Muitos brasileiros têm me perguntado como anda a pandemia de Covid-19 na Turquia e quais são as regras de imigração e as restrições por aqui, já que esse é um dos países que segue aberto ao Turismo. Eu estou aqui há mais de dois meses viajando. Cheguei em Novembro, passei pelos principais pontos turísticos do país e agora estou morando temporariamente numa fazenda de yoga perto da praia.

Desde então, as regras vêm mudando, mas não muito. E a verdade é que a maioria das restrições são bem flexíveis para os turistas, já que a Turquia segue tentando manter esse mercado aquecido. Portanto eu vou reunir aqui as principais informações para quem deseja visitar a Turquia em breve.

É importante ressaltar que essas regras podem mudar a qualquer momento e que o ideal é consultar o consulado para confirmar quais as restrições para quando você decidir vir para cá, ok? As informações abaixo são referentes a Janeiro de 2021 e retratam a minha experiência durante o Covid-19 na Turquia.

Prontos para voar para Istambul! Quais as exigências durante o Covid-19 na Turquia?

Como está a imigração durante a pandemia de Covid-19 na Turquia?

A Turquia segue aberta para o Turismo. Quando eu cheguei aqui, no início de Novembro do ano passado, não havia nenhuma exigência para entrada no país. No entanto, isso mudou e desde 28/12/20 é obrigatório apresentar teste PCR negativo de Covid-19 para entrar na Turquia. O exame precisa ter sido realizado até 72 horas antes do embarque. Não há exigência de quarentena ou de qualquer isolamento ao chegar e nem se apresentar comprovante de seguro viagem.

Eu viajei de Belgrado, na Sérvia, para Istambul, na Turquia, com a companhia aérea Pegasus e no vôo me foi entregue um rápido formulário a ser preenchido (veja foto abaixo), onde solicitavam informações como meu endereço na Turquia, telefone de contato, número do meu assento no avião, países em que estive nos últimos 14 dias ou se apresentava qualquer sintoma do coronavírus.

A imigração foi muito tranquila. Não fizeram nenhuma pergunta, estamparam o passaporte e me deram as boas vindas à Turquia.

Há lockdown na Turquia devido à pandemia de Covid-19?

No momento, em Janeiro de 2021, há lockdown nos finais-de-semana e também de segunda a sexta depois das 21h em todo o país. Quem desrespeitar essa regra sem um motivo válido pode levar uma multa de 900 liras (cerca de 90 euros). Idosos maiores de 65 anos só podem sair de casa entre 10h e 13h e menores de 20 anos só podem sair entre 13h e 16h – e ninguém em ambas faixas etárias pode usar transporte público.

No entanto, essas regras apenas se aplicam aos turcos ou residentes na Turquia. Isso significa que turistas podem transitar livremente. É indicado sempre portar passaporte para comprovar ser turista no caso de abordagem policial.

O lado negativo para o turista é que, como existe essa restrição para a população local, há menor oferta de ônibus intermunicipais, o que dificulta se locomover por terra pelo país de sexta a segunda, e alguns pontos turísticos não estão abrindo nos finais-de-semana, por exemplo.

É obrigatório usar máscaras?

Sim, em toda a Turquia é obrigatório usar máscara em qualquer local público, mesmo que seja ao ar livre. Qualquer pessoa que desrespeitar essa regra pode receber multa de 900 liras (cerca de 90 euros). Essa exigência é válida inclusive para turistas e a fiscalização é maior em ambientes fechados, como supermercados, shopping centers e transportes públicos.

Os restaurantes estão funcionando normalmente com o Covid-19 na Turquia?

Em todo o país os restaurantes estão proibidos de receber clientes desde o final de Novembro, e só podem funcionar para delivery (disque entrega) e take away (faz o pedido, espera do lado de fora até que fique pronto e leva para comer em casa). Apenas restaurantes de hotéis têm autorização para funcionar normalmente, porém apenas para seus hóspedes (portanto pode ser interessante se hospedar em um hotel que tenha restaurante próprio caso seu budget permita).

Uma seguidora me contou no Instagram que esteve em Istambul na semana passada e vários restaurantes estavam funcionando clandestinamente. Olhando de fora, pareciam estar fechados, porém ao entrar havia música e muitos clientes sentados nas mesas comendo normalmente.

Quais as regras para o comércio em geral na Turquia?

O comércio em todo o país está funcionando das 10h às 20h, sendo que nos finais-de-semana fecha um pouco mais cedo às 17h. Essa regra também é válida para supermercados.

O que é o HES Code?

O HES Code é um código implementado pelo governo turco no final de Novembro para tentar rastrear os lugares em que você esteve e as pessoas com quem possivelmente teve contato com o objetivo de controlar melhor a pandemia. Apesar de ser obrigatório apenas para turcos e residentes na Turquia, me foi solicitado diversas vezes (algumas em estabelecimentos comerciais, em check in de hotéis e em todas as vezes que comprei uma passagem de ônibus para viajar pelo país).

Esse código é gratuito e bem simples de obter (desde que você tenha um chip de celular daqui ou consiga alguém que tem). Você pode fazer esse trâmite ao chegar, não precisa se preocupar de fazer ainda no Brasil, já que provavelmente aí não terá acesso a um celular turco. Você pode obter mais informações por esse site.

Para facilitar, te explico por aqui como proceder. O HES Code pode ser obtido por SMS. Se você não é residente na Turquia, envie uma mensagem SMS desde um celular com chip local para o número 2023 no seguinte formato: HES (espaço) código da sua nacionalidade (espaço) número do seu passaporte (espaço) ano de seu nascimento (espaço) SOBRENOME. Por exemplo: HES BRA FF123456 1985 SILVA

Visto de turista para brasileiros na Turquia

Brasileiros não precisam solicitar visto com antecedência para viajar para a Turquia. O visto de turista pode ser obtivo ao chegar no país e é válido por 90 dias.

Minha experiência durante a pandemia de Covid-19 na Turquia

Desde que eu cheguei na Turquia, no início de Novembro, as regras vêm mudando aos poucos. Antes não havia, por exemplo, exigência de apresentar o teste PCR na imigração ou qualquer lockdown. Porém, com os casos voltando a subir, algumas novas regras vêm sendo implementadas. Se você vier para cá, o ideal é se preparar para se adaptar a qualquer nova exigência. Uma viagem curta de férias para a Turquia em um itinerário todo amarrado pode ser complicado no momento e você vai ter que contar com a sorte.

Como não estou aqui na Turquia em uma viagem curta, tenho flexibilidade para me adaptar a todas as novas regras. Não saio muito nos horários de lockdown, mas, pelo que presenciei, não anda tão rigoroso. Houve um domingo, por exemplo, em que eu estava na praia e inclusive havia outros turcos perto aproveitando o dia de sol. Os policiais apenas se aproximaram e solicitaram que todos fossem para casa, sem aplicar multa em ninguém.

Supermercados e alguns outros comércios estão abertos normalmente todos os dias, mas respeitando as regras de horário de funcionamento. Já a questão dos restaurantes fechados não impacta tanto para mim, pois, ou cozinho minha própria comida, ou estou em lugares onde me oferecem comida (couchsurfing/voluntariado) ou compro lanches rápidos.

Por fim, tenho visitado locais turísticos que estão SUPER vazios. Jamais imaginei, por exemplo, ter Ephesus ou Pamukkale praticamente inteiros só pra mim. O Turismo caiu bastante aqui na Turquia devido à pandemia. Exceto por Istambul (em especial no transporte público de lá e no Grand Bazaar), não estive até agora em nenhum lugar lotado de pessoas por aqui.

Leia meu guia completo para conhecer a Capadócia em uma viagem econômica

Vou continuar aqui até Fevereiro e sugiro acompanhar meu Instagram, onde atualizo com frequência como anda a situação do Covid-19 na Turquia.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui