Por anos eu sonhei em conhecer a Capadócia, na Turquia, com seu amanhecer repleto de balões dançando no céu. Mas também tinha receio de ser uma viagem caríssima, já que via tantas fotos glamourosas em lugares que pareciam ser de luxo e isso me assustava um pouco. Porém, depois de dois meses percorrendo os lugares maus famosos da Turquia, posso te dizer que esse é um país BEM mais barato do que eu esperava – em especial se você souber a época certa para visitar e como se programar para gastar menos.

E é isso que quero compartilhar aqui com vocês. Eu fiquei quatro dias inteiros em Goreme, uma das cidades base da Capadócia e aqui vou detalhar o meu roteiro, o hotel de maravilhoso custo x benefício que escolhi, os preços para voar de balão, o que fazer de graça, quando ir e que cidade base escolher (e porquê). Vem comigo que esse post está completíssimo e vai te ajudar a entender que a Capadócia é um destino super possível de sonhar e realizar.

Como esquecer o céu cheio de balões no amanhecer na Capadócia, Turquia?

Quando visitar a Capadócia

A altíssima temporada na Capadócia é durante o Verão, de meados de Junho a meados de Setembro. Essa é a época mais quente e naturalmente a que tem preços mais inflacionados.

Primavera e Outono têm temperaturas mais amenas e preços mais convidativos. No entanto, se você quer mesmo economizar, o Inverno é quando os preços caem (inclusive dos voos de balão!). Mas tenha em mente que, além de bastante frio, podendo chegar a temperaturas negativas, essa também é uma época mais chuvosa e os dias são mais curtos, amanhecendo mais tarde e anoitecendo mais cedo.

Eu visitei a Capadócia em Dezembro e já estava fazendo bastante frio. Cheguei a pegar -3 graus no amanhecer, mas durante o dia o clima estava bem agradável para caminhadas ao ar livre. Dos quatro dias em que estive lá, choveu em apenas um deles, dois dias foram de sol forte e teve um dia que ficou nublado.

Quanto custa viajar para a Capadócia

Essa geralmente é a pergunta mais comum de quem quer visitar um destino. Porém saiba que sua viagem pode custar desde bem pouco, como a minha, ou até… bem, aí o céu é o limite. Vai depender de onde você se hospeda, que restaurantes vai frequentar, se fará passeios por conta própria ou com agência, se vai se encher de souvenirs ou vai se contentar com um ímã de lembrança e por aí vai.

Eu e meu namorado gastamos juntos um total de 200 reais em quatro dias na Capadócia, sem contar o deslocamento para chegar até lá. Esse valor incluiu acomodação, alimentação (apenas um dia comemos em restaurante, nos demais compramos comidinhas no supermercado), os passeios (privilegiamos tudo que fosse gratuito) e souvenirs (bem pouco, um ímã, algumas carteiras baratinhas e tal). Eu priorizei fazer muitas caminhadas.

E nosso orçamento de viagem ficou tão baixo porque eu reservei nosso hotel usando créditos do Airbnb, então as três noites de acomodação acabaram saindo de graça. Se você é novo no Airbnb, recomendo fazer seu cadastro por esse link do blog para ganhar até 58 euros de desconto na sua primeira reserva!

A Turquia é um país barato, e está com preços ainda mais atrativos com a sua moeda desvalorizada.

Onde se hospedar na Capadócia

Se você não sabe (assim como eu não sabia antes de ir para lá), a Capadócia tem mais de 15 mil quilômetros quadrados. No entanto, a parte mais turística se restringe a um triângulo de uns 20 quilômetros delimitado por Nevşehir, Avanos e Mustafapaşa, a sul de Ürgüp. Dentro dessa região, as cidades geralmente mais escolhidas como base para percorrer os atrativos turísticos são Goreme, Uçhisar, Urgup, Avanos e Nevşehir. Abaixo falo sobre cada uma delas com dicas de hospedagens – e também contarei a minha preferida.

Goreme

Goreme é uma pequena vila na Capadócia, e eu diria que a mais central para se hospedar – ótima opção se você não estiver de carro. Tem boa oferta de hotéis, restaurantes, agências de passeios e supermercados e também conta com transporte público em dolmus (minivans) para outros vilarejos da região. Além disso, está bem localizada para visitar alguns lugares a pé, como o Goreme Open Air Museum, Red Valley, White Valley, Love Valley, entre outros que vou comentar mais pra frente.

Goreme não tem nem 6 mil habitantes e é um charme só. Foi onde eu hospedei e achei uma ótima escolha. Eu reservei três noites no Karadut Hotel (fotos abaixo) e recomendo 100%! Não tive nada para reclamar. Boa localização a cinco minutos caminhando da rua principal, café da manhã em estilo turco com opções bastante fartas, cama confortável em quarto estilo caverna, ambiente sempre aquecido (viajei no Inverno), bom chuveiro com água quente e oferta de passeios a preços justos. Pagamos 18 euros na diária para duas pessoas, já incluindo o café da manhã. Lembrando que esse foi um preço de baixa temporada!

Eu fiz minha reserva pelo Airbnb, e se você ainda não é registrado por lá, recomendo fazer seu cadastro por esse link do blog para ganhar até 58 euros de desconto na sua primeira reserva!

Uçhisar

Uçhisar é ainda menor que Goreme, que está a apenas 5 quilômetros de distância, e também uma vila bastante charmosa. Também conta com uma boa oferta de hotéis e restaurantes. Seu grande atrativo é o Uçhisar Castle, de onde se tem uma linda vista e com entrada baratinha na casa dos dois euros por pessoa. Uma opção de passeio a pé a partir dali é visitar o Pigeon Valley (em turco: Guvercinlik Vadisi), que liga Uçhisar a Goreme.

Em Uçhisar dê uma olhadinha no Castle Panorama e o Lava Capaddocia para se hospedar, ambos muito bem recomendados no Airbnb. Se você é novo no Airbnb, recomendo fazer seu cadastro por esse link do blog para ganhar até 58 euros de desconto na sua primeira reserva!

Urgup

Urgup já é maiorzinha, com uma população que passa dos 20 mil habitantes. Está situada junto a uma colina e conta com grande variedade de hotéis, restaurantes, agências de passeios e alguns supermercados. Euzinha, particularmente, acho mais charmoso e também mais autêntico se hospedar nas vilas menores da região.

Mas, se mesmo assim Urgup é sua opção caso você prefira estar em um lugar com maior infraestrutura, dê uma olhadinha no The Cappadocia Hotel e no Larissa Cave House, ambos muito bem recomendados no Airbnb. Se você é novo no Airbnb, recomendo fazer seu cadastro por esse link do blog para ganhar até 58 euros de desconto na sua primeira reserva!

Avanos

Com mais de 40 mil habitantes, Avanos é uma cidade com asfalto, feiras de rua, supermercados, ônibus circulando, muitas lojas, restaurantes e, claro, hotéis. Cortada por um rio, o que lhe confere um charme, possibilita fazer passeios de barco ao estilo dos de Veneza. Estive lá para conhecer o ateliê de Chez Galip e o peculiar Museu do Cabelo.

Por lá, confira a hospedagem de Lilith Art Pottery Studio and Rooms e Asırlardır Yalnızım, ambos muito bem recomendados no Airbnb. Se você é novo no Airbnb, recomendo fazer seu cadastro por esse link do blog para ganhar até 58 euros de desconto na sua primeira reserva!

Nevşehir

A maior cidade da região também entra aqui nas opções de lugar para se hospedar na Capadócia – apesar de não ser exatamente o melhor lugar para sentir a vibe bucólica dessa região da Turquia. Com mais de 300 mil habitantes, não é um lugar tão charmoso como se poderia vivenciar. Além disso, somente o deslocamento que você precisaria fazer dentro da cidade para visitar as demais regiões da Capdócia já representaria significativa perda de tempo em uma viagem curta de férias.

Para não perder a sensação de estar na Capadócia ao se hospedar em Nevşehir, tente dar preferência a hotéis com quartos em estilo caverna, como o Atilla’s Cave House ou o Cappadocia Ennar Cave House Room, ambos muito bem recomendados no Airbnb. Se você é novo no Airbnb, recomendo fazer seu cadastro por esse link do blog para ganhar até 58 euros de desconto na sua primeira reserva!

O site Booking.com funciona na Turquia?

O Booking.com não funciona dentro da Turquia, então, se quiser fazer suas reservas através dessa plataforma (que eu uso bastante e recomendo), faça antes de chegar no país. Uma vez que estiver por aqui, só vai poder reservar hospedagens na Turquia através de outras plataformas, como Airbnb e Hoteis.com por exemplo, ou usando um VPN para dissimular o bloqueio que o país tem.

Desde 2017 o site Booking.com foi ordenado por um tribunal turco para parar de listar hotéis no país depois de reclamações de agências de viagens locais, que argumentaram que o site criava concorrência desleal para eles.

Que passeios fazer na Capadócia?

São inúmeros passeios para fazer nessa região, desde caminhadas por lindos vales, passando pelo famoso passeio de balão (considerado o mais lindo do mundo!) e até cidades inteiras subterrâneas. Então vou separar por partes para te ajudar a se programar, inclusive com informação se dá para fazer por conta própria e estimativa de preços.

Trekkings e os inúmeros vales da Capadócia

Para facilitar, as próprias agências de turismo separaram essa região da Capadócia em cores, e cada cor pode ser realizada em um dia. A Vermelha, por exemplo, engloba o White Valley, o Red Valley, o Pigeon Valley e pode terminar com uma visita a Uçhisar ou a Çavusin. Existem, ainda, a Verde e a Azul, conforme a foto abaixo.

Eu fiz meus rolês por conta própria a partir de Goreme, priorizando caminhar ao máximo e pegar um ou outro transporte público. Não gastei quase nada, portanto seguir essas dicas é excelente base para quem quer uma viagem de baixo custo para a Capadócia, gastando pouco. Abaixo conto como ficou o meu roteiro de três dias na Capadócia tendo Goreme como base (apesar de eu ter ficado quatro dias na região, no primeiro dia choveu e aproveitamos para curtir o hotel e descansar, então na prática foram três dias apenas de passeios).

Meu roteiro de três dias na Capadócia: Dia 1

No primeiro dia, eu saí a pé de Goreme em direção a Çavusin. Se quiser fazer o mesmo roteiro, recomendo sair bem cedinho. Veja o vôo dos balões no amanhecer, tome café da manhã e já saia para começar a explorar.

Clique aqui para ver os stories completos no Instagram desse primeiro dia de passeio na Capadócia

Fui caminhando em direção ao Goreme Open Air Museum (em turco: Göreme Açık Hava Müzesi), onde você pode fazer sua primeira parada e cuja entrada custa 75 liras por pessoa. Lá se encontram várias Igrejas em cavernas com afrescos ainda bem conservados e é onde fica a Igreja da Serpente, com um afresco de São Jorge lutando em seu cavalo branco.

Dali, siga para Red Valley e Rose Valley (você caminha mais um pouco seguindo adiante, e então cruza a pista e pega uma entrada à esquerda). Eu usei bastante o Maps.me, um mapa offline, para me ajudar a encontrar as rotas – vários lugares que são muito visitados já estão salvos nesse aplicativos, então ajuda bastante a ver o que visitar. Pelo caminho você também vai ver algumas poucas placas e umas setas vermelhas pintadas nas pedras para indicar o caminho.

No entanto, se perder por ali foi o grande encanto para mim! São inúmeras cavernas onde você pode simplesmente entrar e explorar à vontade, sem pagar nada. Lugares tão lindos que jamais esquecerei!

No caminho, na beira da estrada ainda, paramos na Aynali Church, igreja com entrada gratuita e encrustada na pedra.

Já conforme você segue pelo Red Valley, pode visitar a Anne and Joachim Church, também com entrada gratuita – Ana e Joaquim foram os pais de Maria! A poucos passos dali fica a Column Church, que também impressiona pelas enormes colunas esculpidas dentro de cavernas, e também com entrada gratuita.

Terminamos o dia em Çavusin, a apenas 5 quilômetros de Goreme, e onde há um castelo com labirintos infinitos e entrada gratuita e várias lojinhas de souvernir ao seu redor com preços imbatíveis! Compramos ìmãs por 1 lira (isso não dá nem 0,10 euros!). Iríamos voltar de van para Goreme, porém decidimos tentar pedir carona enquanto esperávamos e super rápido um carro parou e nos levou. O motorista trabalha como piloto de balão na Capadócia e foi bem gentil.

No mapa abaixo eu marquei os principais lugares que visitei nesse dia. De qualquer jeito, eu recomendo você fazer download do aplicativo Maps.me para o seu celular e salvar cada um desses lugares por lá, para ver melhor a rota que pode ser feita a pé. No total andamos cerca de 15 quilômetros nesse dia, com inúmeras paradas para fotos e descanso.

Meu roteiro de três dias na Capadócia: Dia 2

No segundo dia eu acordei de novo bem cedinho para ver o vôo dos balões e, mais uma vez, foi inesquecível!

Clique aqui para ver os stories completos no Instagram desse segundo dia de passeio na Capadócia

Depois de tomar café da manhã, saímos para começar mais uma vez a explorar a região a pé. O primeiro destino foi Pigeon Valley (em turco: Guvercinlik Vadisi), que liga Goreme a Uçhisar. Foi uma caminhada leve de cerca de 4 quilômetros e passando por cenários muito lindos.

Ao chegar a Uçhisar, você pode visitar o castelo principal do vilarejo, o Uçhisar Castle, cuja entrada custa 15 liras e te permite ter uma vista da região ainda mais do alto. Digo assim pois Uçhisar já fica numa região mais elevada, de onde se pode ver Goreme do alto e até mesmo o Monte Erciyes, por exemplo, um vulcão inativo há anos. Nessa mesma vila há outros dois castelos cuja entrada é gratuita.

Dali, busque onde fica a entrada do Love Valley (mais uma vez, há placas pelo caminho, mas o Maps.me vai te ajudar a encontrar que rota fazer).

No caminho você também vai passar pelo White Valley. Um detalhe engraçado e curioso sobre o Love Valley: você vai reparar que ali a maioria das formações rochosas têm um formarto… fálico! Sim, parece pênis. E dizem que foi daí que veio o nome de… Vale do amor! Haha Pode render fotos bem engraçadas. Se você estiver com disposição, suba até o mirante onde há um painel em formato de coração para fazer fotos do vale visto de cima.

Do Love Valley existe uma rota a pé que você pode seguir para voltar direto para Goreme. Nesse dia andamos cerca de 14 quilômetros. No mapa abaixo eu marquei os principais lugares que visitei nesse dia. De qualquer jeito, eu recomendo você fazer download do aplicativo Maps.me para o seu celular e salvar cada um desses lugares por lá, para ver melhor a rota que pode ser feita a pé.

Meu roteiro de três dias na Capadócia: Dia 3

No nosso terceiro dia na Capadócia a previsão era de tempo nublado, então não nos preocupamos de acordar cedo para ver o vôo dos balões, que acabaram sendo cancelados. Depois do café da manhã arrumamos nossas mochilas e fizemos checkout do hotel. Deixamos nossas mochilas na companhia de ônibus que iríamos pegar no fim da tarde para seguir viagem e saímos para aproveitar nosso último dia por lá.

Clique aqui para ver os stories completos no Instagram desse terceiro dia de passeio na Capadócia

Como o dia não estava tão bonito para passeios ao ar livre, fomos comprar souvenirs e a lojinha mais barata que encontramos em Goreme foi a Sultan Gift Shop, que fica na rua principal. Meio bagunçadinha, mas com várias coisas fofas. Depois passei também em uma loja chamada Galerie Ikman, que vende tapetes, e que eu tinha visto dicas na internet de que seria um ótimo lugar para tirar fotos. alguns blogs diziam que era de graça, outros que era só comprar um tapete e você poderia tirar fotos lá. Porém, sinceramente, não achei nada demais nessa loja! E, além de tudo, era bem escura, iluminação bem ruim para fotos. Mas, enfim, tá aí a dica se quiser tentar a sorte.

Essa foi a lojinha de souvenirs com melhores preços que encontramos em Goreme!

Depois decidimos pegar uma mini van (5 liras por pessoa) até Avanos. O objetivo foi visitar o ateliê Chez Galip, onde também fica o Museu do Cabelo (Hair Museum). O ateliê oferece workshop para quem quiser aprender a fazer objetos de cerâmica. É um lugar super conhecido e bem lindo! Para fazer o workshop custa 20 liras por pessoa e você não precisa de mais do que uma hora. No próprio ateliê fica também o tal Museu do Cabelo, que em 1998 entrou para o Guinnes Book como um dos museus mais estranhos do mundo! Simplesmente todas as paredes e o teto são cobertos com cablo de mais de 5 milhões de mulheres de todo o mundo.

A história desse museu começa há 30 anos atrás, quando uma amiga do dono do lugar, o Chez Galip, ia embora de Avanos e ele ficou muito triste, daí ela resolveu presenteá-lo com um pedaço do seu cabelo. Ele pendurou na parede como lembrança. Desde então, as mulheres que passam por ali deixam por lá um pedaço do seu cabelo também. Nem toda mulher que visita o lugar precisa deixar uma madeixa ali, mas tesouras são disponibilizadas. Ah! E duas vezes por ano, Galip escolhe algumas sortudas que deixaram seus cabelos ali para ganhar uma viagem de graça à Capadócia. Segundo ele, é uma maneira de agradecer por todas que o ajudam a aumentar esse acervo. Sério, um dos lugares mais bizarros onda já estive (é proibido tirar fotos lá dentro)!

Tanto o ateliê como o museu têm entrada gratuita!

Passeio de balão na Capadócia

Quando se pensa em Capadócia, difícil não associar esse destino aos infinitos balões que levantam vôo no amanhecer. Esse é o passeio mais famoso e que a maioria das pessoas não quer deixar de jeito nenhum de fora de sua programação. Então anote as dicas completas sobre voar de balão na Capadócia:

  • Na alta temporada (Verão), o preço do passeio de balão pode até passar de 200 euros por pessoa se você deixar pra comprar em cima da hora. Mas comprando com antecedência de alguns dias, sai em torno de 120 euros por pessoa;
  • Pesquise muito as empresas confiáveis pro seu voo de balão! Ouvi alguns relatos de passeios que foram uma furada. Use sites como TripAdvisor ou mesmo busque indicações no Google de outros blogueiros pra não perder dinheiro e nem correr riscos;
  • Na baixa temporada (Inverno), os preços caem, podendo chegar a 80 euros por pessoa. Como agora, nesse momento em que estou na Turquia, o Turismo está sendo ainda mais afetado pelo coronavírus, o preço do voo de balão despencou – no meu hotel, por exemplo, estava sendo vendido a 55 euros por pessoa;
  • O passeio geralmente dura por volta de 2h30, busca e deixa no hotel e inclui, além do voo, um pequeno coquetel com espumante;
  • Vá bem agasalhado! No amanhecer faz frio em qualquer época do ano. Se for inverno, use suas melhores roupas de frio! Cheguei a pegar -3 graus em Goreme no início de Dezembro;
  • Reserve o voo de balão pra sua primeira manhã na Capadócia, e fique no mínimo duas noites nesse destino! Digo isso porque esse passeio é facilmente cancelado por mau tempo, então melhor garantir que você vai conseguir voar caso seja seu sonho;
  • E muito importante: garanta com a empresa que escolher se haverá devolução do dinheiro caso o passeio não aconteça!

E por que eu não quis voar de balão?

Acho que a colocação aqui seria diferente. Eu não fiz questão de voar. Sei que com certeza seria lindo, etc e tal. Porém eu não ~precisava~ disso para minha viagem ser inesquecível, entende?

Ver os balões no céu no amanhecer, pra mim, já foi a realização completa de um sonho! Eu me emocionei muito com a oportunidade de ver duas vezes os balões levantando vôo no céu da Capadócia. Me senti em um filme! Aquela cena jamais vai sair da minha cabeça. Não senti a ~obrigação~ de nada mais além daquilo pra absorver a magia desse lugar especial. E olha que o preço do voo estava uma “pechincha”, hein?!

Além do mais, eu já voei de balão no Deserto do Atacama, então não seria uma experiência super nova pra mim. Mas, se você faz questão desse passeio, não perca a oportunidade. Talvez você nunca volte na Capadócia!

De onde ver os balões de graça na Capadócia?

A primeira dica é, mais uma vez, usar o aplicativo Maps.me para encontrar os melhores mirantes para ver os balões no amanhecer na Capadócia! É só fazer uma busca por “viewpoint” e você vai ver quantas opções serão mostradas.

Ao andar por Goreme no amanhecer você vai poder ver os balões no céu. Mas é bem melhor ir a algum mirante!

Porém selecionei aqui duas das mais famosas. Se atente que os balões levantam vôo antes do sol nascer, então você vai precisar sair do seu hotel bem cedinho para chegar nesses lugares a tempo de ver todo o show acontecer. A boa notícia é que há vários lugares que você pode chegar a pé desde Goreme. Se você estiver de carro, aproveite para se afastar e buscar um lugar mais reservado para esse momento. Na alta temporada os pontos abaixo podem ficar bem cheios.

  • Hill above Goreme: em Goreme há uma pequena montanha que é bem popular para ver os balões no amanhecer e é facilmente acessível a pé. No entanto, fica lotado na alta temporada!
  • Mirante oficial do Love Valley: alguns balões podem até mesmo levantar vôo a partir daqui. Na alta temporada pode ser que fique bem cheio.

Há muitos hotéis com terraços incríveis de onde se pode ver os balões, porém eles geralmente não são abertos a pessoas que não esteja hospedadas ali. Os mais famosos custam bem caro, mas você também pode encontrar boas opções a preços acessíveis, como o hotel onde me hospedei em Goreme através do Airbnb e que tinha um terraço bem bacana com vista pros balões!

Outra excelente opção, se você é mais aventureiro, é acampar em um dos mirantes mais afastados e que dão vista para os balões no amanhecer. Com certeza vai ser inesquecível abrir o zíper da barraca e se deparar com o cenário mais sonhado da Capadócia em um lugar isolado de tudo.

Cidades subterrâneas da Capadócia

Você sabia que existem mais de 200 cidades subterrâneas na Capadócia? Sim, cidades inteiras! E quatro delas podem ser visitadas. Ninguém vive ali mais. E em 1985 elas foram declaradas como Patrimônio da Humanidade pela Unesco!

A história destas cidades subterrâneas da Capadócia começou há mais de 3 mil anos. Os Hititas que habitaram primeiramente a região escavaram cidades inteiras nas rochas vulcânicas, possivelmente para se proteger. É um total de 150 km de túneis e galerias debaixo da terra. E que devem ter salvo diversas civilizações que por lá passaram, como os cristãos. Eles usavam as cidades subterrâneas como refúgios bem camuflados para continuar propagando sua fé, quando o cristianismo ainda era proibido.

Essas cidades são verdadeiros labirintos de lugares conectados a diversos andares abaixo do nível do solo. Até mesmo 20 mil pessoas poderiam viver em apenas uma cidade subterrânea! E elas contavam com igrejas, escolas, estábulos, cozinhas, banheiros, canais de ventilação, cavalariças, padarias, equipamento para a produção de mosto e de vinho, poços de água e tudo o mais necessário.

As mais conhecidas são Derinkuyu, a mais profunda, e Kaymaklı, a maior delas, com nove níveis. Se você é claustrofóbico, talvez seja melhor evitar esse tipo de passeio. Infelizmente eu não visitei nenhuma cidade subterrânea da Capadócia, mas quero voltar em breve para ter essa experiência. As visitas são pagas, custam em torno de 50 liras e podem ser feitas tanto por conta própria como com agências de turismo (que cobram mais caro, já que fazem o traslado de ida e volta buscando no hotel).

Fazer os passeios por conta própria ou com agência? A pé ou de carro?

Existe transporte público de Goreme para os vilarejos próximos na arredondeza

Eu fiz todos os meus passeios na Capadócia por conta própria. Não tive dificuldade em me planejar e conseguir informações na internet. Tampouco aluguei carro, dei prioridade a fazer tudo a pé ou em transporte público. Me hospedar em Goreme foi essencial para estar em uma localização central e fácil de me locomover.

Fechar passeios com uma agência de turismo é uma opção, mas tenha em mente que isso vai aumentar bastante o custo da sua viagem. alugar um carro também pode ser uma ótima, pois vai te dar mais flexibilidade e você vai ganhar tempo nos deslocamentos – mas, mesmo assim, faça alguns trajetos a pé pelos vales da região! A Capadócia é um dos lugares mais lindos que já visitei na vida e me perder por seus labirintos de cavernas infinitas foi parte essencial da minha viagem.

Quantos dias ficar na Capadócia?

Eu fiquei quatro dias inteiros na Capadócia e, ainda assim, senti falta de visitar alguns lugares. Em especial porque logo no primeiro dia choveu durante toda a tarde, o que dificultou fazer passeios. Como eu comentei, no Inverno também é época de chuvas na Turquia, então principalmente se você vai viajar nessa data, busque ter mais tempo extra para driblar qualquer mau tempo.

Esqueça a ideia de ir até a Capadócia para passar apenas um ou dois dias e seguir viagem. Além de ficar numa região mais isolada da Turquia, o que engloba gastar bastante tempo em deslocamento até lá, é importante ter uns dias extras para fazer o passeio de balão, que você deve deixar reservado já para o seu primeiro dia na região. Esse passeio pode facilmente ser cancelado por mau tempo, e é importante ter uns dias a mais para remarcar caso seja um passeio imprescindível nas suas férias.

Eu diria que um mínimo de três dias inteiros na Capadócia seria o ideal. Se você puder ficar quatro ou cinco dias inteiros, melhor ainda. Vai por mim, essa região é encantadora e você não vai se arrepender.

Como chegar na Capadócia?

Uma vez que você estiver em Istambul, pode chegar na região da Capadócia tanto em avião como de ônibus. Se seu orçamento permitir, pegar um vôo até Nevşehir, a maior cidade da região, será muito mais cômodo. A Capadócia fica bem longe de Istambul e numa área mais isolada no mapa da Turquia, sem tantos outros atrativos turísticos muito populares por perto. Por isso o bate-volta de avião aparece como a opção mais interessante.

Além disso, os ônibus na Turquia não são muito confortáveis. Apesar de a maioria deles oferecer bebidas e coisas para beliscar incluídos na tarifa, os assentos reclinam pouquíssimo e os veículos não contam com banheiro. O trajeto de Istambul até Nevşehir, por exemplo, leva cerca de onze horas.

O trajeto de avião de Istambul até Nevşehir custa em torno de 180 reais, enquanto o de ônibus fica por volta de 100 reais. Eu gosto bastante de usar o site Rome2rio para pesquisar todas as opções de deslocamento entre cidades de todo o mundo.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui