Dica de 18 restaurantes que provei e aprovei em San Pedro do Atacama – do baratex ao sofisticado

1

Como eu já comentei aqui no blog, San Pedro do Atacama é uma cidade bem pequena com apenas uns 2.500 habitantes. E por isso, antes de vir pra cá, eu fiquei em dúvida se aqui teria uma boa infraestrutura de hotéis e restaurantes. E me surpreendi bastante quando cheguei, pois há muitas opções que cabem em todos os bolsos.

E justamente por estar morando aqui há um mês e meio, eu tive a oportunidade de conhecer mais opções de restaurantes por aqui. E reparei que muitos clientes brasileiros da agência onde eu trabalhei precisavam desse tipo de informação e sempre pediam dicas (me lembro que várias vezes eu anotava diversos nomes em um pedaço de papel pra eles indicando lugares). Daí veio a ideia de criar esta lista bem completinha.

Uma dica essencial é que muitos restaurantes oferecem o “Menu”, que pode incluir entrada + prato principal ou entrada + prato principal + sobremesa. Alguns incluem, ainda, uma bebida. Tudo isso por um preço fixo que costuma valer mais a pena que pedir a la carte. É só dar um passeio pela Caracoles, a rua principal de San Pedro, e conferir os menus, que ficam expostos em placas nas portas dos restaurantes, e escolher o seu preferido do dia.

Nesse post eu vou dar dicas desde o mais baratinho ao mais sofisticado da cidade, pra atender a todos os bolsos e gostos. Se liga:

Comida de rua

Como a Caracoles é o “centro comercial” de San Pedro, há muita gente por ali vendendo comidas de rua. Repare nas pessoas que passam carregando um cooler, uma caixa de isopor ou qualquer outra coisa do tipo. Você vai encontrar de empanadas, a sucos, a pratos de comida, a sanduíches, a sushi – e boa notícia pros vegetarianos como eu: a maioria das comidas vendidas nas ruas têm opções vegetarianas, como o sanduíche de lentilhas com salada, que eu adoro! E os preços, claro, são bem melhores que dos restaurantes. Eu sempre comprava comida de rua quando trabalhava ali. Todas sempre muito gostosas, com boa higiene e preço bom. Indico!

Los Carritos

Esse aqui na verdade é um lugar onde há uns 4 restaurantes bem simples, mas com comida bem boa e a um preço excelente. O menu ali, por exemplo, custa cerca de uns 3.000 pesos chilenos com entrada + prato principal. Eu já comi ali massas, peixe frito com purê de batata, sopas. Comidinha com gosto de caseira e bem econômica.

Aura Andina

É o restaurante mais parecido com um self service – o único nesse estilo aqui. O mais barato lá é o que se chama de colación, que custa 3.000 pesos chilenos e consiste em uma proteína com dois acompanhamentos (e tem opção vegetariana! A lasanha de legumes de lá é deliciosa). O menu com entrada e prato principal custa 4.900 pesos.

Estrella Negra

Esse aqui fica dentro do Aura Andina e é somente com opções vegetarianas. A empanada de lá é deliciooooooosa! O menu vegetariano também, com entrada + prato principal e pelo preço de 5.000 pesos. Não deixe de provar também os sucos.

Café Esquina – Super empanada

Essa aqui compete muito de perto com a empanada do Estrella Negra. Você tem que ir nesse restaurantezinho de esquina na Caracoles com a rua Domingo Atienza para experimentar sua super empanada. É enooooorme, deliciosa, bem recheada e com a massa fininha. E custa apenas 3.800 pesos – eu sempre dividia a minha com uma amiga, porque é muito grande.

Babalu Heladería

O melhor sorvete de San Pedro! Uma bola com casquinha ou copinho sai por 1.800 pesos. Aproveite para experimentar os sabores locais, como chañar (uma frutinha bem doce), algarrobo (alfarroba), quinoa.

Roots

Cafeteria pequenininha na rua Toconao e que serve um café da manhã delícia, além de ter uma pizza bem gostosa. O café da manhã de lá é bem completinho, com iogurte, cereais, fruta, ovos, pão (5.000 pesos), do jeito que eu gosto. A música ambiente também é sempre agradável.

restaurantes-atacama2

Mancha Panza

O melhor sanduíche de San Pedro do Atacama! Eu não como carne, mas essa afirmação era unanimidade entre meus amigos que comem. E além disso, os sanduíches vegetarianos deles são maravilhooooosos! Preços entre uns 3.500 e 5.000 pesos.

Sol Inti

Acho que é o lugar onde os pratos são mais bem servidos, as saladas são gigantescas e os sanduíches enoooormes – e tudo bem bom! E com preços entre uns 4.000 e 6.000 pesos.

La Pica del Indio

Esse restaurante é um que sempre tinha brasileiro me perguntando onde ficava. Os pratos são muito bem servidos e o menu com entrada + prato principal custa 6.900.

Aloja Café

O único lugar que conheci que servia comida japonesa. Almocei lá duas vezes e gosto bem da comida. O sushi com 16 peças custa 6.000 pesos.

Pizzaria El Charrua

Massa fininha e crocante, molho muito saboroso. Única pizzaria que conheci em San Pedro. A pizza com 8 fatias sai a 8.000.

Barros Café

Esse é um bar que costuma ter música ao vivo à noite. Mas de dia funciona também como restaurante, com menu de entrada + prato principal por 5.900 pesos. A pizza de lá é deliciosa também!

Las Delicias del Carmen

Esse restaurante tem duas unidades em San Pedro, uma na rua Caracoles e outra na rua Calama. A dica aqui é que esse segundo é mais barato (diferença de uns 1.000 pesos nos pratos), e a comida é exatamente a mesma!

Casa de Piedra

Adoro esse restaurante! Tem um clima legal com música ambiente, cerveja gelada e com preço bom, comida muito gostosa. Sempre como a lasanha vegeratiana (3.500 pesos). A pizza de lá também é muito boa!

La Casona

Mais sofisticado, o La Casona costuma ter piano à noite, com inclusive algumas músicas brasileiras no repertório. O menu com entrada + prato principal + sobremesa custa 10.000 pesos e a comida é de qualidade.

Blanco

Do mesmo dono do La Casona, do La Staka e do Adobe, é o que tem a noite mais animadinha. Por isso mesmo não é sempre que você vai encontra-lo aberto de dia. Aos fins-de-semana costuma ter DJ a partir de 21h. As mesas são a luz de velas. Indico experimentar o salmão com caramelo e gengibre e a lasanha de javas (caranguejo). Cada prato custa cerca de 10.900 pesos, mas o menu do dia lá com entrada + prato principal + sobremesa custa 10.000 pesos.

Adobe

Está no rol dos restaurantes mais sofisticados do centro de San Pedro. Não possui menu como os outros, apenas pratos a la carte. Recomendo demaaaais o Camarão a Pil Pil (10.000 pesos) – só cuidado com a pimenta! Eu pedi picante e veio beeeem caprichado. Ambiente delicioso.

Tierra Atacama

Fica mais afastadinho da Caracoles (uns 20 minutos andando), mas tem é um hotel com restaurante sensacional! É necessário fazer reserva antes, pois quando o hotel está cheio, eles não aceitam pessoas que não estão hospedadas. Comida impecável num restaurante com vista para o vulcão Licancabur. O menu com entrada + prato principal + sobremesa é salgadinho: sai a 42.000 pesos por pessoa. Mas vale cada centavo! Até o pãozinho servido de entrada é delicioso! Ah, e não deixem de experimentar as várias versões de pisco sour. Eles também oferecem day use das piscinas, jacuzzi e saunas mediante disponibilidade por 25.000 pesos por pessoa – ainda vou escrever mais sobre aqui no blog. Lugar perfeito para se passar um dia inteiro.

restaurantes-atacama3

Clique aqui para pesquisar opções de hospedagens em San Pedro de Atacama!

E que tal ler mais dicas de minhas aventuras pelo Atacama:

Como eu vim morar no Atacama – o deserto mais árido do mundo!

Como chegar ao Deserto do Atacama – e dicas pra encontrar passagem barata

Leis que você não vai acreditar que existem no Deserto do Atacama

Que roupas levar para o Deserto do Atacama

Onde ficar no Atacama – meus 4 hostels preferidos

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação - e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion1 Comentário

  1. Pingback: Qual a melhor época para visitar o Deserto do Atacama? | Fui, gostei, contei | por Carla Boechat

Leave A Reply