O que fazer em Bonito, MS – meus 10 passeios preferidos!

5
Como contei no meu primeiro post Bonito, MS – informações básicas para o planejamento perfeito da sua viagem, é primordial contratar uma boa agência para organizar seus passeios em Bonito. Quando estive lá, me hospedei no hotel Águas de Bonito e foi a própria agência do hotel, a Águas Turismo, que planejou todas as minhas atividades e transfers até os locais.

Vou contar aqui hoje tudo o que fiz em Bonito e que indico demais que todos façam. Este é um destino que nos surpreende com muitas atividades, e se não nos planejarmos direitinho, não damos conta de fazer tudo o que queremos.

Portanto vou contar como foi meu dia-a-dia lá. Eu não poderia ter planejado melhor os meus dias em Bonito, e por isso sou muito grata a todo mundo da Águas Turismo e da Águas de Bonito. Muito atenciosos, queridos, profissionais. Feche seus passeios com eles e você vai entender do que eu estou falando! Ao final do post você pode baixar um arquivo com os preços de todos os passeios oferecidos pela Águas Turismo. Atenção: preços atualizados referentes ao primeiro semestre de 2017 – alguns sofrerão alteração de preço na metade do ano.

Dia 1
09h: Trajeto Campo Grande x Bonito. Transporte em van compartilhada da Vanzella Turismo (há pontos de saída no Hotel Nacional e no Aeroporto de Campo Grande). A van faz parada para almoço em uma lanchonete, refeição não inclusa (dica: não sente nos bancos do fundo, pois eles sacolejam mais). Dependendo do número de passageiros, pode ser que eles utilizem um micro-ônibus no lugar da van.
Chegada em Bonito por volta das 14h, com check-in no Hotel Águas de Bonito
Saí do hotel uns 20 minutinhos antes e fui andando para lá. Adorei esse passeio, pois nunca havia pilotado um quadriciclo e aqui o trajeto é em meio à mata com um pouco de adrenalina. Super seguro e divertido!
Vá com alguma roupa que não tenha problema sujar, pois pode passar por locais com lama.
Incluso: capacete
Dia 2
Nesse dia saí do hotel às 7h com o transporte Compartilhado da EK Transportes, que depois também me levou para meu passeio seguinte. Distância até aqui: 55km. Indico ir de manhã ao Buraco das Araras, pois é o melhor horário para conseguir vê-las. O que eu mais gostei aqui é que elas ficam realmente soltas na natureza, e não presas em um local apenas para que nós, humanos, possamos chegar perto delas. Então, justamente por isso, é uma questão de sorte conseguir ver várias. Eu tive sorte e vi váááárias, tanto de longe como mais de perto! E curti bastante a forma livre como elas vivem ali.
O que levar: obrigatório uso de calçado fechado (tênis), não pode chinelo. 
bonito-araras
bonito-araras2
Do Buraco das Araras, segui para o Rio de Prata também com a EK Transportes. É excelente conjugar os dois passeios num dia só, pois ficam distantes apenas 10km um do outro. O Recanto Ecológico rio da Prata é um local muito agradável para curtir o dia, fazer o passeio, almoçar. A flutuação do Rio da Prata é conhecida como a melhor de Bonito, e ela realmente é bem completa. Se você tiver que optar por apenas uma, eu indicaria essa. Ah, o almoço de lá também é maravilhoso (experimente a sopa paraguaia!!!). E não deixe de jeito nenhum de comer o doce de leite caseiro deles (eu amei tanto que comprei dois potes para trazer para casa!).
O que levar: roupa de banho, toalha, gopro, bastão flutuante, dome para gopro, elástico para cabelo, pente, roupa seca de baixo para se trocar após o passeio, desodorante, protetor solar 
Incluso: roupa de neoprene, bota de neoprene, óculos, snorkel, colete salva-vidas
Dia 3
14h: Passeio Bóia Cross no Parque Ecológico Rio Formoso
Para ir para esse parque, aluguei uma bicicleta no meu hotel (R$30 a diária). Deu cerca de 16km ida e volta, mas fui de manhã cedo para evitar o sol quente e assim conseguir aproveitar o dia inteiro lá. Vale a pena, pois o lugar é lindo, com um imenso lago para andar de caiaque ou SUP, tirolesa, passeios a cavalo. Possui também restaurante caso queira almoçar lá. E o passeio de boia cross em si é muito maneiro! Eu adorei e me diverti horrores! Se possível, vá!
Veja um vídeo curtinho do bóia cross:

Dia 4
11h: Passeio Arborismo Ybira-Pê
Saí do hotel às 10h em transporte compartilhado da EK Transportes. Distância até lá: 7km. Aqui o nível de dificuldade é médio, e, apesar de ter achado o trecho curtinho, eu curti bastante. Achei tudo muito organizado e com uma dose de adrenalina legal. Teria feito tudo umas três vezes para curtir ainda mais. Importante: lá eles não possuem restaurante, então, dependendo da sua programação, vale levar um lanchinho. Vendem bebidas no local. Após a atividade, dá também para curtir o rio Formoso, que passa por ali. Eles oferecem pranchas de SUP e caiaques. Indico reservar ao menos uma horinha pra ficar ali curtindo.
O que levar: Obrigatório uso de tênis. Levar roupa flexível para uso dos equipamentos do arborismo, elástico para cabelo, repelente, roupa de banho e toalha se quiser curtir o rio Formoso.
Incluso: capacete
Aqui tem mais um vídeo curtinho do arborismo:

Dia 5
Fui em transporte compartilhado da EK Transportes. Distância até lá: 18km. Essa flutuação é feita simplesmente no rio que está entre os DEZ com MELHOR visibilidade em todo o MUNDO! Eu vi vários peixinhos por lá. Mas fique tranquilo, não vi sucuri não! O rio recebe esse nome por causa do formato dele, que, visto de cima, parece uma cobra sucuri. Rsrs Ufa!
O que levar: roupa de banho, toalha, gopro, bastão flutuante, dome para gopro, elástico para cabelo, roupa seca de baixo para se trocar após o passeio, desodorante, protetor solar.
Incluso: roupa de neoprene, bota de neoprene, óculos, snorkel, colete salva-vidas
Dia 6
8h: Passeio Nascente Azul flutuação com almoço 
Nesse dia fui com um motorista da minha própria agência Águas Turismo, o querido Pascoal. Sim, se você quiser contratar algo mais exclusivo, pode contratar um motorista para te levar aos passeios. Distância até lá: 27km. Essa é uma flutuação mais rápida, de trajeto mais curto. Porém foi o lugar onde vi MAIS peixes de todos os lugares onde estive em Bonito. Dava vontade de parar o tempo todo para fotografar e chegar perto dos peixinhos. 
O que levar: roupa de banho, toalha, gopro, bastão flutuante, dome para gopro, elástico para cabelo, roupa seca de baixo para se trocar após o passeio, desodorante, protetor solar. 
Incluso: roupa de neoprene, bota de neoprene, óculos, snorkel, colete salva-vidas
14h30: Passeio Lobo Guará Bike 
Apenas passei no hotel e fui direto para o ponto de encontro desse passeio, ali pertinho da praça principal de Bonito. Lá o Márcio, idealizador do projeto, me recebeu, me explicou como seria e preparou a minha bike. 18km de mountain bike me esperavam! E esse foi um passeio que me surpreendeu, eu amei e recomendo que todo mundo faça. O ponto alto dele é, ao final, quando cada um dos participantes planta uma muda de árvore. Um gesto simples, mas cheio de significado. Ah, e antes tem também tem um mergulho no rio para refrescar e descansar da pedalada. É cansativo sim, mas achei imperdível, pois você alia um meio de transporte ecológico a uma iniciativa ecológica. Amei!
O que levar: roupa flexível, roupa de banho por baixo (há parada para banho), gopro, água, protetor solar, repelente, tênis (não pode ir de chinelo), óculos de sol
Incluso: bike, capacete
bonito-ms-10
18h30: Passeio Voo Panorâmico de Paratrike
Sim, esse dia foi intensooo! Terminei a pedalada e corri para pegar um mototáxi que me levasse até o campo do antigo aeroporto de Bonito (ao lado da UFMS e próximo ao Zagai). Era para fazer um voo de paratrike para ver Bonito de cima. Eu também nunca tinha ouvido falar nesse tal de paratrike, e por isso mesmo quis me jogar (veja como é no vídeo abaixo). Esse é um passeio super novo lá e que achei sensacional! O Rogério, que realiza os passeios, já fez mais de mil voos na vida e entende da parada. Antes de sair com o turista, ele tenta voar sozinho para testar como está o vento (tanto é que estive lá três vezes, e só na terceira ele sentiu confiança para voar comigo). Se estiver tudo bem, uhul!, é hora de se jogar. Olha só que iraaaadoooo!!! Você fica uns 20 minutinhos no ar só curtindo o visual. Dica: vá no horário do pôr do sol.
bonito-ms-11
Veja um rápido vídeo do voo aqui:

O quão foda é fazer um voo panorâmico de paratrike em Bonito durante o pôr do sol??? Atenção quem está planejando vir pra cá! Inaugurou a apenas um mês um passeio irado e perfeito pra quem ama uma aventura como eu! 🚀Se vc nunca ouviu falar em paratrike, te apresento a @xperiencebonito ! 🚀É um voo panorâmico que dura cerca de 20 minutos e q pode chegar a 300m de altura 🚀A emoção é inexplicável! 🚀Funciona no antigo aeroporto de Bonito, ao lado da UFMS, próximo ao Zagai 🚀Agendei esse voo com a @aguasdebonito 🚀É super seguro. O dono, o Rogério, testa como está o vento no dia antes de sair com o cliente 🚀Tanto é que essa foi a terceira vê que fui lá tentar fazer esse voo. Se ele achava q o vento não estava favorável, remarcávamos para o dia seguinte. Até q consegui! E valeu cada segundo de espera… 🚀Mostrei maus no stories e no Snap {Siiimmm, vcs pediram e eu voltei!} Uau, que fim de tarde surreal! Obrigada, @xperiencebonito ! Vcs mandaram bem demais em trazer esse voo panorâmico pra Bonito 💛 . #fuigosteicontei #fuigosteiconteinobrasil #paratrike #bonito

Um vídeo publicado por Travel Tips By ️@CarlaBoechat (@fuigosteicontei) em

Dia 7
11h: Passeio Cachoeiras Serra da Bodoquena
Fui em transporte compartilhado da Vanzella Turismo. Distância até lá: 70km. Esse também é um passeio super novo, que acabou de inaugurar, e que achei demais. É uma trilha curta, de uns 2,5km, onde você visita cinco cachoeiras e ainda faz um passeio de bote. Para quem curte cachoeiras, achei demais. Há também restaurante que serve almoço. É um lugar para curtir o dia com calma, pois também têm piscina e outros atrativos de lazer. Eu fiquei lá só curtindo na rede 😛
.
Dia 8
7h: Trajeto Bonito x Campo Grande na van da Vanzella Turismo. Horário de chegada: 11h30 (desembarque somente no aeroporto ou no Hotel Nacional)

…Infelizmente não consegui fazer alguns dos passeios mais famosos de lá, como a Gruta do Lago Azul (que é apenas para contemplação, e não pode mergulhar, mas é o cartão postal de Bonito), a Lagoa Misteriosa (que funciona apenas no Inverno ou em dias mais frios) e o Abismo Anhumas (que é beeeem caro e exclusivo, reserve com antecedência). Por isso mesmo tenho certeza que ainda voltarei a Bonito para fazer tudo isso! Viram só como uma semana nesse paraíso é pouco? Esse é um destino para se visitar várias vezes!

Veja aqui os preços dos passeios oferecidos pela Águas Turismo! Atenção: preços atualizados referentes ao primeiro semestre de 2017 – alguns sofrerão alteração na metade do ano. 

E leia também:

Carla Boechat é jornalista, mestranda, curiosa que só, carioca da clara, inquieta e turista por vocação – e criação. Sempre com a mochila e um sorriso prontos, aposta que toda estrada pode esconder uma dica em potencial. E aqui é assim: se ela foi e gostou, virou post!

Discussion5 Comentários

  1. Pingback: Dicas de restaurantes, bares e boates em Campo Grande – MS | Fui, gostei, contei | por Carla Boechat

Leave A Reply