Que roupas levar para o Deserto do Atacama – a mala perfeita!

3

Desde que cheguei para morar aqui em San Pedro de Atacama, muuuuita gente tem me pedido dicas de que roupas trazer para cá. Para mim, no início, parecia bem simples: roupa confortável, nada de salto alto, e desde biquíni até casaco quente.

Mas com as perguntas e dúvidas que foram surgindo, percebi que um post mais completinho seria bem útil por aqui. Para começo de conversa, aqui é o lugar mais seco do mundo – então hidratar o corpo é bem importante. E aqui você irá a passeios que incluem lagoas onde se pode mergulhar, e também poderá pegar temperaturas negativas até mesmo no verão (que, na verdade, é inverno altiplânico por aqui)! Portanto pode nao ser tao simples assim organizar sua mala para vir para cá.

Quer ajuda pra montar seu roteiro de passeios aqui no Atacama? Me manda um WhatsApp! +5522988467679

Como a maioria dos passeios aqui são mais ligados à natureza, incluem alguma caminhada (mesmo que leve) e podem durar um dia inteiro, sugiro trazer roupas e sapatos confortáveis. Salto alto não combina com o Atacama de jeito nenhum – as ruas da cidade sao de terra e você mal conseguirá andar.

**ATUALIZAÇAO: agora que já estou por completar quase um ano em San Pedro de Atacama, posso falar melhor sobre cada estação do ano.

VERAO muito calor de dia, friozinho à noite. Mas ainda assim pega temperaturas negativas em alguns passeios (como o Geyser el Tatio).

INVERNO friozinho de dia, gelaaaado à noite. Temperaturas baixas nos passeios de altitude (como Geyser el Tatio, Piedras Rojas, Falar de Tara), podendo chegar abaixo de -12 graus.

MEIAS ESTAÇOES Outono e Primavera são épocas mais amenas. Não faz tanto frio à noite, nem tanto calor de dia. Mas você também pega temperaturas negativas nos passeios de altitude.

Em sua mala sugiro trazer (em qualquer época do ano):

  • um bom hidratante para o corpo ou aqueles óleos de banho que deixam a pele hidratada
  • hidratante labial (uso muitooooo Bepantol e amo! se o Bepantol não for suficiente, nas farmácias daqui vende Blistex, que indico demais quando sua boca fica cortada por conta do frio)
  • soro fisiológico (o nariz fica bem seco, e o de algumas pessoas chega a sangrar)
  • roupas leves para o dia (no verão é bem quente)
  • casaco corta vento (o tempo muda bastante aqui)
  • casaco de frio (em alguns passeios, como o dos géiseres del tatio, pega-se temperaturas negativas mesmo no verão)
  • gorro, luva, cachecol
  • tênis/botas de trekking (conforto, conforto, conforto!)
  • chinelo
  • toalha (em passeios como as Lagunas Escondidas, você vai precisar se banhar em água doce para tirar o sal do corpo, e uma toalha para se secar depois será imprescindível)
  • biquíni/sunga/maiô
  • chapéu/boné (o sol daqui queima sem a gente nem sentir!)
  • óculos escuros
  • protetor solar potente

Esse sao alguns ítens indispensáveis na sua mala a qualquer época do ano em que você vier.

No Inverno, capriche nas roupas quentinhas, segunda pele, roupa térmica. No verão, pode investir mais em roupas fresquinhas, como bermuda e camiseta.

Essas sao as dicas mais essenciais do que trazer. Claro que cada um vai adaptar sua própria mala e incluir ou tirar algo dessa lista.

Se tiver mais alguma dica para complementar, compartilha aqui com a gente 😀

Leia mais dicas sobre o Deserto do Atacama:

O milagre do deserto florido!

Qual a melhor época para visitar o Deserto do Atacama

Como chegar no Deserto do Atacama – e dicas pra encontrar passagem barata

Dica de 18 restaurantes em San Pedro de Atacama

Dicas pra contratar seu tour pro Salar do Uyuni saindo de San Pedro do Atacama

Internet no deserto: usei e indico a EasySim4U

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion3 Comentários

  1. Pingback: Aventura e tours personalizados no Atacama (com direito a camping!): conheçam a Sorbac! | Fui, gostei, contei | por Carla Boechat

Leave A Reply