Faz quase 3 anos que cheguei pra morar em San Pedro de Atacama e até hoje ainda descubro coisas novas do que fazer no Deserto do Atacama! As paisagens daqui estão entre as mais lindas que já vi na vida (e olha que sou bem viajada, já estive em quase 50 países) e te conto que é difícil se cansar desse cenário desértico.

Como eu tenho um artigo muito famoso aqui no blog, que dá 77 dias do que fazer no Rio de Janeiro, e é o mais lido no blog faz 4 anos já, pensei que seria ótima ideia escrever outro no mesmo modelo, no entanto falando desse lugar que roubou o meu coração. Que eu vim pra ficar um mês e meio, e lá se vão 34 meses. Hahaha

Eu sempre recomendo ficar uns 5 dias em San Pedro de Atacama pra poder fazer os principais passeios com calma. Mas com esse artigo você vai ver que precisa de muito mais tempo que isso, e que na verdade o Atacama é muito maior do que se imagina. Preparados pra receber as melhores dicas do que você não pode deixar de fazer no Deserto do Atacama? Já reserva um mês pra essa viagem, porque você vai pirar com esse tanto de opção por aqui.

Preparados pra se apaixonar ainda mais com todas essas dicas de o que fazer no Deserto do Atacama?!

Quer ajuda com seu roteiro no Deserto do Atacama? A Fui Gostei Trips tem atendimento personalizado em português e te ajuda com os passeios nessa viagem! Escreve pra gente no contato@fuigosteitrips.com.br e não deixe de mencionar o cupom FUIGOSTEICONTEI10 pra ganhar 10% de desconto em vários passeios no deserto!

Vamos às 77 dias do que fazer no Deserto do Atacama?

  1. Visitar o terceiro maior campo geotérmico do mundo! Sim, o passeio ao Geyser el Tatio é um dos mais procurados no deserto, e você não pode ficar de fora.
  2. Comer espetinho de carne de lhama em Machuca – é uma das paradas do tour ao Geyser, então você já mata duas dicas em um mesmo passeio.
  3. Se sentir pequeno em meio aos cenários do Valle de la Luna, onde a imensidão do deserto te faz questionar, afinal, onde você estava antes, que não era aqui?
  4. Tomar um delicioso café da manhã na La Franchuteria, uma padaria francesa que está no coração de San Pedro de Atacama, e que tem as melhores baguettes e os melhores croissants.
  5. Tá calor? Aproveite o Day Use e as diversas piscinas com diferentes temperaturas do hotel Cumbres, um 5 estrelas do deserto. Rola, ainda, sauna e um bar perto da piscina.
  6. Se você não busca tanto luxo ou não quer gastar tanto, as piscinas do hostel Amigo Lucho ou do Pozo 3, o único clube do povoado, te atendem muito bem e você ainda pode fazer um churrasco lá entre amigos.
  7. Ouvir rock e tomar uma cerveja de litrão no Chelacabur, o único boteco de San Pedro de Atacama.
  8. Aliás, quando estiver lá não deixe de pedir uma pizza. Não são eles que fazem, mas a pizzaria El Charrua, que entrega suas deliciosas pizzas no “Chela” pra você desfrutar enquanto toma uma cervejinha.
  9. Se você curte sair pra tomar uma cerveja ou uns drinks, há 3 lugares sempre com música ao vivo em San Pedro: Barros, Los Gor2 e Mal de Puna. Não deixe de ir em ao menos um desses!
  10. No Barros não deixe de experimentar a Borgoña (vinho tinto com morango macerado) ou o Melão com Vinho. São drinks mais docinhos e muito bons!
  11. Pra se divertir muito, cantar Evidências (ou qualquer outra música que quiser) e também tomar uns drinks bem gostosos, a pedida é o Lola, que bomba de segunda a segunda.
  12. Eu ouvi festa clandestina no deserto? Se você não sabe, no povoado de San Pedro de Atacama é proibido por lei fazer festas. Foi assim que surgiram as festchenhas clandestinas. Clique aqui pra saber mais sobre elas.
  13. E se você não quer ir muito longe pra encontrar uma festa clandestina, pergunte onde fica a Playita – moradores e turistas se reúnem aí todos os dias da semana em volta de uma fogueira, com música alta e bebidas.
  14. Dica super insider: na Casa Carmenere também rolam umas festas bemmmm legais! Leia aqui o blog sobre a vida noturna no deserto.
  15. Bom, imagino que você não veio ao deserto só pra festar, né? Então inclua em sua programação uma visita às Lagunas Altiplanicas. Se-nhor! Você não vai acreditar que esses cenários existem mesmo.
  16. No caminho pare no mirante de Piedras Rojas. Infelizmente não se pode mais entrar nessa parte do deserto (que, nossa, é linda demais), mas esse mirante quebra um super galho e vale bastante a pena.
  17. Fim de viagem, tá meio cansado já? Se manda pras Termas de Puritama – 8 piscinas de águas quentinhas e perfeitas pra relaxar.
  18. Se dê um luxo e compre ao menos um tour VIP da Fui Gostei Trips. Nas Termas de Puritama, por exemplo, você curte esse lugar maravilhoso com um delicioso coquetel, vinhozinho, cervejas, roupão. Todo mundo merece no mínimo um dia assim no deserto!
  19. Ah, e se você curte caminhadas, ainda pode fazer o Trekking de Guatin com a FGT, que leva até as termas. Ou seja, numa manhã dá pra fazer os dois passeios. São uns 4km andando por paisagens lindíssimas e terminando nas piscinas de águas quentes.
  20. Sabe a “pobreta da urca”, uma alusão à mureta da Urca, no Rio? Pois aqui no deserto temos a Puripobre, que é uma alusão às Termas de Puritama. Se o que você quer é só tomar um banho nas águas quentinhas, sem infraestrutura e sem pagar entrada, procure saber como chegar à Puripobre.
  21. Curte caminhada e quer um super desafio? Faça os trekkings do Vulcão Lascar ou do Cerro Toco. Em ambos você chega próximo a 5.600m de altitude, e o Lascar ainda é o vulcão mais ativo da região e você chega – simplesmente – em sua cratera. Experiência pro resto da vida!
  22. Já ouviu falar que o céu do Deserto do Atacama é o melhor do mundo para observar estrelas? Pois é. Não dá pra vir aqui e não fazer o Tour Astronômico. Dificilmente você já viu um céu tão estrelado como esse, onde em algumas épocas do ano se pode ver a Via Láctea a olho nu.
  23. Tá aqui no Deserto do Atacama, na fronteira com a Bolívia, e vai deixar de fazer o tour do Salar de Uyuni? Não, né? Então se programa pra estar no deserto uns 9 dias (ou um mês hahaha), pra conseguir visitar ambos lugares.
  24. Gosta de comer bem? Vá ao Ckunna, em San Pedro de Atacama. O dono é italiano e as massas são caseiras e muito gostosas. Ps.: os clientes da Fui Gostei Trips ganham um mimo quando vão lá!
  25. Também amo o La Casona. Se você é fã de carnes, peça a chorrillana. Se você é vegetariano, vá sem dúvidas no chupe de champignon (tipo um escondidinho, mas sem aipim).
  26. Tem que comer também as tortas do Barros Café. Minhas preferidas: a Torta Tres Leches e a Marquise de Chocolate. Ambas são grandes e dá pra dividir. E os clientes da Fui Gostei Trips têm desconto lá! Ohhh maravilha!
  27. Quer algo mais leve? As saladas do Barros Café e do Sol Inti são enormes e muito boas!
  28. Quer fugir da dieta? Se joga nos sorvetes da Babalu. Têm diversos sabores locais, como rica rica, algarrobo, pisco sour. Mas o meu preferido da vida é, sem dúvidas, o de chañar chips. Experimente!
  29. Outro lugar excelente pra provar a culinária e os ingredientes atacameños que já indiquei aqui no blog: restaurante Baltinache. Dica: reserve uma mesa com ao menos um dia de antecedência, pois esse restaurante é bem pequeno e exclusivo.
  30. Se está procurando comida mais barata e caseira, a pedida é ir no Los Carritos. São vários restaurantes pequenininhos, um ao lado do outro, e com preços em torno de 4.000 pesos (entrada + prato principal).
  31. Aí vai mais um lugar bom, bonito e barato pra comer: El Huerto, na rua Gustavo Le Paige.
  32. Vamos numa última dica de comida? No começo da rua Caracoles, esquina com a Ignacio Carrera Pinto, rola uma carrocinha com cachorro quente muitooo bom e barato, inclusive com opções vegetarianas.
  33. No deserto tem vinícola. Claro, não espere por uma infraestrutura como das vinícolas de Santiago. Mas, se quiser, dá pra ir por conta própria na vinícola de Toconao. É a segunda mais alta do mundo!
  34. Em tempo: em Março rola a Festa da Vendímia em Toconao e vale a pena ir conhecer esse evento. Pra você se situar, o povoado de Toconao fica no caminho para as Lagunas Altiplanicas e é uma das paradas desse tour.
  35. Você gosta de por do sol? Deixo aqui os meu preferidos: no Valle de la Luna e na Laguna Chaxa. Essa última fica na Reserva dos Flamingos e é um espetáculo ver essas aves voando enquanto o sol se põe.
  36. E se você curte uma aventura, também rola fazer sandboard nas dunas do Valle de la Muerte! Se prepare pra muitos tombos e muitas risadas!
  37. Bike no deserto? Claro que tem! Um clássico é ir de bike até a Garganta del Diablo. Mas há muitas outras rotas que podem ser feitas numa magrela também – aqui no blog tem dica de vários roteiros pra fazer de bicicleta no deserto!
  38. Ouviu falar da Librería del Desierto? Vale super uma visita e também dá pra ir de bike.
  39. Visitar o Pueblo de Los Artesanos, que fica no terminal de ônibus de San Pedro. Sério, não deixe de ir até lá. Ali você vai encontrar artesanato de verdade, e muitas vezes poderá ver, até mesmo, os artesãos trabalhando.
  40. Para um artesanato mais em conta, mas também igual ao que você encontra na Bolívia e no Peru, vá à galeria que está em frente à praça principal de San Pedro.
  41. E anota aí: nessa pracinha rola WiFi grátis! Assim como no terminal de ônibus.
  42. E ali na pracinha fica também a Igreja de San Pedro. Super fofa, feita de adobe e suas portas são com madeira de cacto e couro de lhama. Não deixe de reparar nesses detalhes.
  43. Foi mal, eu não consigo parar de dar dica de comida! Hahaha É que não dá pra vir no Chile e não comer empanada. Minhas preferidas: La Picá del Perrón, Estrella Negra, Emporio Andino. Toma aí logo um artigo com minhas dicas de 24 restaurantes em San Pedro de Atacama!
  44. E se você é vegetariano, não se preocupe, porque em todos os restaurantes aqui oferecem alguma opção sem carne. E deixo a dica dos restaurantes são especializados em vegetarianos: Estrella Negra e Bumkaldi.
  45. Uma vez por mês rola a Feria de los Jubilados e isso é um acontecimento na cidade. Não passa de uma feira dessas vendendo coisas usadas, quinquilharias e também umas coisas novas, tudo baratinho. Se você der a sorte de estar aqui nessa data, dê um pulinho por lá pra entender um pouco o que é viver nesse povoado de 7.000 habitantes e 1.000.000 de turistas ao mês.
  46. Se admire com o Vulcão Licancabur. Você vai vê-lo de praticamente qualquer lugar que visitar no entorno de San Pedro de Atacama, e essa montanha é muito importante para o povo lickanantay.
  47. Você já ouviu falar do Projeto Alma? Se organize, reserve pelo site sua visita com antecedência (ao menos um mês) e vá conhecer esse lugar tão importante! Aqui no blog tem um artigo contando mais sobre o Projeto Alma e que vale super a pena ler.
  48. Fique na dúvida entre qual lagoa de sal visitar, Laguna Cejar ou Lagunas Escondidas, e termine se apaixonando pelas duas!
  49. Tá de carro? Vai nas piscinas naturais de Peine. Adoro esse lugar, de onde se tem a vista pro Salar de Atacama. Super lindo!
  50. Onde também dá pra ir por conta própria, e até fazer um churrasco porque têm estrutura pra isso, é a Quebrada de Jere, ao lado do povoado de Toconao.
  51. Outro lugarzinho próximo a San Pedro que adoro é Chíu Chíu! Se você gosta de ir a lugares bem menos turísticos, essa é uma opção.
  52. Em San Pedro há dois museus importantes: o Museu do Meteorito e o Museu Gustavo Le Paige. Ótima programação pra fazer por conta própria em um dia livre no povoado.
  53. Mais dica do que fazer por conta própria: ir a Pukara de Quitor, uma antiga fortaleza que está a uns 3km saindo do povoado de San Pedro, e de onde se tem uma vista incrível da região.
  54. Que tal acampar no deserto? Dois lugares que eu amei acampar aqui foram o Valle de la Micro e Quebrada Nacimiento.
  55. Bom, acredito que o Valle de la Micro já esteja na sua programação, né? Esse ônibus abandonado no meio da Cordilheira de Sal ficou super famoso nos últimos dois anos e remete a cenas do filme Into The Wild. Os mochileiros piram com esse lugar!
  56. Tá passando ali próximo do cemitério de San Pedro? Repare que bem em frente há uma feirinha vendendo frutas, legumes, etc. Uma das barraquinhas vende mote com huesillos – um doce típico daqui, feito com pêssego em calda, canela e cereal de trigo, e bastante comum aqui no Chile.
  57. Saindo de Calama em direção a San Pedro você vai passar por Chuquicamata, a maior mineradora do Chile e uma das maiores a céu aberto do mundo – e aberta a visitação.
  58. Um lugar que muita gente subestima e que a Fui Gostei Trips te leva é o Valle del Arcoiris. Esse passeio inclui, ainda, uma parada em Hierbas Buenas, onde se pode ver petroglifos. Acho imperdível!
  59. Quer mexer um pouco o corpo? A academia de San Pedro (a única do povoado) tem várias aulas gratuitas, como por exemplo zumba, aerobox, luta. Fica atrás do Los Carritos, ao lado do campo de futebol.
  60. Você já ouviu falar do deserto florido no Chile? Não fica exatamente perto de San Pedro de Atacama e nem acontece todos os anos. Esse é um fenômeno raro, um milagre da natureza, que caso aconteça enquanto você estiver pelo deserto vale dar uma esticada até a região de Copiapó, que ainda faz parte do Deserto do Atacama. É lindo demais!
  61. Outro atrativo que muita gente quer conhecer, que fica no Deserto do Atacama, mas longe de San Pedro, é a Mano del Desierto. Esse monumento, que, sim, é lindo demais, fica próximo a Antofagasta – uns 300km do povoado de San Pedro de Atacama.
  62. Tá vendo como o Deserto do Atacama é grande? Tão grande que se extende até a região de praias! Anota aí umas praias chilenas bem lindas e que fazem parte do deserto pra você conhecer: Bahia Inglesa, Playa La Virgen, Iquique, Chorrillos.
  63. Você já deve ter visto uma foto na beira da estrada onde está a placa do Trópico de Capricórnio, né? No tour VIP de Piedras Rojas com Lagunas Altiplanicas da Fui Gostei Trips paramos por ali pra você tirar essa foto icônica!
  64. A Festa de Ayquina é a maior do Chile, acontece todos os anos em Setembro e fica próximo a San Pedro de Atacama. É uma festa religiosa e que lembra um pouco nosso carnaval. Ótimo pra conhecer mais da cultura local.
  65. Brasileiro adora um café bom, né? Pois saiba que no Chile a galera toma, na maioria dos lugares, café instantâneo. Sim, um pesadelo. Dica de onde tomar um café gostoso em San Pedro: La Franchuteria, Roots Café ou Barros Café.
  66. Sabia que o Verão no deserto é, no entanto, época do Inverno Altiplanico? E é quando chove. Já no Inverno de verdade, entre Junho e Setembro, costuma nevar nas montanhas. Ambos fenômenos, no entanto, podem fechar algumas rotas de passeio. Clique aqui pra ler a melhor época pra conhecer o Deserto do Atacama.
  67. Ah, e se por acaso você vier pro Atacama no Verão, não deixe de ir na Cordilheira de Sal depois das chuvas. Você vai pensar que é neve, mas todo aquele branco no chão é sal!
  68. Próximo a San Pedro está a Aldea de Tulor, um sítio arqueológico super interessante.
  69. Muita gente vem pra San Pedro louco pra conhecer o Salar de Atacama. Mas saiba que nessa região há muitos outros salares além desse, como o Salar de Águas Calientes, Salar de Quisquiro, Salar de Pujsa. Esses três, por exemplo, você visita no passeio Rota dos Salares da Fui Gostei Trips.
  70. Eu adoro cremes, óleos e produtos naturais, e existe uma lojinha dentro do Mercado Blanco chamada Patagónika que é um achado, pois vende vários cremes com produtos locais, como chañar, rica rica, algarrobo. Eu amo demais o esfoliante de rica rica e os hidratantes labiais.
  71. Nesse mesmo espaço está o Roots Bar, novo em San Pedro e super badalado. Amo as comidinhas e os drinks!
  72. Sabia que você pode comprar um saleiro com sal do Deserto do Atacama? Eu acho isso um ótimo souvenir! Busque na loja 100% Chile, que fica na rua Caracoles.
  73. Última dica pra comprar lembrancinhas de viagem: adoro a loja Diseño Crearte! Tem coisinhas bem autênticas e fofas.
  74. Chegou em San Pedro e vai pegar mais frio do que esperava? Tem três lugares que você pode ir e comprar roupas de qualidade pro Inverno: El Rincón del Viajero, RKF e The North Face – as três ficam na rua Caracoles.
  75. Sinta como se estivesse em Marte. Depois como se estivesse na Lua. Depois como se estivesse em outra galáxia. Isso é estar no Deserto do Atacama. Se você gostou desse artigo, vai pirar com outro que tenho dizendo os 10 motivos por que você precisa visitar o Deserto do Atacama.
  76. Planeje os seus 5 dias pra visitar San Pedro de Atacama.
  77. Falhe miseravelmente ao perceber que o deserto merece muuuuuuito mais que isso!

Antes de terminar, veja aqui nossas dicas de onde se hospedar em San Pedro de Atacama. Ou se preferir, veja direto pelo site da Booking, buscador de hospedagens que eu sempre uso e confio.

E aí, vai maratonar todas essas dicas? Esqueci de algo aqui? Me conta aí e vamos todos explorar o melhor do deserto mais seco do mundo! <3

Se você tem vontade de visitar o Deserto do Atacama, não deixe de escrever para a Fui Gostei Trips no email contato@fuigosteitrips.com.br e aproveitar seu desconto em vários passeios com o cupom FUIGOSTEICONTEI10

4 Comentários

  1. Boa tarde pessoal, tudo bem? Enviei um email com um pedido de cotação e outras infos mas ainda não tive retorno, poderiam checar? E parabéns pelo conteúdo!

    Obrigado!!

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui