Cerro San Cristobal para a manhã seguinte. Assim, você poderá conhecer o Centro Cultural La Moneda, no subsolo do palácio presidencial, ou mesmo fazer a visita guiada pela sede do governo (reserve aqui). Também poderá dedicar mais tempo às coleções dos museus citados.

Depois de perambular com calma pelo Cerro Santa Lucía, desça em direção ao charmoso bairro de Lastarria. Duas opções culturais nessa região são o Museo de Artes Visuales e o GAM, Centro Cultural Gabriela Mistral. Ao cair da noite, escolha um dos muitos restaurantes da região. O La Mensajería e o Mulato são alguns dos nossos preferidos — veja mais sugestões de onde comer em Santiago.

Comece o segundo dia pelo Cerro San Cristóbal, subindo de teleférico e descendo de funicular. Caminhe por Bellavista observando os grafites e depois escolha um restaurante para almoçar. O Patio Bellavista, um pequeno shopping gastronômico, tem dezenas de opções. Visite ainda no bairro uma das três casas-museu do poeta Pablo Neruda, La Chascona.

Depois, pegue o metrô em Baquedano (linha 1, vermelha) para Providencia, descendo na estação Pedro de Valdivia ou Los Leones. Siga para as margens do rio Mapocho, onde se encontra o lúdico Parque de las Esculturas, com mais de 30 obras de artistas chilenos. Numa das extremidades do parque está o Costanera Center, shopping moderno cuja torre abriga o mirante mais alto da América Latina, o Sky Costanera. Esse é o lugar ideal para ver o pôr do sol e o acender das luzes da cidade. Confira dicas de restaurantes em Providencia.

O por do sol no Sky Costanera é um dos programas mais disputados pelos brasileiros

No terceiro dia, você poderá explorar as belezas da Cordilheira dos Andes. Sugerimos duas alternativas entre os melhores passeios de Santiago, dependendo da época do ano. Se for inverno, entre julho e setembro, faça um day tour para o Valle Nevado, a estação de esqui mais famosa do Chile.

Confira os nossos posts sobre hotéis e restaurantes do Valle Nevado.

Em qualquer outra época do ano — primavera, verão ou outono —, visite o Cajón del Maipo, região repleta de belezas naturais a 110km da capital. O grande destaque é o Embalse el Yeso, uma represa a mais de 2.500 metros sobre o nível do mar. De outubro a março, também é possível visitar Baños Colina, piscinas termais em meio à cordilheira.

O que fazer em Santiago em 5 dias

Com uma estadia de 5 dias, você vai poder conhecer os principais atrativos de Santiago e ainda explorar bem os arredores da cidade. Eis a nossa sugestão de roteiro para 5 dias em Santiago:

  • Dia 1 – Centro histórico e Cerro Santa Lucía
  • Dia 2 – Bellavista, Cerro San Cristobal e Providencia
  • Dia 3 – Passeio para Cajón del Maipo
  • Dia 4 – Passeio para vinícola
  • Dia 5 – Passeio para Valle Nevado/Valparaíso e Viña del Mar

Roteiro de 5 dias em Santiago

De modo geral, o roteiro de 5 dias em Santiago é bastante similar ao de 3 dias, acrescentando apenas dois passeios extras. O quarto dia será dedicado ao Valle del Maipo, região situada às margens do rio homônimo, onde se concentra o maior número de vinícolas do Chile.

A Concha y Toro, a Undurraga e a Santa Rita são algumas das bodegas mais tradicionais e todas oferecem tours por suas dependências. Geralmente o passeio inclui uma caminhada pelos vinhedos, uma aula sobre a produção dos diferentes tipos de vinhos nas instalações da vinícola e, a melhor parte, uma degustação com rótulos tradicionais de cada casa.

A Marques Casa Concha é a degustação premium da Concha y Toro, com os melhores vinhos dessa vinícola

Embora seja fácil chegar a essas vinícolas de carro ou de transporte público, a gente recomenda contratar uma agência para fazer os passeios. Assim, você pode aproveitar as degustações sem se preocupar com o retorno para o hotel!

No quinto dia e último dia, novamente uma escolha conforme a época do ano. Se for inverno, priorize Valle Nevado ou alguma das estações de esqui da região metropolitana. Em outras épocas do ano, vale mais a pena dedicar o dia para Valparaíso e Viña del Mar, duas cidades vizinhas a 120km de Santiago. A primeira é uma cidade portuária, conhecida pela boemia e pela arte urbana, enquanto a segunda é um balneário elegante, destino de muitos chilenos nos meses mais quentes do ano.

O que fazer em Santiago em 7 dias

Depois de 7 dias em Santiago, você conhecerá a cidade e a área metropolitana à sua volta com a palma das suas mãos. O legal de ter uma semana completa para explorar a região é a oportunidade de vivenciar um pouquinho de cada experiência que Santiago oferece e descobrir o que mais combina com o nosso estilo de viajante. Além de ter mais tempo para sentir como é a vida cotidiana e entender como os chilenos aproveitam sua capital.

  • Dia 1 – Centro histórico e Cerro Santa Lucía
  • Dia 2 – Bellavista, Cerro San Cristobal e Providencia
  • Dia 3 – Passeio para Cajón del Maipo
  • Dia 4 – Passeio para vinícola
  • Dia 5 – Passeio para Valparaíso e Viña del Mar
  • Dia 6 – Passeio para Valle Nevado ou dia extra em Valparaíso e Viña del Mar
  • Dia 7 – Dia de passeio extra

Roteiro de 7 dias em Santiago

Naturalmente, esse é o roteiro mais completo de todos. Você vai poder fazer todos os passeios e ainda dedicar um dia extra para aquele que for da sua preferência. Assim, em vez de fazer um passeio bate-volta, você pode adaptar o seu roteiro para permanecer uma noite na base mais próxima e dedicar dois dias inteiros ao programa que mais te agrada.

Se você gosta mais de enoturismo, por exemplo, pode organizar seu cronograma para visitar mais vinícolas no Valle del Maipo ou mesmo se programar para passar a noite em Santa Cruz, cidade a 2h de Santiago, no coração do Valle del Colchagua.

Ou então, reservar uma noite em um resort de montanha e descansar em meio à paisagem andina após horas esquiando e brincando na neve.

Se aventura é o seu negócio, garanta um pernoite em Cajón del Maipo (talvez até dentro de uma barraca!) e faça trilhas, escaladas e mesmo rafting no Monumento Natural El Morado, o principal parque dessa região montanhosa.

São inúmeras alternativas! E se você também tem dicas do que fazer em Santiago, conta aqui nos comentários!

E a Fui Gostei Trips ajuda você a montar o seu roteiro, para encaixar direitinho todas as atividades nas quais você tem interesse. Entra em contato com a gente pelo contato@fuigosteitrips.com.br que será um prazer te ajudar com atendimento personalizado em português!

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui