Se você está planejando visitar a Patagônia chilena, certamente vai passar por Punta Arenas, no extremo sul do país. Enquanto muita gente usa Punta Arenas apenas como base aérea pra conhecer Torres del Paine ou dorme no máximo uma noite, eu fiquei dez dias nessa cidade. Tempo mais que suficiente pra conhecê-la muito bem e pra te dizer que vale a pena reservar ao menos dois dias aqui antes de seguir pra Puerto Natales – principalmente se você precisa comprar roupas de frio.

Punta Arenas, no Estreito de Magalhães, é uma cidade grande (ao menos pros padrões chilenos) e ótimo ponto de partida pra se aventurar pela Patagônia chilena. Aqui nesse artigo vou contar por que gostei da cidade e o que você pode fazer em sua passagem por lá!

Patagônia chilena
Se prepare pra viver todos os climas do mundo em um dia e venha conhecer a Patagônia chilena!

Essa parada é parte de minha viagem de 4 meses pelo Chile!

O que fazer em Punta Arenas

A cereja do bolo da Patagônia chilena é Torres del Paine, mais próximo a Puerto Natales. Mas em Punta Arenas há, sim, uns passeios legais pra fazer. Quantos dias, portanto, ficar em Punta Arenas? Com uns quatro dias inteiros você consegue fazer todas as minhas dicas.

Para quem tem 2 dias inteiros em Punta Arenas

  • Ver pinguins: rolé imperdível na Patagônia Chilena em minha opinião! As principais opções são: passeio de meio dia a Isla Magdalena (55.000 pesos indo de ferry por conta própria ou 75.000 pesos indo com agência, que tem um barco mais rápido e passa pra buscar no hotel) e passeio de dia inteiro a Parque de los Pinguinos (60.000 pesos com agência e inclui visita a Porvenir, pequeno povoado em Tierra del Fuego, ou 15.000 pesos ida e volta por conta própria de ferry até Porvenir e de lá tentar carona até o parque).
  • Tour guiado na Cervejaria Austral: essa é uma cerveja muito conhecida aqui no Chile e sua fábrica está bem no centro de Punta Arenas. O passeio custou 10.000 pesos (não aceitam cartão) e durou em torno de duas horas, com visita à fábrica e degustação de 9 cervejas. Não deixe de conhecer!
  • Free Walking Tour: sai diariamente às 11h da manhã da Plaza de Armas.
  • Visitar os pontos do walking tour por conta própria: Cemitério (maravilhoso, parece um museu a céu aberto), Plaza de Armas, Mirante del Cerro de La Cruz.
  • Beijar o dedão do pé do índio que está na estátua principal da Plaza de Armas para voltar a Punta Arenas.
  • Tomar um calafate sour: quase todo restaurante tem! O Rústico Bar faz um dos melhores que vi. Calafate é uma frutinha típica da Patagônia que parece um pouco com o mirtilo.
  • Comer um choripan no Kiosko roca: tradição na cidade! E o melhor, com ótimo preço (entre 600 e 800 pesos chilenos). Para acompanhar, um batido de leche con plátano (leite com banana). De segunda a segunda fica o dia inteiro cheio, e não somente de turistas, mas principalmente de moradores locais.
Que lindos os pinguins de Isla Magdalena! Foto: Andrea Schaffer

Extras para quem tem mais tempo em Punta Arenas

  • Reserva Nacional Magallanes (foto principal desse artigo): fica a uns 20km de Punta Arenas e tem ótimos sendeiros de caminhadas rápidas (entre 1 e 3km cada). Super lindo e a entrada custa 2.500 pesos chilenos.
  • Zona Franca: em Punta Arenas há uma área livre de impostos não muito grande, mas que pode valer a visita dependendo do que você precisa comprar. Eu comprei um óculos Rayban (39.000 pesos chilenos), um bom powerbank (11.000 pesos chilenos) e segunda pele pro frio (3.000 pesos chilenos cada peça).
  • Comer centolla: para isso o destino é o Mercado Municipal. E se quiser economizar (porque esse prato geralmente é caro), peça a empanada de centolla com queijo do Doña Anita, dentro do mercado, que custa 2.000 pesos chilenos.
  • se der a sorte de estar na cidade no dia 10 de algum mês, vá ao encontro local de couchsurfing conhecer mais viajantes! Você pode saber mais acompanhando o perfil deles no Instagram.
  • Laguna Parrilar e Fuerte Bulnes: ambos ficam bem próximos e a uns 50km de Punta Arenas.
  • Monte tarn: uma das poucas coisas que não fiz, mas boa opção pros fãs de trekking.
No Mercado Municipal há várias opções de restaurante para comer peixes e frutos do mar frescos

Bate-volta de Punta Arenas a Torres del Paine?

Definitivamente não recomendo o bate-volta de Punta Arenas para conhecer Torres del Paine na Patagônia chilena. Cada trajeto leva mais de três horas e portanto fica extremamente cansativo. Use Puerto Natales como base para isso – em breve entra post aqui no blog com essas dicas completas.

Pra quê se cansar indo longe? Amei a visita guiada com degustação da Cervejaria Austral, em Punta Arenas!

Se você precisa comprar roupas de Inverno

  • The North Face, Columbia, Doite, RKF: em Punta Arenas há lojas de roupa de Inverno de ótima qualidade, são mais opções que em Puerto Natales.
  • Zona Franca: muitas opções de roupas de Inverno baratas, no entanto de qualidade inferior.
Corredor de roupas de Inverno em uma das lojas da Zona Franca. Casacos a partir de 20.000 pesos chilenos.

Onde comer em Punta Arenas

Já adiantei as opções principais de onde comer em Punta Arenas no tópico anterior. Aqui coloco minha lista completa de dicas.

  • Kiosko Roca (comer o choripan)
  • Mercado Municipal (comer a empanada de centolla com queijo)
  • Restaurante el Chileno (coma o congrio com molho de mariscos, simplesmente sensacional)
  • Rústico Bar (ótimas pizzas)
  • La Sucursal del Cielo (padaria para um lanche rápido, tem quiches, empanadas, tortas, tudo uma delícia)
O Kiosko Roca é parada obrigatória em Punta Arenas! E se você é vegetariano, pode pedir sem carne!

Onde beber em Punta Arenas

Nem só de comida vive o homem, né?!

  • Bruna: barzinho muito legal, ótima música, rende boas fotos com os dizeres nas paredes.
  • Broadway: para quem quer fervo, é uma boate pequena e que lota até nos dias de semana.
  • Rústico Bar: para repetir o sabor que mais gostar de cerveja Austral, no entanto agora como chopp.
  • Skybar: terraço com vista 360 graus da cidade e com tudo pra ser incrível, mas o serviço é péssimo. Portanto vale mais pela foto que pelo consumo.
Encontro com amigos do couchsurging no Rústico Bar

Onde ficar em Punta Arenas

O ponto de referência aqui é a Plaza de Armas. Quão mais perto dela você se hospedar, mais fácil vai ser se locomover pros principais pontos da cidade (muita coisa vai poder fazer a pé).

Se você está buscando algo econômico, dê uma olhada no Samarce House Hostel, pois ele é muito bem localizado, fofo e tem ótimas recomendações. O Hostal Entre Vientos também pode ser ótima opção por oferecer muito boa estrutura, mas não está tão coladinho na Plaza de Armas como o anterior.

Para algo intermediário, confira o Hotel Isla Rey Jorge, modesto, com ótima localização e conta com um pub. O Hotel Plaza não diferencia tanto em preço, mas é ainda mais charmosinho e não perde em nada quanto a sua localização. Se não se importar em gastar um pouquinho mais para apostar em uma rede conhecida de hotéis, o Best Western Hotel Finis Terrai e o Hotel Diego de Almagro são as opção corretas.

Já o 5 estrelas da cidade é o Hotel Dreams del Estrecho, e conta, ainda, com cassino e um skybar no terraço. No entanto, se não conseguir disponibilidade nele, dê uma olhadinha no 4 estrelas Hotel Cabo de Hornos.

Punta Arenas vista de cima. Aí está o centrinho da cidade, visto desde o mirante del Cerro de la Cruz

Quando ir a Punta Arenas, na Patagônia chilena

A alta temporada na Patagônia vai de Novembro a Março. E, mesmo sendo Verão, leve roupas bem abrigadas pois o frio e o vento são constantes em Punta Arenas. E, se quiser ir no Inverno, coladinho na cidade há uma estação de esqui que tem vista pro mar. Legal, né?

Não esqueça de beijar o dedão do pé do índio se quiser voltar a Punta Arenas! rsrsrs

Saindo do aeroporto de Punta Arenas

Eu não fiz reserva de transfer. Quando saí pelo desembarque havia várias pessoas oferecendo serviço de táxi e transfer. Eu optei pela empresa Fin del Mundo, paguei 5.000 pesos chilenos e uma van compartilhada me deixou em minha hospedagem. No entanto, se você quer deixar tudo já reservado desde antes, deixo aqui o contato deles: +56988499799 ou agencia@turismofindelmundo.cl.

Provar o calafate sour em Punta Arenas, aquela dica fácil de seguir 🙂

Gostaram das dicas? Ficou alguma dúvida? Manda aí nos comentários que vou adorar te ajudar!

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui