O ponto de partida para uma viagem econômica para o Chile é como conseguir passagens aéreas baratas, não é mesmo? E a boa notícia é que está cada vez mais fácil encontrar esses bons preços! O alto fluxo de turistas brasileiros em terras chilenas contribui para que companhias aéreas aumentem o número de voos oferecidos. Isso reduz a tarifa média e viabiliza passagens baratas para o Chile!

Sem falar das empresas low cost chilenas, que chegaram para concorrer com companhias tradicionais e preços muitas vezes abusivos. Diferente de algumas empresas brasileiras ditas de baixo custo, as low cost chilenas realmente conseguem praticar tarifas extremamente competitivas. E isso vem a seu favor, pois te permite conseguir passagens aéreas baratas. Alguns voos no Chile podem sair tão ou mais baratos que uma corrida de uber até o aeroporto!   

Quer ajuda no seu roteiro pelo Chile? Temos passeios em Santiago e no Deserto do Atacama! Solicite um orçamento clicando aqui ou nos escreva no contato@fuigosteitrips.com.br

A seguir, separamos algumas dicas gerais para ajudar você a encontrar tarifas promocionais e explicamos como conseguir passagens baratas para o Chile e também dentro do país. Quem fica inseguro de voar com empresas de baixo-custo, também encontra aqui uma descrição do serviço das low cost chilenas.

Dicas para encontrar passagens baratas

A internet está cheia de artigos ensinando a conseguir passagens aéreas baratas. Não existe nenhuma lei ou segredo para garantir aquela promoção, mas a verdade é que muito se resume a monitorar preços e a viajar quando ninguém mais quer voar. Para fazer isso, você deve:

  1. Ser flexível. Essa é a essência de viajar barato. Se você só pode viajar para determinado destino em uma data específica, a chance é que você pague muito mais por isso. Mas se tiver flexibilidade e estiver disposto a viajar qualquer dia (e até qualquer lugar!), conseguirá tarifas mais amigáveis.
  2. Utilizar buscadores de passagens aéreas. Hoje essas ferramentas têm muito mais utilidade do que apenas compilar em uma única página todas as ofertas de voos das diferentes companhias aéreas. Por exemplo, em relação ao tópico anterior, quase todos os buscadores de passagens aéreas oferecem a possibilidade de realizar pesquisas sem especificar data ou mesmo destino. Ao completar esse tipo de busca, eles apresentam todas as tarifas ao longo de um determinado mês ou mostram o lugar mais barato para viajar na data escolhida. Assim facilita, né? Alguns dos buscadores mais conhecidos são a Skyscanner, Kayak, Momondo, Google Flights, Voopter. Tem também o Despegar, a versão chilena da Decolar.com, e válida para pesquisar voos internos de low costs chilenas.
  3. Assinar a newsletter das companhias aéreas. A maneira mais fácil de encontrar promoções é ser avisado quando elas vão ao ar. É justamente isso o que as empresas aéreas fazem com os seus usuários cadastrados, através de suas campanhas de email marketing. Para assinar, basta cadastrar o seu email no site da empresa.
  4. Criar alertas de preços. Se você já tem o destino e a data definidos, a melhor forma de acompanhar variações no preço da passagem é criando um alerta de preços nos buscadores. Assim, você pode concluir a compra quando o valor cair, garantindo o melhor negócio para a sua viagem.
  5. Viajar em dias com menor procura. A regra de ouro das passagens baratas. Viajar sexta, sábado ou véspera de feriado será mais caro que viajar terça ou outro dia no meio da semana. Sim, porque mais pessoas querem viajar nesse dia. Às vezes apenas mudar para o dia seguinte ou anterior já faz uma grande diferença. Faça diferentes simulações!
  6. Reservar passagens com antecedência. Antigamente existia o boato de que comprar no último minuto poderia garantir uma passagem barata. É mito! Quanto antes você reservar, melhor. O ideal para passagens nacionais na baixa temporada é comprar 30 a 45 dias antes da viagem; férias escolares, datas como Natal, Reveillon e Carnaval ou feriados prolongados exigem uma antecedência maior, de 45 a 60 dias. No caso de passagens internacionais, considere o dobro de antecedência das nacionais: algo em torno de 30 a 60 dias na baixa temporada e de 60 a 120 dias na alta.
  7. Comprar rapidamente ao encontrar promoções. Parece uma dica bastante óbvia, mas muitas pessoas não conseguem segui-la por nada nesse mundo. Seja porque precisam analisar suas condições financeiras ou consultar o parceiro de viagem. Se organize para poder efetivar a compra da passagem promocional assim que você encontrá-la — acredite, esse preço amigo não vai esperar você estar pronto!
  8. Se cadastrar e usar programas de milhagens a seu favor. Fidelidade compensa! Os programas de milhagens das companhias aéreas permitem aproveitar pontos do cartão de crédito para reservar passagens, muitas vezes com descontos e benefícios. Cada empresa tem suas próprias regras e cada cartão de crédito oferece um sistema de pontuação diferentes, vale pesquisar o que é mais vantajoso para você. Ah, e as milhas não precisam ser só as suas! Hoje sites como 123 Milhas e MaxMilhas permitem usuários negociarem a compra e venda das suas milhas.

Época mais barata para viajar para o Chile

Bom, agora que você já está por dentro de algumas técnicas para encontrar passagens baratas, é necessário considerar as temporadas turísticas no Chile, que não são as mesmas nos diferentes destinos do país. Por exemplo, o Atacama pode ser visitado sempre, embora durante o Inverno Altiplânico seja menos recomendado (leia aqui para entender). Já a Patagônia tem as melhores condições climáticas justamente nesses meses.

Como todos os voos obrigatoriamente fazem conexão em Santiago, independente do destino no Chile, é a temporada turística da capital que influencia mais o preço da passagem. De modo geral, a alta temporada é nos meses de verão, em dezembro e janeiro, e especialmente nos de inverno, julho e agosto, quando milhares de turistas desembarcam em Santiago para curtir a neve na Cordilheira dos Andes e nas suas estações de esqui.

Pesquisas apontam que Março é o mês com mais passagens baratas pro Chile, que, veja só, é uma das melhores época para visitar Santiago se deseja conhecer vinícolas. Nessa época e também em abril e maio, os hotéis, com baixas taxas de ocupação, costumam fazer boas promoções.

Como comprar passagem barata para o Chile

Atualmente, é possível voar diretamente para Santiago a partir de São Paulo e Rio de Janeiro (e a partir de julho de 2019, Recife vai entrar para essa lista, com o novo trecho operado pela Gol). As seguintes companhias aéreas tradicionais têm voos diretos para Santiago:

Se considerarmos também as empresas internacionais, que voam do Brasil para o Chile fazendo alguma conexão, nossas alternativas aumentam: dá pra considerar também a Aerolíneas Argentinas e a Copa Airlines. Para algumas cidades, pode ser interessante analisar a conexão nessas empresas. Moradores de Porto Alegre ou Curitiba, por exemplo, podem achar mais conveniente sair da sua própria cidade e fazer uma conexão em Buenos Aires antes de seguir para Santiago do que pegar um avião para São Paulo ou Rio de Janeiro para de lá poder voar para a capital chilena.

Essas são as empresas aéreas, portanto, que você tem que ficar de olho (siga as dicas lá de cima: assine a newsletter, crie alerta de preços e confira os programas de fidelidade). E se eu falasse para vocês que tem uma companhia aérea ainda mais barata voando do Brasil para o Chile?

Viajando com uma low-cost chilena: Sky Airline

Pois é, apresento-lhes a Sky Airline, a primeira companhia low cost do Chile. Ela é uma velha conhecida dos chilenos, que aproveitam suas tarifas econômicas desde 2002, e de alguns viajantes antenados em trajetos aéreos dentro do país vizinho. Mas agora ela vem fazendo a sua fama entre os brazucas que querem conhecer o Chile: em 2018, a Sky inaugurou voos internacionais entre São Paulo ou Rio de Janeiro e Santiago.

E os preços, são de low cost de verdade? A Exame fez uma análise bem completa, mas você pode descobrir por conta própria. Cariocas encontram a tarifa mínima de 81 USD o trecho, o equivalente a aproximadamente R$350, se você considerar o custo adicional do IOF (6,38%). Isso significa que você pode ir e voltar por R$700, um valor tão baixo que somente as melhores ofertas das companhias aéreas tradicionais costuma alcançar. De São Paulo, é possível encontrar tarifas ainda mais convidativas: a partir de 57 USD (cerca de R$245, com IOF)!

Claro, a empresa não tem saídas tão regulares quanto outras empresas, então é preciso analisar as datas com atenção e fazer a reserva com antecedência. Além disso, a Sky Airline tem uma série de restrições nos seus serviços e no nível de conforto dos passageiros.

Como é voar com a Sky Airline, low cost de passagens aéreas no Chile

Despacho e excesso de bagagem, marcação de assento, espaço extra no assento, prioridade de embarque e alterações nas informações do passageiro são serviços oferecidos, mas todos cobrados à parte. Durante o voo, nada está incluído: alimentos, bebidas, manta, fone de ouvido custarão alguns dólares a mais. Também não espere entretenimento à bordo, no máximo a revista da empresa.

O mais importante a observar é relativo à bagagem: apenas a bagagem de mão está incluída na tarifa mais básica. É possível adicionar uma bagagem de mão ou para despacho ao fazer a compra online, mediante uma taxa adicional. Mas atenção: é mais barato no momento da compra que no momento de check-in. Por isso, melhor se antecipar!

Além disso, esteja atento às dimensões e peso da sua mala. Cada quilo adicional custa 3.000 CLP (cerca de R$18). Você pode conferir todas as informações relativas à restrição de bagagem aqui.

Passagem barata de Santiago para Calama

Passagem barata para o Chile garantida, e agora, como chegar no Atacama? O aeroporto base pro deserto é em Calama, a 100km de San Pedro de Atacama (você pode ir de transfer). Para conseguir passagem barata de Santiago para Calama, a opção mais econômica são as empresas low-cost. Além da Sky Airline, tem também a Jet Smart.

Para dar uma ideia de custos: tanto SkyAirline quanto JetSmart têm tarifa mínima de 7.000 CLP para o trecho Santiago-Calama. Com as taxas de embarque, o valor final é de aproximadamente 13.000 CLP, o equivalente a R$ 75. Mesmo se você não conseguir a passagem mais barata, os valores intermediários também são acessíveis: espere pagar entre 20.000-35.000 CLP o trecho (aproximadamente R$115-200).

Gostaram de nossas dicas para encontrar passagens aéreas baratas para o Chile? Agora já dá para você economizar e vir logo conhecer o Chile! Conte com a Fui Gostei Trips para ajudar nos passeios, somos especialistas em destinos como Santiago e Deserto do Atacama!

1 Comentário

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui