Não faltam motivos para conhecer esse país vizinho, mas um deles em particular seduz muitos brasileiros: fazer compras no Chile. O país é famoso por baixas taxas de importação, o que faz muitos produtos serem mais baratos do que no Brasil. No nosso guia de compras no Chile você vai descobrir onde e o que vale a pena comprar (com descontos, é claro!). 

Fazer compras no Chile vale a pena?

O Chile pode não ter a fama de destino de compras como Ciudad del Este e Miami (pela economia) ou Nova York (pela diversidade). Mas ainda sim pode ser bem vantajoso para os viajantes que gostam de aproveitar as férias para economizar nas compras. 

Para ter certeza que fazer compras no Chile vale a pena para você, leve em consideração:

Imposto sobre Operações Financeiras. Todas as compras no exterior têm incidência de 6,38% do IOF, tanto nos cartões de crédito quanto nos de débito. Considere essa taxa ao calcular aquele super desconto. 

Compras à vista. Diferente do Brasil, não podemos comprar parcelado com cartão de crédito internacional no Chile: tudo é pago na hora (ou melhor dizendo, na próxima data de vencimento do seu cartão!)

Custo de uma viagem para o Chile. Apesar de ser relativamente fácil encontrar passagens aéreas baratas para o Chile, passeios, alimentação e hotéis no Chile podem encarecer a viagem.

  • Economize com as nossas dicas de hospedagem em Santiago (26 hotéis selecionados em diferentes faixas de preço) para poder gastar mais nas compras no Chile!

Onde fazer compras no Chile?

Confira a seguir tudo sobre as lojas de departamento e shoppings de Santiago e também outros locais para fazer compras no país:

Lojas de departamento no Chile

É impossível falar de compras no Chile e não citar três redes presentes em todo o país: Falabella, Ripley e Paris. Nessas lojas de departamento você encontra literalmente de tudo: moda feminina, masculina e infantil, bolsas e sapatos, cosméticos, eletrônicos e eletrodomésticos, objetos e acessórios de decoração e até móveis. 

Nos shoppings, elas são rapidamente reconhecíveis — as lojas ocupam diversos andares —, e nas ruas elas costumam estar nas vias mais movimentadas. No caso de Santiago, é o Paseo Ahumada, no centro.

Shoppings em Santiago

Como boa metrópole, Santiago tem shoppings para todos os gostos. A maioria deles se encontra em Las Condes, um pouco afastado do centro turístico. A exceção é o Costanera Center, localizado em Providencia, próximo a muitos hotéis e restaurantes. 

Ah, uma boa notícia para quem gosta de descontos! Poucas pessoas sabem, mas muitos shoppings de Santiago têm programas de benefícios para os turistas. Basta apresentar nos quiosques o seu RG ou passaporte para retirar um voucher com descontos de 10 a 20%. 

Apresento a seguir os principais shopping em Santiago, com sua localização, seus respectivos programas de desconto e por que ele pode ser o ideal para você:

Shopping Costanera Center

  • Bairro: Providencia
  • Programa de Descontos On Tour
  • Ideal para quem… vai visitar o mirante Sky Costanera e quer dar uma olhadinha nas lojas ou para aqueles que querem ver todas as principais lojas de uma vez

Shopping Parque Arauco

  • Bairro: Las Condes
  • Programa de descontos Travellers
  • Ideal para quem… quer ver as vitrines ao ar livre ou desejam unir compras e boa gastronomia (são mais de 40 restaurantes!)

Shopping Alto Las Condes

  • Bairro: Las Condes
  • Programa de descontos Alto Tourist
  • Ideal para quem… prefere um ambiente tranquilo e com menos gente

Shopping Mall Sport

  • Bairro: Las Condes
  • Não oferece programa de descontos
  • Ideal para quem… quer comprar roupas e equipamentos esportivos

Shopping Casa Costanera

  • Bairro: Vitacura
  • Não oferece programa de descontos
  • Ideal para quem… gosta de fazer compras nos lugares mais luxuosos

Zonas Francas

É importante mencionar também que existem duas Zonas Francas no Chile, onde não é cobrado absolutamente nenhum imposto sobre as mercadorias. Uma delas está numa região bastante turística: Punta Arenas, na Patagônia, no extremo sul do país. 

A variedade de marcas não é tão grande, mas as lojas outdoor podem valer a pena para quem deseja se equipar para trekkings na região, em particular para Torres del Paine. Roupas, sapatos de trekking, bastões, barracas e acessórios para camping costumam ser um ótimo negócio. 

A segunda Zona Franca do Chile, em Iquique, está no extremo oposto (numa região do Deserto do Atacama que vai além da turística San Pedro de Atacama). O Zofri Mall é um complexo comercial com diversas lojas, com destaque para as de perfume, decoração (e bugigangas), celulares, óculos e bebidas.

Muitos lojistas aceitam cartão mas dão descontos maiores para o pagamento en efectivo

O que vale a pena comprar no Chile?

Para começar, todos os produtos chilenos são naturalmente mais baratos no seu país de origem. No caso dos famosos vinhos chilenos, o valor pode ser até 70% menor do que no Brasil. 

No entanto, essa diferença tão grande não é comum para todos os produtos. Espere encontrar preços de 10 a 20% mais baratos. Na época das liquidações — geralmente em fevereiro, para as coleções de verão, e agosto, para as de inverno — os descontos podem ser mais expressivos. 

Confira o que vale a pena comprar no Chile e uma média de quanto você pode economizar nesses produtos: 

Roupas e artigos esportivos

A prática de exercícios e esportes outdoor é bastante comum no Chile e por isso as marcas do gênero se destacam nos shoppings, com uma grande variedade de roupas e artigos esportivos. 

Peças selecionadas de marcas já conhecidas entre o público brasileiro, como North Face e Columbia, chegam a custar 60% do valor da etiqueta brasileira. Você também pode dar uma chance para outros nomes, como as internacionais Marmot e Patagonia e as nacionais Doite e Lippi. Você certamente encontrará ótima qualidade por preços bem mais amigáveis que no Brasil. 

Roupas e acessórios da Nike, Adidas e outras marcas esportivas geralmente apresentam valores próximos, com a exceção dos sapatos. 

Sapatos

Como os impostos sobre tênis importados no Brasil são muito altos, comprar esse produto no Chile pode ser um ótimo negócio. A diferença de peças recém-lançadas pode ser de até 30%! Se você ainda pegar uma promoção, pode comprar um tênis novo pela metade do preço que pagaria no Brasil. 

Maquiagem

A mulherada vai gostar de saber que os cosméticos costumam ser mais baratos do que no Brasil, em torno de 15%. Em relação à maquiagem, você encontra marcas sofisticadas, como Lâncome, MAC, Dior, Clinique e Bobbi Brown, em qualquer loja de departamento. Um bom lugar para comprar maquiagem premium é o CELA Cosmeticos (Torre Titanium, Isidora Goyenechea 2800, em Las Condes), com descontos de até 20% sobre o valor de mercado. 

Já as marcas mais acessíveis, como L’Oreal e Maybelline, podem ser encontradas nas redes de farmácia Ahumada, Cruz Verde e Salcobrand e nas lojas de beleza PreUnic e DBS Store Beauty (presentes no Paseo Ahumada, no centro de Santiago). Petrizzio e Pamela Grant são duas marcas de maquiagem chilenas, de considerável qualidade.

Perfumes

Em relação aos descontos encontrados em perfumarias, é preciso considerar especificamente o produto que você está buscando. Se por um lado alguns perfumes podem sair até 40% mais baratos, outros vão custar quase o mesmo que no Brasil. Para ter uma ideia melhor, é bom comparar sites dos dois países — para o Chile, utilize como referência a Falabella

Roupas

Quem espera grandes descontos em vestuário feminino e masculino pode se decepcionar. Pelo menos em lojas de departamento como H&M, Forever 21 e Zara, às vezes até mais caras que no Brasil. Varejistas americanas como GAP, Abercrombie & Fitch e Tommy Hilfiger costumam ser mais baratas, mas o destaque é a maior variedade de peças. 

Essas marcas também estão, junto com peças usadas, nos brechós e lojas de segunda mão da rua Bandera, no centro. As tiendas mais conhecidas são a Nostalgic, Orange Blue e Bow. Lojas mais acessíveis são comuns no bairro Patronato.

Se o objetivo for comprar roupas de inverno, aí você encontrará vantagem, sem falar na infinidade de estilos e modelos. Nesse caso, as lojas de departamento são o melhor lugar onde fazer compras em Santiago.

Bebidas

E por fim, o principal produto a comprar no país: vinho chileno, um dos melhores do mundo! Além de economizar até 70% nos rótulos mais comuns em qualquer supermercado, você também poderá adquirir vinhos dificilmente encontrados no Brasil.

Caso você pretenda visitar alguma vinícola (e a gente recomenda! consideramos esse um dos melhores passeios em Santiago!), é possível comprar as garrafas em lojas no local. E você também tem a opção de comprar em lojas especializadas, com uma ótima seleção de vinhos: Supermercados Jumbo, Mundo del Vino, e Club de Amantes del Vino.

Nessas mesmas lojas, você também encontra o pisco, uma aguardente de uva típica do Chile e do Peru. Aqui, as marcas mais populares são Capel, Alto del Carmen e Mistral. 

Se destilados não são a sua praia, você pode encontrar em supermercados boas cervejas. Recomendo a Austral e a Kunstmann, produzidas no sul do país. 

Onde comprar lembrancinhas em Santiago?

Se depois de todas essas compras ainda sobrarem pesos chilenos, vale investi-los em lembrancinhas! O Chile tem vários produtos típicos que servem de material para artesanato (ou industrianato, dependendo da loja…). 

Alguns exemplos: 

  • Cobre, a partir do qual são feitos vasos, panelas e recipientes diversos; 
  • Lápis-lazúli, pedra semipreciosa muito usada na confecção de jóias; 
  • Lã de carneiro, utilizado em roupas e acessórios quentinhos, principalmente no sul do país;
  • Lã de alpaca, lhama e vicunha, comum no Deserto do Atacama

É fácil encontrar feiras artesanais nas Plazas de Armas das cidades chilenas. Para comprar lembrancinhas e artesanatos em Santiago, os melhores lugares são o Patio Bellavista, o Centro Artesanal Los Dominicos e o Centro Artesanal Santa Lucía.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui